Dourados – MS sábado, 19 de setembro de 2020
Dourados
30º max
20º min
Economia

Dia dos Namorados deve movimentar R$ 155 mi em MS

24 Mai 2016 - 06h00
Pesquisa indica que 73% dos entrevistados devem procurar lojas no centro da cidade. - Crédito: Foto: Marcos RibeiroPesquisa indica que 73% dos entrevistados devem procurar lojas no centro da cidade. - Crédito: Foto: Marcos Ribeiro
Apesar das projeções sinalizarem para uma queda de 8% nas vendas, em relação ao ano passado, os comerciantes de Mato Grosso Sul acreditam que o Dia dos Namorados deve injetar R$ 155 milhões na economia. Em Dourados, R$ 7,9 milhões. A expectativa é fundamentada em levantamentos realizados pela Instituto de Pesquisa da Fecomércio MS (IPF-MS).


Do total, R$ 80 milhões serão direcionados para a compra de presentes e o restante para as comemorações. Segundo a diretora superintendente do IPF-MS, Regiane Dedé de Oliveira, existem muitos casais que preferem sair para jantar. "Essa intenção foi manifestada por 58% das pessoas entrevistadas", explica Regiane.
A pesquisa mostrou, também, que em MS o valor médio dos presentes caiu e ficou em R$ 127,02, quantia pouco abaixo do ano passado, que era de R$130.


São Gabriel do Oeste ficou com o maior valor médio entre as cidades do Estado pesquisadas (R$157,04), seguida por Dourados (R$ 145,73).


A maioria deverá presentear com roupa (30,3%), enquanto 18,9% presentearão com perfumes/cosméticos e 15,5% calçados. A maior parte dos presentes deverá ser comprada na semana do Dia dos Namorados (85,8%). A pesquisa revela, ainda, que 73% dos entrevistados estão dispostos a procurarem lojas localizadas no centro da cidade. Essa tendência mostra uma inversão nos padrões anteriores, já que antes existia uma preferência pelas lojas instaladas nos shoppings.


Segundo o presidente do Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista de Dourados (Sindicom), Valter Castro, a expectativa é que o Dia dos Namorados apresente os mesmos resultados obtidos no Dias das Mães. "Estamos otimistas porque essa é uma das mais importantes datas comemorativas do comércio para os lojistas. Além disso, a chegada antecipada do inverno vai impulsionar as vendas", prevê Castro.


A amostra para o município de Dourados foi de 200 entrevistados e ocorreu de 9 a 14 de maio de 2016. Foram aplicadas 26 questões, sendo 3 abertas e 23 fechadas (respostas múltiplas e únicas). Outro dado obtido pela pesquisa do IPF-MS é que a compra dos presentes será, majoritariamente, realizada por homens (58,7%) que ganham entre um e três salários mínimos, com idade de 19 a 29 anos.


No entendimento do pesquisador Leandro Buainain Lins, deve ser levado em conta o fato de que o público economicamente ativo no país é de 56% dos homens contra 44% das mulheres. "Enquanto as mulheres estão dispostas a gastarem R$ 118,00, os homens preferem optar por presentes que custam em média R$ 136,00", explica o pesquisador.


Além da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de MS (Fecomércio) e do Sindicom, a pesquisa do IPF-MS foi realizada em 13 municípios, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Anastácio, Campo Grande, Chapadão do Sul, Corumbá, Dourados, Ladário, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã, São Gabriel do Oeste e Três Lagoas.

Deixe seu Comentário