Dourados – MS segunda, 04 de julho de 2022
Dourados
32º max
15º min
Tecnologia

Orçamento da pesquisa científica perdeu mais de R$ 80 bilhões nos últimos sete anos

Ministério da Ciência e Tecnologia afirma que o bloqueio deste ano é temporário e será revertido até o fim do exercício

02 Jun 2022 - 21h15Por Luiz Cláudio Canuto, Agência Câmara de Notícias
Júlia Bustamante: recursos representam 38% do que era investido em 2014 - Crédito: Wesley Amaral/Câmara dos DeputadosJúlia Bustamante: recursos representam 38% do que era investido em 2014 - Crédito: Wesley Amaral/Câmara dos Deputados

As perdas com cortes orçamentários em fomento à pesquisa científica e tecnológica nos últimos sete anos chegam a R$ 83 bilhões, até 2021. O número foi apresentado em audiência pública da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio da Câmara dos Deputados, que discutiu a situação do financiamento à ciência e tecnologia no Brasil.

O Observatório do Conhecimento, uma rede formada por associações e sindicatos de professores de universidades que se mobiliza para enfrentar os cortes de investimentos no ensino superior, fez o levantamento. A economista responsável pela pesquisa, Julia Bustamante, lamenta que o País tenha chegado ao patamar de 38% dos recursos disponíveis em 2014. "O mais grave é que, além da redução na previsão orçamentária, a gente tem uma redução ainda maior na execução orçamentária", completou.

O orçamento de Ciência e Tecnologia em 2022 é o menor dos últimos dez anos, alerta o presidente do Sindicato Nacional dos Gestores Públicos em Ciência e Tecnologia, Roberto Muniz. Ele frisou que a nova lei do Fundo Nacional do Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), que é a principal fonte de receitas para o setor, proibia contingenciamento de recursos, que foram recompostos com ajuda do Poder Legislativo, mas o Poder Executivo não colaborou. “A desculpa é que está afundando o teto de gastos", criticou.

Muniz também reclamou da justificativa de que os cortes seriam para custear o aumento dos servidores. "Se é que a gente pode chamar essa proposta de algum reajuste – 5% para os servidores públicos, quando os servidores públicos já perderam muito mais do que a inflação, que é de 19,9% acumulada nos três primeiros anos do governo Bolsonaro”, completou.

O secretário-executivo do Ministério da Ciência e Tecnologia, Sérgio Freitas de Almeida, disse que o bloqueio é temporário. “No caso do FNDCT, inclusive, é vedado o contingenciamento de recursos. Para nós, isso é temporário e vai ser recomposto ao longo do exercício”, afirmou.

Capes
A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) também sofrerá contingenciamento em seus recursos. O representante do Ministério da Educação na audiência foi o diretor de gestão da Capes, Anderson Lozi, que afirmou que orçamento inicialmente previa R$ 3,1 bilhões para este ano, mas emendas orçamentárias do Legislativo elevaram para R$ 3,84 bilhões. No entanto, houve contingenciamento de R$ 402 milhões. Lozi afirmou que as bolsas e periódicos estão garantidos, mas não descarta impacto no fim do ano. "Esperamos que até o segundo semestre esteja resolvida essa questão do contingenciamento", disse.

O deputado Zé Neto (PT-BA), do PT da Bahia, que pediu o debate, lembrou que, nos últimos anos, a importância da ciência e tecnologia tem sido reforçada e popularizada quotidianamente em razão dos desafios impostos pela pandemia. "Depois da pandemia, nós vimos o quanto foi importante o investimento tecnológico e científico, quando, em pouco tempo, vimos os cientistas buscando uma solução para o mundo. E tudo isso só é possível com investimento”, disse.

Segundo ele, o orçamento destinado às universidades, principal local de produção científica do País, será 12% menor em 2022 do que o destinado em 2019, antes da pandemia.

Radiofármacos
O secretário-executivo do Ministério da Ciência e Tecnologia, Sérgio Freitas de Almeida, salientou que, no bloqueio de recursos, houve cuidado de não reduzir os destinados para os radiofármacos que atendem o sistema de saúde para a realização de diagnósticos e tratamento de algumas doenças. Ele afirma que o bloqueio no ministério foi de R$ 2,92 bilhões.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Projeto 60+: Inclusão digital da melhor idade já está presente em 16 cidades de MS
Internet

Projeto 60+: Inclusão digital da melhor idade já está presente em 16 cidades de MS

30/06/2022 15:15
Projeto 60+: Inclusão digital da melhor idade já está presente em 16 cidades de MS
Avanços tecnológicos na mobilidade urbana prometem mais qualidade de vida
Tecnologia

Avanços tecnológicos na mobilidade urbana prometem mais qualidade de vida

30/06/2022 09:45
Avanços tecnológicos na mobilidade urbana prometem mais qualidade de vida
CCT do Senado vota projeto que institui Política Nacional de Inteligência Artificial
Tecnologia

CCT do Senado vota projeto que institui Política Nacional de Inteligência Artificial

29/06/2022 08:15
CCT do Senado vota projeto que institui Política Nacional de Inteligência Artificial
Em 10 anos, inteligência artificial pode ter sentimento, diz executivo
Tecnologia

Em 10 anos, inteligência artificial pode ter sentimento, diz executivo

24/06/2022 17:00
Em 10 anos, inteligência artificial pode ter sentimento, diz executivo
Google anuncia 500 mil bolsas de estudo para jovens
Tecnologia

Google anuncia 500 mil bolsas de estudo para jovens

21/06/2022 11:35
Google anuncia 500 mil bolsas de estudo para jovens
Últimas Notícias