Dourados – MS terça, 04 de agosto de 2020
Dourados
31º max
15º min
Campanha Parcelamento Conta
POLÍTICA

Reinaldo Azambuja assina carta junto a outros 19 governadores em crítica à Bolsonaro

Presidente participou de ato pró-golpe no domingo

20 Abr 2020 - 09h28Por Redação
Presidente Jair Bolsonaro cumprimentando o governador de MS Reinaldo Azambuja. - Presidente Jair Bolsonaro cumprimentando o governador de MS Reinaldo Azambuja. -

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB) é um dos 20 governadores que assinam um manifesto conjunto, no domingo (19), em defesa da democracia e em apoio aos presidentes do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. O documento, com data de sábado (18), foi publicado neste domingo após o presidente Jair Bolsonaro ter se juntado a uma manifestação que pedia intervenção militar e fechamento do Congresso Nacional.

O Fórum Nacional dos Governadores diz que o manifesto foi motivado pelas declarações de Bolsonaro em relação à postura dos líderes do Congresso Nacional, "afrontando princípios democráticos que fundamentam nossa nação". As medidas econômicas de apoio as estados para enfrentar a pandemia de coronavírus, discutidas pela Câmara dos Deputados e o Senado, têm sido alvo de críticas da equipe do governo ao longo das últimas semanas.

O manifesto diz ainda que os governadores têm pautado suas ações na ciência e na experiência dos profissionais de saúde e de países que já enfrentam quadros mais agudos da pandemia. "Não julgamos haver conflitos inconciliáveis entre a salvaguarda da saúde da população e a proteção da economia nacional, ainda que os momentos para agir mais diretamente em defesa de uma e de outra possam ser distintos".

Os governadores defendem o diálogo, superação das diferenças e das vaidades. "A saúde e a vida do povo brasileiro devem estar muito acima de interesses políticos, em especial neste momento de crise".

O presidente discursou para o grupo de manifestantes na tarde deste domingo em frente ao Quartel General do Exército, em Brasília. Militantes gritavam pedindo o fechamento do Congresso, do STF e a instituição de um novo AI-5.

Nós não queremos negociar nada. Nós queremos é ação pelo Brasil. O que tinha de velho ficou para trás. Temos um novo Brasil pela frente. Todos, sem exceção têm que ser patriotas. Acabou a época da patifaria. É agora o povo no poder. Mais do que um direito, vocês têm obrigação de lutar pelo país de vocês. Contem com o seu presidente - afirmou Bolsonaro.
Neste domingo, houve carreatas pelo país pedindo o fim do isolamento social - medida adotada em todo o mundo para conter a pandemia de coronavírus - e com críticas ao Congresso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ministro exonera diretor de secretaria de operações integrada
Brasil

Ministro exonera diretor de secretaria de operações integrada

04/08/2020 16:34
Ministro exonera diretor de secretaria de operações integrada
Durante sessão ordinária, Câmara de Dourados recebe deputado federal Vander Loubet para prestação de contas
Política

Durante sessão ordinária, Câmara de Dourados recebe deputado federal Vander Loubet para prestação de contas

04/08/2020 16:02
Durante sessão ordinária, Câmara de Dourados recebe deputado federal Vander Loubet para prestação de contas
Política

Homicídio de idoso poderá ter a mesma pena de crime hediondo

04/08/2020 15:32
Novo decreto municipal proíbe retomada de aulas presenciais em escolas particulares de Dourados
Dourados

Novo decreto municipal proíbe retomada de aulas presenciais em escolas particulares de Dourados

04/08/2020 15:30
Novo decreto municipal proíbe retomada de aulas presenciais em escolas particulares de Dourados
Gilmar Mendes suspende efeitos de veto sobre uso máscara em presídios
Brasil

Gilmar Mendes suspende efeitos de veto sobre uso máscara em presídios

04/08/2020 15:01
Gilmar Mendes suspende efeitos de veto sobre uso máscara em presídios
Últimas Notícias