Dourados – MS segunda, 22 de abril de 2024
21º
Sociedade

Da linha de produção às prateleiras: O impacto da migração das indústrias para o varejo

19 Fev 2024 - 17h30Por  Lucien Newton*
Da linha de produção às prateleiras: O impacto da migração das indústrias para o varejo -

Nos últimos anos, uma tendência notável vem transformando o cenário empresarial, à medida que indústrias tradicionais buscam expandir suas operações para o competitivo mercado do varejo. Esse movimento estratégico representa uma mudança significativa na dinâmica dos negócios, promovendo uma fusão entre produção e consumo. As empresas industriais estão adaptando suas estratégias para entrar no mercado varejista de várias maneiras, incluindo o desenvolvimento de experiências de marca diretas ao consumidor, investimento em tecnologia para suportar vendas online e físicas, e a utilização de dados para entender melhor o comportamento do seu público-alvo. Além disso, muitas estão formando o negócio para crescer no modelo de franquia e expandir rapidamente com risco minimizado. Essas estratégias permitem que não apenas vendam seus produtos, mas também construam relações mais fortes com seus clientes finais.

Alguns fatores combinados com o modelo de franquia, reduzem o risco e o investimento inicial para a expansão, e incentivam cada vez mais a se estabelecerem no segmento. São eles:

Controle sobre a marca: Ter lojas próprias permite que a indústria controle a apresentação e o marketing de seus produtos diretamente aos consumidores.

 - Aumento da margem de lucro: Vender diretamente ao consumidor final pode aumentar as margens de lucro, eliminando intermediários.

Feedback direto do consumidor: Lojas próprias oferecem um canal direto de feedback dos clientes, permitindo ajustes rápidos em produtos e estratégias.

 - Expansão da presença de mercado: Abrir lojas próprias ou franquias permite que a marca expanda sua presença no mercado de forma mais controlada.

 - Diversificação de receitas: Entrar no varejo e diversificar as fontes de receita da indústria, reduzindo a dependência de vendas B2B.

Vale ressaltar, que para conquistar a confiança do consumidor, as indústrias podem adotar estratégias como oferecer produtos de alta qualidade com garantias, criar experiências de compra personalizadas e envolventes, investir em um excelente atendimento ao cliente, e comunicar abertamente suas práticas sustentáveis e éticas. Além disso, a utilização de feedback dos clientes para melhorar produtos e serviços, e a transparência em relação à origem e ao processo de fabricação dos produtos são fundamentais.

Entretanto, esse movimento não está isento de desafios. A transição para o setor varejista inclui a necessidade de desenvolver competências em vendas diretas ao consumidor, gerenciamento de lojas físicas e online, logística de distribuição e adaptação à dinâmica de preços e promoções. A construção de uma experiência de marca coesa entre canais e a competição com redes estabelecidas são desafios significativos. Esses fatores requerem um investimento substancial em tecnologia, treinamento e marketing, e claro, a contratação de consultorias especializadas em franchising e varejo, como a 300 consultoria que faz a formatação do negócio.

É importante ter claro, que a entrada no setor de varejo intensifica a concorrência, obrigando o comércio a inovar e melhorar suas ofertas e serviços. Isso pode resultar em uma maior variedade de produtos para os consumidores e pressionar os preços para baixo. Além disso, as indústrias trazem competências de produção que podem se traduzir em vantagens competitivas, como a capacidade de responder rapidamente às mudanças na demanda dos consumidores. Também é preciso fazer um bom estudo para que os atuais distribuidores da indústria não percebam uma concorrência direta em relação ao fornecedor com o próprio cliente. Neste caso, um caminho a ser adotado no estudo de canais é equilibrar margens e condições comerciais.

A migração de indústrias para o varejo, representa uma estratégia para permanecer relevante e inovadora. À medida que exploram novos territórios, estão moldando o futuro do comércio.

Lucien Newton é especialista em franquias com mais de 20 anos de experiência no setor. VP de Consultoria do Grupo 300 Ecossistema de Alto Impacto, já formatou mais de 600 projetos. Além disso, atua como professor na Especialização em Gestão de Franquias, ministrando a matéria Expansão & Vendas de Franquias, na PUC Minas. Dentre suas principais experiências estão a passagem pela expansão da Localiza, tendo sido premiado como um dos 20 executivos mais influentes do franchising. Como consultor, influenciador e palestrante, ele tem ajudado empreendedores a alcançarem o sucesso no mundo das franquias.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sicredi Centro-Sul MS/BA alcança R$ 217 milhões de resultados financeiros em 2023
Sociedade

Sicredi Centro-Sul MS/BA alcança R$ 217 milhões de resultados financeiros em 2023

19/04/2024 17:30
Sicredi Centro-Sul MS/BA alcança R$ 217 milhões de resultados financeiros em 2023
Aldeias de Dourados sonham com hospital, água e Araporã
Dia dos Povos Indígenas

Aldeias de Dourados sonham com hospital, água e Araporã

19/04/2024 08:00
Aldeias de Dourados sonham com hospital, água e Araporã
TCE-MS capacita servidores para fiscalização em licitações
Sociedade

TCE-MS capacita servidores para fiscalização em licitações

18/04/2024 14:30
TCE-MS capacita servidores para fiscalização em licitações
Artigo

Propostas regulamentam o trabalho e cadastramento de motorista de aplicativo

17/04/2024 13:30
Nota da DPU sobre Lei Nº 14.843/2024, que trata sobre restrição das saídas temporárias de preso
Sociedade

Nota da DPU sobre Lei Nº 14.843/2024, que trata sobre restrição das saídas temporárias de preso

17/04/2024 13:15
Nota da DPU sobre Lei Nº 14.843/2024, que trata sobre restrição das saídas temporárias de preso
Últimas Notícias