Dourados – MS quinta, 13 de maio de 2021
Dourados
26º max
14º min
Mundo

Policiais militares e bombeiros entram em greve na Paraíba

01 Mar 2011 - 14h15
Greve foi decidida em assembleia na segunda-feira
 - Crédito: Foto: Reprodução/TV Cabo BrancoGreve foi decidida em assembleia na segunda-feira - Crédito: Foto: Reprodução/TV Cabo Branco
Policiais militares e bombeiros iniciaram, na tarde de segunda-feira (28), uma paralisação na Paraíba. O grupo reivindica reajuste salarial, e deve permanecer em greve por tempo indeterminado. A greve foi decidida durante assembleia realizada na segunda-feira, em João Pessoa.

“Temos uma lei sancionada na gestão anterior do governo que prevê o reajuste salarial da área da Segurança Pública. O atual governo, no entanto, assumiu e contestou a lei na Justiça. Uma liminar suspendeu a lei e agora estamos tentando negociar o pagamento desse reajuste, mesmo que seja de forma parcelada”, diz o coronel Francisco de Assis Silva, presidente do Clube dos Oficiais da Polícia e Bombeiro Militar da Paraíba.

Segundo a Secretaria de Comunicação da Paraíba, representantes dos grevistas e do governo estão reunidos, nesta terça-feira (1º) para tentar uma negociação. Ainda não há informações oficiais sobre quantos profissionais aderiram à paralisação.

“Estimamos que cerca de 60% dos policiais militares e bombeiros estejam parados, porque estamos recebendo ligações de batalhões do interior que estão aderindo”, afirma Silva.

Caso não haja um acordo com o governo, delegados da Polícia Civil também devem aderir à paralisação. “Nossa greve só começa na sexta-feira [4], como determina a lei das greves, que prevê o anúncio com 72 horas de antecedência. Sabemos que a lei do reajuste foi contestada judicialmente, mas acreditamos que o governo tem condições de pagar esse reajuste, mesmo que não imediatamente”, diz ao G1 o delegado Claudio Lameirão, presidente da Associação dos Delegados de Polícia Civil da Paraíba.

Em nota, a Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba informou que os Policiais Civis das categorias de Agente de Investigação, Escrivão de Polícia e Motorista Policial não aderiram à greve e continuam desempenhando normalmente suas funções.(G1)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia
Internacional

Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia

11/05/2021 14:30
Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia
Na OMS, Queiroga faz apelo por liberação de vacinas contra covid-19
Saúde

Na OMS, Queiroga faz apelo por liberação de vacinas contra covid-19

30/04/2021 18:30
Na OMS, Queiroga faz apelo por liberação de vacinas contra covid-19
Autoridades iranianas proíbem bahá’ís de ter um enterro digno
Mundo

Autoridades iranianas proíbem bahá’ís de ter um enterro digno

26/04/2021 14:12
Autoridades iranianas proíbem bahá’ís de ter um enterro digno
Cortes em razão da covid-19 impactam programa antidoping
Olimpíada

Cortes em razão da covid-19 impactam programa antidoping

15/04/2021 10:00
Cortes em razão da covid-19 impactam programa antidoping
Casa Branca anuncia retirada de tropas do Afeganistão até setembro
mundo

Casa Branca anuncia retirada de tropas do Afeganistão até setembro

14/04/2021 13:15
Casa Branca anuncia retirada de tropas do Afeganistão até setembro
Últimas Notícias