Dourados – MS sábado, 12 de junho de 2021
Dourados
23º max
13º min
Literatura

Feira de Bonito se consolida no calendário nacional das letras

11 Jul 2016 - 06h00
Durante quatro dias, a cidade de Bonito tornou-se o centro dos debates artísticos e literários, reunindo escritores, atores e cantores  e representantes da comunidade local. - Crédito: Foto: DivulgaçãoDurante quatro dias, a cidade de Bonito tornou-se o centro dos debates artísticos e literários, reunindo escritores, atores e cantores e representantes da comunidade local. - Crédito: Foto: Divulgação
A 2ª Feira Literária de Bonito (Flib), realizada de quarta-feira a sábado, foi encerrada com a constatação de que o evento se consolidou no calendário nacional dos grandes eventos literários, proporcionando troca de conhecimentos entre autores de diversos estados, acesso do público, principalmente o infanto-juvenil, à formação do leitor e participação, também, de renomados nomes da cultura, do teatro e da música brasileiros.


Os grandes momentos da feira, conforme os organizadores, foram os contatos dos escritores e poetas com o público, onde cada um apresentou uma resenha de suas produções e da importância da leitura na formação cultural do País; o show de abertura de Tico Santa Cruz ficou cravado como marco inicial do evento; as memórias de Paulo Betti, apresentadas nuas, no palco, emocionaram o público com histórias de sua vida e, no encerramento, a eletricidade e o talento de Tetê Espíndola, uma defensora do meio ambiente já na época do Lírio Selvagem, levou o encanto de uma das mais potentes vozes femininas da música popular brasileira à capital do Turismo Ecológico no País.

Palco


A história de Paulo Betti por si só daria uma grande novela. Contando fatos de seu cotidiano, sua infância e lembranças da vida de sua família, Paulo desnudou a alma diante de um público de cerca de 3 mil pessoas no terceiro dia de Feira Literária de Bonito, em sua Autobiografia Autorizada, em que interagiu com o público por mais de uma hora e meia, em uma conversa descontraída e bem humorada, que despertou a atenção da plateia. Ele repetiu parte da performance no bate papo com o artista na sexta-feira.

Douradense


O escritor de Dourados, Luciano Serafim participou do "Dedo de Prosa", em que apresentou seu trabalho desenvolvido com o Grupo Literário Arandu e, mais recentemente, com o Arrebol Coletivo, editora de livros artesanais que criou junto com Fernanda Ebling e pela qual foram lançados seis títulos de autores sul-mato-grossenses. Serafim nasceu em Maceió, capital de Alagoas, e viveu até a adolescência entre Flexeiras e Messias, cidades da zona da mata alagoana e está em Dourados desde 1994.


O escitor afirmou estar muito feliz com a participação na Flib, que considerou espaço de diálogo que congregou escritores de diferentes regiões de Mato Grosso do Sul e do Brasil. "Foi uma alegria poder falar do Grupo Literário Arandu e do Arrebol Coletivo, dois projetos que ainda me movem a trabalhar com literatura e agradeço à curadora da Flib, Maria Adélia Menegazzo e ao escritor Samuel Medeiros pelo convite e a Karina Kristiane Vicelli, pelo apoio e carinho" .

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Bebês e Crianças

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS

17/05/2021 15:39
Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Últimas Notícias