Dourados – MS quarta, 28 de fevereiro de 2024
35º
IPVA parcela 2
Meio Ambiente

Ainda no período de defeso, PMA faz operação com foco na prevenção à pesca predatória

Apesar do foco ser a fiscalização à pesca, outros tipos de crimes ambientais serão fiscalizados

12 Fev 2024 - 06h30Por Comunicação PMA
Ainda no período de defeso, PMA faz operação com foco na prevenção à pesca predatória - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

A pesca segue fechada no período de Carnaval em todos os rios de Mato Grosso do Sul, com exceção a modalidade pesque-solte, permitida desde o dia 1º de fevereiro. A Polícia Militar Ambiental começou na sexta-feira (9) a Operação Carnaval com foco principal na prevenção e repressão à pesca predatória, no sentido de evitar que pessoas que vão pescar cometam infrações.

De acordo com o CPAmb (Comando de Policiamento Ambiental), a estratégia começa por reforçar ainda mais o policiamento, contando com o efetivo administrativo no monitoramento do pesque-solte no leito do rio Paraguai, evitando assim a pesca predatória ali.

Outras cidades com tradição carnavalesca e com tradições pesqueiras por possuir rios piscosos e que receberão maior número de turistas, tais como Bonito, Jardim, Coxim, Rio Verde de Mato Grosso, Aquidauana, Dourados e Miranda, também recebem enfoque especial.

Os batalhões desses municípios receberão efetivo de outras subunidades situadas em cidades que não receberão muitos turistas durante o Carnaval, porém, sem descobrir a fiscalização. Equipes do 1º BPMA farão fiscalização, especialmente, nos municípios de Aquidauana, Corumbá, Miranda, Coxim, São Gabriel do Oeste, Rio Negro e Bonito, com barreiras e fiscalização fluvial.

Apesar do foco ser a fiscalização à pesca, outros tipos de crimes ambientais serão fiscalizados, tais como o desmatamento ilegal, exploração ilegal de madeira, incêndios, às carvoarias ilegais e o transporte de carvão e de outros produtos florestais e outros crimes contra a flora, crimes contra a fauna, bem como transporte e uso de produtos perigosos e os empreendimentos que trabalham com atividades potencialmente poluidoras.

Já o 2º BPM, responsável pela bacia do rio Paraná, também reforçará os trabalhos, contando com todo o efetivo, inclusive o efetivo administrativo. Além disso, os postos próximos as cachoeiras e corredeiras durante receberão reforços.

Crimes de outra natureza diferente da ambiental também serão coibidos nas barreiras e fiscalizações ambientais da PMA, como têm sido realizados nos trabalhos rotineiros, quando se tem apreendido drogas, armas, contrabando, veículos furtados e roubados, entre outros.

Pesca irregular pode levar à prisão

O CPAmb alerta que o desrespeito à legislação pesqueira pode levar os infratores a prisão e serem encaminhados à Delegacia de Polícia Civil para lavratura do auto de prisão em flagrante, podendo, se condenados, pegar pena de um a três anos de detenção.

Além do mais, terão todo o material de pesca e mais motor de popa, barcos e veículos utilizados na infração apreendidos, além de serem multados administrativamente em um valor que varia de R$ 700 a R$ 100 mil, mais de R$ 20 por por quilograma do pescado irregular. Outros crimes e infrações ambientais também preveem penas que podem chegar a R$ 50 milhões.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Emenda altera texto original e pesca do Dourado pode continuar proibida por um ano
ALEMS

Emenda altera texto original e pesca do Dourado pode continuar proibida por um ano

28/02/2024 07:00
Emenda altera texto original e pesca do Dourado pode continuar proibida por um ano
Governo de MS prepara atuação para temporada de incêndios florestais no Pantanal
Meio Ambiente

Governo de MS prepara atuação para temporada de incêndios florestais no Pantanal

27/02/2024 08:30
Governo de MS prepara atuação para temporada de incêndios florestais no Pantanal
Central de Custódia participa de encontro "Diálogos sobre Logística Reversa no Centro Oeste"
Meio ambiente

Central de Custódia participa de encontro "Diálogos sobre Logística Reversa no Centro Oeste"

27/02/2024 08:00
Central de Custódia participa de encontro "Diálogos sobre Logística Reversa no Centro Oeste"
Nova Ferroeste inicia estudos indígenas complementares no Paraná e Mato Grosso do Sul
Sustentabilidade

Nova Ferroeste inicia estudos indígenas complementares no Paraná e Mato Grosso do Sul

26/02/2024 22:00
Nova Ferroeste inicia estudos indígenas complementares no Paraná e Mato Grosso do Sul
Ibama restringe uso de agrotóxico prejudicial a abelhas
Reavaliação ambiental

Ibama restringe uso de agrotóxico prejudicial a abelhas

25/02/2024 22:30
Ibama restringe uso de agrotóxico prejudicial a abelhas
Últimas Notícias