Dourados – MS sábado, 25 de maio de 2024
13º
ALEMS

Professor Rinaldo fala de mecanismos para reduzir violência e apresenta projeto

Na tribuna, ele citou um crime que ocorreu no município de Água Clara, onde uma mulher teve o corpo queimado pelo namorado

12 Abr 2024 - 07h00Por Heloíse Gimenes, Agência ALEMS
Deputado Professor Rinaldo Modesto na tribuna da ALEMS - Crédito: Luciana Nassar/ALEMSDeputado Professor Rinaldo Modesto na tribuna da ALEMS - Crédito: Luciana Nassar/ALEMS

Na sessão ordinária de quinta-feira (11), o deputado Professor Rinaldo Modesto (Podemos) destacou a importância de adotar conteúdos e práticas que contribuam para combater a violência contra as mulheres. Na tribuna, ele citou um crime que ocorreu no município de Água Clara, onde uma mulher teve o corpo queimado pelo namorado.

“Infelizmente, somente neste ano foram registrados 11 feminicídios em Mato Grosso do Sul. Embora os órgãos competentes do Estado têm trabalhado na mesma direção, a violência contra a mulher tem sido recorrente. As escolas precisam promover ações que focalizem o problema da violência doméstica e familiar contra as mulheres, para que as futuras gerações não sofram agressões verbal, física, psicológica, moral e sexual”, disse.

Professor Rinaldo é autor da Lei 5.539 de 2020, que inclui o ensino de noções básicas da Lei Maria da Penha como conteúdo transversal nas escolas públicas do Estado, com o objetivo de ampliar a divulgação da lei, fomentar a reflexão crítica, conscientizar sobre denúncias e prevenir as práticas de violência.

O parlamentar também pediu a aprovação do projeto que aumenta a rigidez na punição do crime. Para Mara Caseiro (PSDB), a violência doméstica é caracterizada pela imposição ou pretensão de subordinação e controle do gênero masculino sobre o feminino. “Por isso, o papel da educação é primordial para desfazer essa reprodução da ideia de submissão da mulher. O machismo está arraigado na cultura e é um dos principais elementos perpetuadores dos atos violentos”, falou Mara.

Zeca do PT e Coronel David (PL) somaram-se ao pronunciamento e defenderam também a educação como forma de evitar a violência contra a mulher.

Projeto de Lei

Ao fim do discurso na tribuna, Professor Rinaldo apresentou Projeto de Lei, que institui mecanismo para coibição da violência contra a mulher, e dá outras providências.

Segundo a proposta, o acionamento dos serviços públicos do Estado para o atendimento à mulher vítima de violência sujeitará o agressor à multa e ao ressarcimento das despesas decorrentes do respectivo atendimento.

A multa será aplicada considerando a capacidade econômica do agressor e a gravidade da infração, não podendo ser inferior a 10 e nem superior a 10.000 Uferms.

A multa será aumentada em 2/3, caso a violência seja empregada com o uso de arma de fogo. E, aplicada em dobro, quando ocorrer reincidência, ainda que genérica.

O ressarcimento das despesas decorrentes do atendimento levará em consideração os custos operacionais com a disponibilidade de pessoal e material necessários ao atendimento, bem como os custos para acolhimento da mulher em casa de abrigo ou lar substituto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Novo delegado-geral assume comando do trabalho da Polícia Civil de MS de repressão à criminalidade
Segurança Pública

Novo delegado-geral assume comando do trabalho da Polícia Civil de MS de repressão à criminalidade

24/05/2024 19:30
Novo delegado-geral assume comando do trabalho da Polícia Civil de MS de repressão à criminalidade
Prefeitura entrega sede própria para Grupamento Especializado de Motopatrulhamento
Segurança Pública

Prefeitura entrega sede própria para Grupamento Especializado de Motopatrulhamento

23/05/2024 22:45
Prefeitura entrega sede própria para Grupamento Especializado de Motopatrulhamento
Eficazes contra arremesso de celulares, telas de proteção serão expandidas em presídios de MS
Segurança

Eficazes contra arremesso de celulares, telas de proteção serão expandidas em presídios de MS

22/05/2024 11:00
Eficazes contra arremesso de celulares, telas de proteção serão expandidas em presídios de MS
Ação de Cidadania na PED alcança mais de 2,6 mil internos com atendimentos médicos e imunizações
Dourados

Ação de Cidadania na PED alcança mais de 2,6 mil internos com atendimentos médicos e imunizações

21/05/2024 12:00
Ação de Cidadania na PED alcança mais de 2,6 mil internos com atendimentos médicos e imunizações
Com obras na Máxima, Agepen reforça controle de segurança e combate a lançamentos de ilícitos
Segurança

Com obras na Máxima, Agepen reforça controle de segurança e combate a lançamentos de ilícitos

20/05/2024 18:00
Com obras na Máxima, Agepen reforça controle de segurança e combate a lançamentos de ilícitos
Últimas Notícias