Dourados – MS domingo, 27 de setembro de 2020
Dourados
36º max
24º min
Meio ambiente

Campo Grande sedia Simpósio Internacional de araras e papagaios

20 Nov 2015 - 09h33
Com 82 espécies catalogadas, o Brasil possui o maior número de espécies de psitacídeos. - Crédito: Foto: DivulgaçãoCom 82 espécies catalogadas, o Brasil possui o maior número de espécies de psitacídeos. - Crédito: Foto: Divulgação
Começa nesta sexta-feira e segue até domingo, o 9° Simpósio Internacional de Psitacídeos, com o tema Brasil: Terra dos Papagaios, no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camilo, situado no Parque dos Poderes, em Campo Grande.

Inédito no país, o evento reúne profissionais e pesquisadores do mundo inteiro para discutir ações de conservação, genética, saúde, reintrodução de espécies da natureza e tráfico desses animais. A realização é da organização sem fins lucrativos Parrots Internacional em conjunto com o Instituto Arara Azul.

“Com 82 espécies catalogadas, o Brasil possui o maior número de espécies de psitacídeos do planeta e essa riqueza garante ao país o título de terra dos papagaios”, complementa Mark Stafford, Presidente da Parrots International.

Para a presidente do Instituto Arara Azul e professora do Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional da Uniderp, Neiva Guedes, “sediar este evento em Mato Grosso do Sul é sinônimo de reconhecimento e valorização da biodiversidade do nosso Pantanal”. A bióloga ainda compartilha que serão apresentados diversos estudos e pesquisas sobre a família das araras, periquitos e papagaios na natureza.
Neiva integra o time de 21 palestrantes do evento e vai expor os resultados do trabalho desenvolvido há 26 anos pelo Projeto Arara Azul, que realiza o manejo e promove a conservação da espécie em seu ambiente natural. A Uniderp é parceira das pesquisas desde 1994.

Outro trabalho regional apresentado é de autoria da doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional Sustentável da Uniderp Larissa Tinoco Barbosa. Pesquisadora do Instituto Arara Azul, a bióloga discorrerá sobre o sucesso reprodutivo das araras-canindé na área urbana de Campo Grande.

Entre os conferencistas estão, ainda, representantes da Alemanha, Estados Unidos, Porto Rico, Espanha, Catar, Bolívia, Filipinas e Reino Unido. Também desembarcam em Campo Grande participantes de outros países, como Dinamarca, Italia, Canadá, Inglaterra, Costa Rica e Holanda.

O ponto alto da conferência será a apresentação do pesquisador Norte-americano Thomas White que trabalha com a recuperação e reintrodução do Papagaio de Porto Rico, local que teve a população desses animais extremamente reduzida na década de 60.

No sábado, os participantes do evento poderão conhecer o Turismo de Observação do Projeto Aves Urbanas – Araras na cidade de Campo Grande.

Durante o encerramento do evento, está prevista a reunião para a Conservação da Arara Azul, que deve acontecer em uma das salas do Centro de Convenções
O formulário de inscrição e a programação completa do evento podem ser conferidos no site www.pisymposium.org.

Os psitacídeos caracterizam-se pelo bico encurvado, com a mandíbula superior recurvada sobre a inferior. Esta forma de bico é uma adaptação à alimentação à base de sementes e frutos. Estas aves são, normalmente, muito coloridas e algumas espécies são capazes de aprender a reproduzir sons de fala humana. Algumas espécies, como as cacatuas e as calopsitas, possuem uma crista móvel.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Convênio garante mais R$ 1,351 milhão para ações de combate a incêndios em MS
Meio Ambiente

Convênio garante mais R$ 1,351 milhão para ações de combate a incêndios em MS

26/09/2020 17:06
Convênio garante mais R$ 1,351 milhão para ações de combate a incêndios em MS
Governo e setor florestal articulam combate às queimadas e prevenção de incêndios
Meio Ambiente

Governo e setor florestal articulam combate às queimadas e prevenção de incêndios

26/09/2020 16:38
Governo e setor florestal articulam combate às queimadas e prevenção de incêndios
Veterinários do CRAS já trataram 17 animais vítimas das queimadas em MS
Meio Ambiente

Veterinários do CRAS já trataram 17 animais vítimas das queimadas em MS

26/09/2020 10:02
Veterinários do CRAS já trataram 17 animais vítimas das queimadas em MS
Ar seco se espalha e calorão volta, com baixa umidade do ar
Dourados

Ar seco se espalha e calorão volta, com baixa umidade do ar

26/09/2020 07:37
Ar seco se espalha e calorão volta, com baixa umidade do ar
Com provas suficientes, PF poderá indiciar fazendeiros por queimadas no Pantanal
Queimadas

Com provas suficientes, PF poderá indiciar fazendeiros por queimadas no Pantanal

25/09/2020 15:43
Com provas suficientes, PF poderá indiciar fazendeiros por queimadas no Pantanal
Últimas Notícias