Dourados – MS quarta, 18 de setembro de 2019
Louise Torres

Tendência de comportamento que influencia o consumo

Você sabe o que é Marketing de causa?

12 Fev 2019 - 14h01

Causa, segundo o dicionário, é o princípio, razão ou origem de alguma coisa; motivo. Mas também é o interesse coletivo à partir do qual um grupo se rege. E é sobre essa causa que vamos falar aqui.

A Edelman Earned Brand, um estudo global anual de como as marcas ganham, fortalecem e protegem suas relações com os consumidores, conduzida pela agência de consultoria, líder em Relações Públicas, Edelman Intelligence, avaliou a percepção das pessoas sobre o posicionamento de marcas em relação a valores e causas.  E concluíram que mesclar a força de uma empresa/marca com a capacidade de fazer o bem e promover causas sociais é um movimento que, cada vez mais, reflete positivamente aos olhos dos consumidores brasileiros.

A maioria dos entrevistados (69%) afirmaram que compram ou boicotam uma marca em virtude de sua associação à uma questão social ou política. E essa é uma tendência em escala global, pois vem sendo observada ano a ano e só está crescendo.

O resultado da pesquisa com brasileiros:

Faixa etária de 18 a 34 anos: 70%; de 35 a 54 anos: 75% e de mais de 55 anos: 60%, consideram o posicionamento da marca ao consumir um produto ou serviço.

E ainda, 66% dos entrevistados de renda baixa, 72% de renda média e 71% de renda alta, compartilham o mesmo comportamento.

Comunicação 

O estudo também mostra que a comunicação do posicionamento da marca e de suas ações já é tão importante quanto informar sobre seus produtos e serviços. O que vai contrário ao pensamento de que boas ações não se deve alarmar. Pois deve sim, porque fazer o bem contagia!

Mais da metade dos entrevistados (55%), demonstraram intenção de compra ao serem impactados pela comunicação de uma empresa sobre seus valores ou crenças. E para 69%  das pessoas, as marcas devem facilitar a visualização de seus valores e posicionamento em seus pontos de venda.

Mais revelações: 

Capacidade de influenciar 

O estudo também revelou que os consumidores acreditam que as empresas são uma força mais efetiva de mudança do que o governo: 63% afirmaram que as marcas podem fazer mais para solucionar problemas sociais do que o poder público, e 62% acreditam que é mais fácil fazer com que as marcas resolvam problemas sociais do que conseguir que o governo faça.

 

A Re/Marca, nome que demos aos serviços de agência de comunicação e marketing do O Progresso Digital, que significa: repensar, renovar e ressignificar uma marca, nasceu acreditando exatamente nisso: no poder de influência que as marcas têm e a importância de comunicar (bem) seu propósito e seus valores.

Marcas são como pessoas 

Assim como as pessoas, elas são preenchidas de significado e conteúdo. Conseguem construir relacionamentos fortes, têm essência, propósito, se expressam... E assim como as pessoas, as marcas trilham um caminho sem fim em busca da evolução, do autoconhecimento para se posicionarem na sociedade, e de mudança e progresso constantes. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Aparelho portável facilita exames na retina
Tecnologia

Aparelho portável facilita exames na retina

16/09/2019 17:00
Aparelho portável facilita exames na retina
Pesquisa detalha distribuição dos subtipos do HIV no Brasil
Saúde

Pesquisa detalha distribuição dos subtipos do HIV no Brasil

16/09/2019 14:00
Pesquisa detalha distribuição dos subtipos do HIV no Brasil
Taxa básica de juros será definida nesta semana
Economia

Taxa básica de juros será definida nesta semana

16/09/2019 13:00
Taxa básica de juros será definida nesta semana
Nos pênaltis, GSA bate Seduc e conquista título inédito do Estadual Sub-17
Futebol

Nos pênaltis, GSA bate Seduc e conquista título inédito do Estadual Sub-17

16/09/2019 09:02
Nos pênaltis, GSA bate Seduc e conquista título inédito do Estadual Sub-17
Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 120 milhões
Loteria

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 120 milhões

16/09/2019 08:32
Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 120 milhões
Últimas Notícias