Dourados – MS segunda, 30 de novembro de 2020
Dourados
37º max
23º min
Imaculada-Desk
Imaculada-Mobile
POLÍTICA

Reinaldo Azambuja assina carta junto a outros 19 governadores em crítica à Bolsonaro

Presidente participou de ato pró-golpe no domingo

20 Abr 2020 - 09h28Por Redação
Presidente Jair Bolsonaro cumprimentando o governador de MS Reinaldo Azambuja. - Presidente Jair Bolsonaro cumprimentando o governador de MS Reinaldo Azambuja. -

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB) é um dos 20 governadores que assinam um manifesto conjunto, no domingo (19), em defesa da democracia e em apoio aos presidentes do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. O documento, com data de sábado (18), foi publicado neste domingo após o presidente Jair Bolsonaro ter se juntado a uma manifestação que pedia intervenção militar e fechamento do Congresso Nacional.

O Fórum Nacional dos Governadores diz que o manifesto foi motivado pelas declarações de Bolsonaro em relação à postura dos líderes do Congresso Nacional, "afrontando princípios democráticos que fundamentam nossa nação". As medidas econômicas de apoio as estados para enfrentar a pandemia de coronavírus, discutidas pela Câmara dos Deputados e o Senado, têm sido alvo de críticas da equipe do governo ao longo das últimas semanas.

O manifesto diz ainda que os governadores têm pautado suas ações na ciência e na experiência dos profissionais de saúde e de países que já enfrentam quadros mais agudos da pandemia. "Não julgamos haver conflitos inconciliáveis entre a salvaguarda da saúde da população e a proteção da economia nacional, ainda que os momentos para agir mais diretamente em defesa de uma e de outra possam ser distintos".

Os governadores defendem o diálogo, superação das diferenças e das vaidades. "A saúde e a vida do povo brasileiro devem estar muito acima de interesses políticos, em especial neste momento de crise".

O presidente discursou para o grupo de manifestantes na tarde deste domingo em frente ao Quartel General do Exército, em Brasília. Militantes gritavam pedindo o fechamento do Congresso, do STF e a instituição de um novo AI-5.

Nós não queremos negociar nada. Nós queremos é ação pelo Brasil. O que tinha de velho ficou para trás. Temos um novo Brasil pela frente. Todos, sem exceção têm que ser patriotas. Acabou a época da patifaria. É agora o povo no poder. Mais do que um direito, vocês têm obrigação de lutar pelo país de vocês. Contem com o seu presidente - afirmou Bolsonaro.
Neste domingo, houve carreatas pelo país pedindo o fim do isolamento social - medida adotada em todo o mundo para conter a pandemia de coronavírus - e com críticas ao Congresso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TSE diz que justificativas de ausência via e-Título passam de 503 mil
Eleições

TSE diz que justificativas de ausência via e-Título passam de 503 mil

29/11/2020 14:02
TSE diz que justificativas de ausência via e-Título passam de 503 mil
Alan Guedes reúne vereadores eleitos na Câmara de Dourados
MS

Alan Guedes reúne vereadores eleitos na Câmara de Dourados

29/11/2020 09:31
Alan Guedes reúne vereadores eleitos na Câmara de Dourados
Segundo turno acontece neste domingo em 18 capitais e outras 39 cidades
política

Segundo turno acontece neste domingo em 18 capitais e outras 39 cidades

28/11/2020 16:02
Segundo turno acontece neste domingo em 18 capitais e outras 39 cidades
Senadores pressionam por votação da nova lei do gás
política

Senadores pressionam por votação da nova lei do gás

28/11/2020 15:39
Senadores pressionam por votação da nova lei do gás
Câmara realiza reunião com vereadores reeleitos e eleitos neste sábado
Neste Sábado

Câmara realiza reunião com vereadores reeleitos e eleitos neste sábado

27/11/2020 15:00
Câmara realiza reunião com vereadores reeleitos e eleitos neste sábado
Últimas Notícias