Dourados – MS sexta, 30 de julho de 2021
Dourados
18º max
min
Mundo

Forças de segurança lançam gás e balas de tinta em manifestantes no Irã

14 Fev 2011 - 15h35
Imagem obtida pela AP mostra carro queimado após confronto em Teerã, capital do Irã, nesta segunda-feira - Crédito: Foto: APImagem obtida pela AP mostra carro queimado após confronto em Teerã, capital do Irã, nesta segunda-feira - Crédito: Foto: AP
Forças de segurança do Irã lançaram gás e balas de tinta contra manifestantes no centro de Teerã nesta segunda-feira (14), segundo testemunhas. Dezenas de pessoas teriam sido presas.

O protesto contra o regime é inspirado nos recentes levantes que derrubaram os governos do Egito e da Tunísia.A

Os enfrentamentos aconteceram na Praça Azadi (Liberdade), no centro da capital, onde partidários da reprimida oposição iraniana cantavam slogans como \"Morte do Ditador!\" - repetindo uma frase que se tornou célebre durante as manifestações antigoverno após a reeleição do presidente Mahmud Ahmadinejad, em 2009.

Testemunhas relataram que a polícia lançou bombas de gás lacrimogêneo e atirou com balas de tinta contra os manifestantes, que organizaram o protesto apesar da proibição das autoridades.

Segundo sites e relatos de testemunhas, milhares de oposicionistas tomaram as ruas da capital iraniana para apoiar a mobilização.

Mais cedo, a polícia iraniana bloqueou o acesso à casa do ex-primeiro-ministro Mir Hossein Mousavi, um dos líderes da oposição, para impedir que ele participasse da manifestação. Além disso, as linhas telefônicas de sua residência foram cortadas, como denunciou nesta segunda-feira seu site Kaleme.com.

\"Todas as linhas de telefone fixo e móvel de Mousavi e de sua mulher Zahra Rahnavard estão cortadas desde ontem (domingo). Desde a manhã de hoje, a rua onde fica sua casa foi fechada por carros da polícia\", informou o site.

\"Várias viaturas da polícia estão estacionadas na rua e é impossível circular\", acrescentou o Kaleme.com.

Mousavi e Zahra Rahnavard tentaram sair de casa às 14H45 (09H15 de Brasília), mas foram impedidos pelos policiais.

(G1)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mundo

OMS afirma que China deve fornecer dados sobre origens da covid-19

15/07/2021 17:00
Mundo

Suspeitos de assassinato do presidente do Haiti são mortos a tiros

08/07/2021 11:00
Mundo

Covid-19: anticorpos podem durar até 12 meses após infecção

08/07/2021 10:00
Presidente do Haiti é assassinado em casa durante a noite, diz premiê
Mundo

Presidente do Haiti é assassinado em casa durante a noite, diz premiê

07/07/2021 07:30
Presidente do Haiti é assassinado em casa durante a noite, diz premiê
Mundo

Onda de calor recorde nos EUA e Canadá mata 45 no Estado do Oregon

01/07/2021 17:30
Últimas Notícias