Dourados – MS quarta, 28 de julho de 2021
Dourados
17º max
min
Mundo

Acusado de massacre no Arizona é 'doce e gentil', diz ex-namorada

13 Jan 2011 - 20h35
Kelsey Hawkes durante entrevista ao programa \'Early Show\', da rede americana CBS - Crédito: Foto: ReproduçãoKelsey Hawkes durante entrevista ao programa \'Early Show\', da rede americana CBS - Crédito: Foto: Reprodução
Uma ex-namorada de Jared Loughner, acusado de ser o autor do ataque que deixou seis pessoas mortas e outras 14 feridas durante um ato político no Arizona, no último sábado (8), disse à rede de TV CBS que o homem que o mundo conheceu como responsável pela tragédia é completamente diferente do que ela conheceu há seis meses.

“Ele era uma pessoa completamente diferente, muito cuidadoso, gentil, muito doce, um pouco quieto, mas sobretudo um rapaz muito bom”, disse Kelsey Hawkes em entrevista ao programa “Early Show” rnesta quinta-feira (13).

Segundo a moça, os pais de Loughner, que tem 22 anos, também eram muitos gentis e carinhosos com o filho. Questionada se havia visto algo que indicasse que o jovem fosse capaz de um ato violento, Hawkes foi enfática: “Não, absolutamente.”

Loughner é descrito pelas autoridades como uma pessoa de “passado problemático”. Ele é acusado de atirar na deputada republicana Gabrielle Giffords, no juiz federal John Roll, em Gabriel Zimmerman, integrante da equipe da deputada, e em cerca de outras 16 pessoas no sábado em Tucson. Atingida na cabeça, Giffords permanece internada.

Nas acusações, os investigadores disseram ter encontrado um envelope na residência do rapaz com frases escritas à mão: \"Eu planejei antecipadamente\" e \"Meu assassinato\", além do nome \"Giffords\" e o que parecia ser a assinatura de Loughner.

O jovem está sob custódia do FBI, a polícia federal dos EUA. A polícia ainda procura um segundo suspeito, provável cúmplice de Jared.

As autoridades investigam se há motivação política no crime, em um estado em que o clima estava acirrado desde a campanha eleitoral das eleições de novembro passado.



(G1.com)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mundo

OMS afirma que China deve fornecer dados sobre origens da covid-19

15/07/2021 17:00
Mundo

Suspeitos de assassinato do presidente do Haiti são mortos a tiros

08/07/2021 11:00
Mundo

Covid-19: anticorpos podem durar até 12 meses após infecção

08/07/2021 10:00
Presidente do Haiti é assassinado em casa durante a noite, diz premiê
Mundo

Presidente do Haiti é assassinado em casa durante a noite, diz premiê

07/07/2021 07:30
Presidente do Haiti é assassinado em casa durante a noite, diz premiê
Mundo

Onda de calor recorde nos EUA e Canadá mata 45 no Estado do Oregon

01/07/2021 17:30
Últimas Notícias