Dourados – MS terça, 22 de junho de 2021
Dourados
26º max
13º min
Mundo

Índios deixam prédio da Funai depois de ocupação por 12 horas

08 Jun 2016 - 13h26
Índios deixam prédio da Funai depois de ocupação por 12 horas -
Após mais de 12 horas ocupando o prédio da Superintendência da Fundação Nacional do Índio (Funai), em Campo Grande (MS), um grupo de cerca de 60 índios terenas deixou o local na noite desta terça-feira (7).

Segundo o coordenador regional da superintendência, Evair Borges, o grupo de manifestantes vive na Terra Indígena Taunay Ipeg, localizada em Aquidauana (MS), e viajou cerca de 140 quilômetros até a capital do estado para protestar contra eventuais mudanças no comando da Funai. Eles temem que as mudanças possam ameaçar os direitos e interesses dos indígenas. Declarada recentemente como área de usufruto dos terenas, mas ainda não homologada, a terra indígena tem cerca de 34 mil hectares (um hectare corresponde às medidas aproximadas de um campo de futebol oficial) e abriga oito aldeias.

De acordo com o coordenador, o ato de ocupação foi pacífico e os índios permitiram que os servidores continuassem trabalhando ao longo de todo o dia. "Fiquei surpreso com a chegada deles à superintendência, por volta das 9 horas de ontem. Eles avisaram que ocupariam o gabinete, onde se concentrariam, e não impediriam ninguém de ingressar no prédio ou de trabalhar. Só pedi a eles que não depredassem ou danificassem nada, pois, caso contrário, seria obrigado a tomar as medidas necessárias, mas isso não foi preciso", disse Borges à Agência Brasil nestas quarta-feira (8).

Por telefone, o cacique da Aldeia Bananal, uma das oito existentes em Taunay Ipeg, Célio Fialho, explicou que a ocupação faz parte de um movimento mais amplo, por meio do qual os povos indígenas de todo o país pretendem reivindicar o respeito aos seus direitos. Lideranças de diferentes etnias de várias regiões do país estão organizando uma manifestação em Brasília para breve. A intenção é se reunir com o atual ministro da Justiça, Alexandre de Moraes.

"Estamos lutando pela demarcação de terras tradicionais, pela educação e pela saúde indígena. Queremos ser ouvidos antes da tomada de qualquer decisão que nos afete, conforme estabelece a Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho [que trata dos direitos dos povos indígenas e tribais no mundo]", afirmou Fialho. Ele se refere particularmente à recente exoneração do ex-presidente da Funai, João Pedro Gonçalves da Costa. A exoneração foi publicada na edição do Diário Oficial da União do último dia 3 e, em seu lugar, assumiu, ao menos temporariamente, o diretor de Promoção ao Desenvolvimento Sustentável, Artur Nobre Mendes.

"Substituíram o presidente, e não sabemos quem está respondendo pelo órgão neste momento. Tememos possíveis mudanças na Sesai [Secretaria Especial de Saúde Indígena] e cobramos o fortalecimento da Funai", acrescentou o cacique.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Vacina da alemã CureVac contra Covid-19 frustra ao registrar apenas 47% de eficácia; ações caem quase 50%
Coronavírus

Vacina da alemã CureVac contra Covid-19 frustra ao registrar apenas 47% de eficácia; ações caem quase 50%

17/06/2021 16:30
Vacina da alemã CureVac contra Covid-19 frustra ao registrar apenas 47% de eficácia; ações caem quase 50%
Trabalho infantil no mundo aumenta pela primeira vez em 20 anos
Mundo

Trabalho infantil no mundo aumenta pela primeira vez em 20 anos

10/06/2021 11:00
Trabalho infantil no mundo aumenta pela primeira vez em 20 anos
Chuva se espalha por todo Mato Grosso do Sul neste sábado
Tempo

Chuva se espalha por todo Mato Grosso do Sul neste sábado

22/05/2021 06:00
Chuva se espalha por todo Mato Grosso do Sul neste sábado
Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia
Internacional

Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia

11/05/2021 14:30
Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia
Na OMS, Queiroga faz apelo por liberação de vacinas contra covid-19
Saúde

Na OMS, Queiroga faz apelo por liberação de vacinas contra covid-19

30/04/2021 18:30
Na OMS, Queiroga faz apelo por liberação de vacinas contra covid-19
Últimas Notícias