Dourados – MS terça, 04 de agosto de 2020
Dourados
31º max
15º min
Segurança e Saúde JBS
Edições Especiais

Braz Melo revolucionou a educação e infraestrutura

18 Dez 2015 - 11h41
Braz Melo administrou Dourados por dois períodos - Crédito: Foto: Marcos RibeiroBraz Melo administrou Dourados por dois períodos - Crédito: Foto: Marcos Ribeiro
César Cordeiro


O ex-prefeito Braz Melo, que administrou Dourados por dois períodos (1989-1992 e 1997-2000), construiu 11 Centros de Educação Unificada (CEUs), no primeiro mandato. Junto com o então secretário municipal de educação Idenor Machado, revolucionou o ensino em Dourados, que foi além da estrutura física. Foi um momento bastante difícil, havia uma estatística nada favorável à educação no município, que tinha nada mais nada menos que 13.000 crianças fora da sala de aula.


“Na época, existiam poucas escolas da rede estadual de ensino e quase todas ficavam concentradas na área central de Dourados, como, por exemplo, o Colégio Presidente Vargas, o Castro Alves e se formavam filas e filas cada vez maiores para se conseguir uma vaga nestes estabelecimentos de ensino”, recorda Idenor.


O ex-prefeito Braz Melo tinha esse grande desafio pela frente, ou seja, o de construir o maior número de escolas possíveis, pois a cidade estava em pleno crescimento e, ainda por cima, enfrentando o êxodo rural.


Naquela época, a lei da educação mudou, os municípios passaram a ser responsáveis pelo ensino fundamental e foi quando o dever de fazer escolas aumentou ainda mais. “Eu tive que construir escolas e mais escolas e não fui eu quem inventou os CEUs, admito que copiei um projeto do saudoso governador Leonel Brizola, os CIEPs”.


As escolas foram construídas com estrutura suficiente desde o pré-escolar até o último ano do ensino fundamental. Como havia urgência para construção dos estabelecimentos de ensino, o padrão foi feito em pré-moldado, uma forma mais rápida e segura de resolver o déficit de vagas.


O projeto “Recriança” abrigava alunos com dificuldade de aprendizado, como hoje funciona o projeto “Mais Educação” no chamado contraturno das escolas.


Desta forma, a meta de criar 13.000 vagas foi superada já no primeiro governo. Naquele período, Braz Melo também pavimentou grande parte da cidade e abriu ligações de um bairro para outro, além de criar a Vila Cachoeirinha. Foi nesta época também que a prefeitura construiu a escola Pestalozzi. “Fico feliz em poder contemplar estes 80 anos de Dourados”.

Deixe seu Comentário