Dourados – MS segunda, 20 de setembro de 2021
Dourados
40º max
24º min
Mundo

Ciclista atropelado em SP é enterrado na Zona Sul

14 Jun 2011 - 15h36
Executivo foi enterrado em cemitério da Zona Sul
 - Crédito: Foto: Caroline Hasselmann/G1Executivo foi enterrado em cemitério da Zona Sul - Crédito: Foto: Caroline Hasselmann/G1
O corpo do executivo Antonio Bertolucci, morto após ser atropelado por um ônibus de turismo nesta segunda-feira (13) em um acesso à Avenida Sumaré, na Zona Oeste de São Paulo, foi enterrado no final da manhã desta terça (14) no Cemitério do Morumby, na Zona Sul da cidade. Bertolucci, que tinha 68 anos e era presidente do Conselho Administrativo da Lorenzetti, andava de bicicleta pela manhã quando foi atingido pelo veículo.

Parentes, entre eles sua mulher e filhos, chegaram durante a madrugada ao cemitério, onde o corpo do executivo era velado. Segundo amigos e conhecidos, Bertolucci era um ciclista experiente e costumava passear durante as manhãs.

Por causa do acidente, um grupo de ciclistas promoveu na noite desta segunda uma manifestação na Avenida Sumaré. Parentes e amigos também participaram do ato. Eles colocaram cartazes homenageando o executivo e cobrando dos motoristas o cumprimento da lei que determina 1,5 metro de distância de ciclistas. Também depositaram coroas de flores e acenderam velas no local do acidente.

Nas declarações, os familiares do empresário não conseguiam conter a emoção. \"Ele tinha 68 anos e muita sede de viver. Estamos aqui para questionar: \'Até quando isso vai acontecer?\' As pessoas não têm respeito por nada, por ninguém. Ele era italiano, amava andar de bicicleta, amava as pessoas, amava os pedestres, e não foi respeitado\", disse Flávia Bertolucci, nora do empresário.

Adeptos da bicicleta como meio de transporte compareceram para prestar solidariedade à família.

\"A gente sempre se comunica pela internet e nos sentimos feridos pelo que aconteceu aqui na Sumaré. Estamos pedindo respeito aos ciclistas. O motorista tem de respeitar a distância mínima de 1,5 metro do ciclista, como determina o Código de Trânsito. Além disso, o poder público tem de fazer campanhas de conscientização\", afirmou Felipe Aragonês, do Instituto Ciclo BR de Fomento e Mobilidade Sustentável.

A via teve de ser interditada durante o ato. Ciclistas aproveitaram para pintar o chão, sinalizando a passagem de bicicletas no local. Depois, bloquearam a Avenida Sumaré em um dos sentidos. Houve lentidão no trânsito, até a PM liberar paulatinamente as faixas.

Uma bicicleta pintada de branco (chamada de \"ghost bike\", ou bicicleta fantasma) foi pendurada em um semáforo para representar a morte.

Motorista do ônibus
À polícia, o motorista do ônibus relatou que não viu o ciclista e apenas ouviu um barulho quando fazia uma curva. As informações foram divulgadas pela Secretaria da Segurança Pública e constam do boletim de ocorrência feito no 14º DP (Pinheiros). Bertolucci foi atingido em uma alça de acesso à Avenida Sumaré, no bairro Perdizes.

Ao todo, 49 ciclistas morreram na capital no ano passado, mais de dois por mês, segundo dados da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Em nota, a Silvetur, dona do ônibus, disse que lamenta o acidente e que apura os fatos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tripulação da Inspiration4 retorna à Terra neste sábado
Mundo

Tripulação da Inspiration4 retorna à Terra neste sábado

18/09/2021 16:00
Tripulação da Inspiration4 retorna à Terra neste sábado
Mundo

Mulheres afegãs protestam contra uso da burca

15/09/2021 17:00
Mundo

Pentágono: novo míssil norte-coreano ameaça comunidade internacional

13/09/2021 13:00
Mundo

Afeganistão: talibãs autorizam saída de 200 estrangeiros

09/09/2021 11:00
Mundo

Brasil concederá visto humanitário a afegãos

04/09/2021 17:00
Últimas Notícias