Dourados – MS segunda, 06 de julho de 2020
Dourados
28º max
19º min
Informe C

O jeito petista de se manifestar

10 Mar 2016 - 09h04
O jeito petista de se manifestar -
Usando como mote o Dia da Mulher, menos de 50 petistas (entre eles o vereador Dirceu Longhi, presidente municipal do PT), sindicalistas e representantes de movimentos sociais, foram à Praça Antônio João na tarde de anteontem para defender também, além dos direitos femininos, o Lula. A mobilização, como previu essa coluna, pregou no deserto. Mas, como comentou no Facebook a jornalista Marli Lange, "com discursos inflamados contra a atuação do juiz federal Sérgio Moro, eles ainda atacam a imprensa, chamando-a de corrupta, colocando todos os veículos na mesma vala, como imprensa ‘marrom’. O evento seria para homenagear as mulheres, convidaram a imprensa para cobrir e ainda falam mal dela".


##### Faz tempo


Ao dizer durante evento em Caxias do Sul (RS) que a oposição "quer dividir o Brasil", a presidente Dilma Rousseff (PT) cometeu um grande equivoco: na verdade, o País está cortado ao meio desde a eleição presidencial de 2014. Senão vejamos os números: no 2º turno, Dilma teve 51,64% dos votos, enquanto Aécio Neves (PSDB) cravou 48,36%. Diferença, portanto, de 3,28%. E o DEM  protocolou queixa-crime no Ministério Público  de SP contra Lula  por incitação ao crime. O líder do DEM na Camara, Pauderney Avelino, argumentou que, ao convocar os militantes "para a guerra", ele cometeu um delito contra a paz pública, pois "o ex-presidente está dividindo o País em nós e eles".

##### Jornada dupla


Leitor do "Informe C" citou que "as manifestações anti-Dilma já estavam sendo marcada ha muito tempo, para o próximo domingo. Só que depois da ‘prisão’ do Lula, o PT quer ir às ruas na mesma data para, segundo a militância para apoia-lo. Mas eu vejo como uma afronta a liberdade de quem quer manifestar, sem violência. Isso é uma afronta a democracia pois certamente querem confusão. Temos que impedir isso. Se querem se manifestar, faça em outra data. Todos merecem demonstrar sua vontade nas ruas."

##### Menos uma


O Detran/MS conseguiu na Justiça a suspensão da obrigatoriedade de exame toxicológico. Decisão de terça-feira derrubou a deliberação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que exigia a realização do procedimento para a obtenção e renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), nas categorias C, D e E. O Detran alegou que nova medida iria provocar demora nos processos da CNH, situação que ameaçaria ao direito de trabalho e o alto custo do exame.

##### Prosseguindo


A luta contra a cobrança obrigatória da vistoria para veículos com mais de cinco anos de fabricação pelo Detran/MS teve uma vitória. O Tribunal de Justiça mandou um juiz julgar ação popular que tenta derrubar a taxa, criada por André Puccinelli (PMDB) e mantida por Reinaldo Azambuja (PSDB), noticiou o Midiamax. A cobrança tem sido alvo de denúncias de irregularidades desde que foi confirmada por Azambuja.

##### Deu medo...


"Nesse momento por que passa o Brasil, São Paulo é um oásis de honestidade", disse o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) em evento na Associação Comercial de São Paulo com a presença do governador, Geraldo Alckmin (PSDB). No evento, Maluf abençoou ainda uma possível candidatura de Alckmin à Presidência, afirmando que "ninguém que é governador de São Paulo pode dizer que não é candidato". Alckmin desconversou. Maluf é ex-apoiador do governo Dilma.

##### Parado


O chefe do tapa-buraco municipal, Vanderlei Carneiro está frustrado. São Pedro abriu as torneiras ontem, de novo, interrompendo os serviços de reparos das vias públicas que estavam embalados. Foram mais de 20 milimetros somente até às 9h.


### BATE REBATE


Segundo a coluna Painel da Folha de S. Paulo, a presidente Dilma vai oferecer um ministério ao ex-presidente Lula para evitar que ele possa ser preso na Lava Jato, pois o governo acredita que fortes indícios apontam para a tentativa de levá-lo à prisão.

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) foi eleita presidente da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado no lugar de Delcídio do Amaral (PT), investigado por suspeita de obstruir a Operação Lava Jato.

A ponte sobre o rio Brilhante na BR 267 – entre Maracaju e Rio Brilhante, está com uma das suas colunas de concreto abalada pelas enchentes. Por isso, o DNIT suspendeu o tráfego de caminhões e carretas naquele local para prevenir mais estragos com o grande peso desses veículos.

A delação do senador Delcídio  do Amaral (PT) traz citações a vários políticos, incluindo o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e o líder da oposição, senador Aécio Neves (PSDB-MG). A informação foi publicada ontem na Folha de S. Paulo


### INFORME CURURU


Nunca mais lavei meu carro, vai que ele fica preso no lava jato

Deixe seu Comentário