Dourados – MS domingo, 26 de setembro de 2021
Dourados
36º max
19º min
Institucional - Setembro
Tecnologia

Conheça os principais problemas de segurança do Facebook

04 Abr 2011 - 18h40
Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, maior rede
social do mundo - Crédito: Foto: R. Galbraith/ReutersMark Zuckerberg, fundador do Facebook, maior rede social do mundo - Crédito: Foto: R. Galbraith/Reuters
A maior rede social do mundo, o Facebook, ainda precisa crescer bastante no Brasil para superar o Orkut, que é líder no Brasil no segmento. O grande número de usuários em outros países, porém, já garantiu ao Facebook alguns problemas de segurança – principalmente relacionados a spam patrocinado. O site tem uma equipe especializada para cuidar de seus usuários, mas não tem conseguido impedir todos os golpes. Conheça os golpes mais comuns no Facebook na coluna Segurança digital de hoje.

Se você tem alguma dúvida sobre segurança da informação (antivírus, invasões, cibercrime, roubo de dados, etc), vá até o fim da reportagem e utilize a seção de comentários. A coluna responde perguntas deixadas por leitores todas as quartas-feiras.

Boyd conta que falhas no Facebook são usadas para postar automaticamente conteúdo nos murais de vítimas que clicam em um link malicioso – isso quando as vítimas não estão tentando tirar proveito de algum código para “ver conteúdo restrito” na rede social. Códigos são oferecidos para destravar álbuns – semelhante ao que também acontece no Orkut. E usuários colocam esse código no navegador, gerando mensagens de spam em sua conta e na dos amigos.

A informação capturada pelos questionários dos spammers é vendida para alguma empresa de marketing e provavelmente será usada para gerar mais spam – isso quando o usuário não é forçado a assinar algum serviço para celular, como torpedos ou toques.

Vírus
O Facebook agiu de forma pesada contra pragas digitais. É uma situação diferente da do Orkut, no qual vários apps maliciosos já foram encontrados, e até do Twitter, no qual ataques do tipo Cross-site Scripting (em que um clique numa página qualquer faz um tuite aparecer em sua conta) foram usados para disseminar vírus.

É claro que o Facebook tem problemas com vírus. A praga mais comum é o Koobface, que recebeu seu nome justamente devido à sua atuação na rede social. Uma praga multiplataforma também usa o site para se espalhar e foi inicialmente confundida com o Koobface por conta disso.

Esses vírus normalmente dão o controle total dos sistemas infectados aos seus responsáveis, permitindo atividades lucrativas para os criminosos, como envio de spam, por exemplo. Eles se espalham por postagens nos murais e recados.

Para evitá-los, o melhor é tomar cuidado com os links que clica na rede, mantendo o navegador web e o sistema operacional atualizados para impedir a instalação automática de pragas virtuais. Com o navegador e o sistema atualizados, normalmente será possível cancelar o download de um vírus, caso um link malicioso venha a ser clicado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geladeira Solar é fabricada no Brasil com autonomia de 36 horas sem Sol e já vendeu mais de 2.000 unidades
Tecnologia

Geladeira Solar é fabricada no Brasil com autonomia de 36 horas sem Sol e já vendeu mais de 2.000 unidades

23/09/2021 13:30
Geladeira Solar é fabricada no Brasil com autonomia de 36 horas sem Sol e já vendeu mais de 2.000 unidades
Robô substitui agrotóxicos por laser para remover “ervas daninhas”
Tecnologia

Robô substitui agrotóxicos por laser para remover “ervas daninhas”

17/09/2021 13:30
Robô substitui agrotóxicos por laser para remover “ervas daninhas”
Empresa cria boné solar, que pode carregar seu celular
Tecnologia

Empresa cria boné solar, que pode carregar seu celular

13/09/2021 08:30
Empresa cria boné solar, que pode carregar seu celular
Barbosinha destaca importância de programa que leva internet para áreas rurais de MS
Tecnologia

Barbosinha destaca importância de programa que leva internet para áreas rurais de MS

08/09/2021 09:30
Barbosinha destaca importância de programa que leva internet para áreas rurais de MS
Geladeira Solar é fabricada no Brasil com autonomia de 36 horas sem Sol e já vendeu mais de 2.000 unidades
Tecnologia

Geladeira Solar é fabricada no Brasil com autonomia de 36 horas sem Sol e já vendeu mais de 2.000 unidades

07/09/2021 16:00
Geladeira Solar é fabricada no Brasil com autonomia de 36 horas sem Sol e já vendeu mais de 2.000 unidades
Últimas Notícias