Dourados – MS domingo, 17 de outubro de 2021
Dourados
25º max
17º min
Política

Receita alerta sobre fraudes no IRPF

18 Mar 2011 - 22h32
Marcelo de Brito diz que a Receita está fazendo cruzamento de informações de várias fontes - Crédito: Foto: Hedio Fa-zan/PROGRESSOMarcelo de Brito diz que a Receita está fazendo cruzamento de informações de várias fontes - Crédito: Foto: Hedio Fa-zan/PROGRESSO
Flávio Verão

DOURADOS – A Receita Federal do Brasil está de olho nos contribuintes que costumam sonegar informações na hora de declarar o Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF). Para evitar esse tipo de crime, a Receita lançou ação de combate a fraudes. As ações preventivas vão atuar em diferentes tipos de deduções apresentadas, principalmente quanto a recibos frios ou indicações indevidas de pagamento para planos de saúde ou hospitais.

A medida está sendo aplicada em todo o país. Em Mato Grosso do Sul são esperadas 338 mil declarações, mesma quantia do ano passado. Campo Grande é a cidade com maior volume de declarantes, algo em torno de 145.500. Já em Dourados são esperados 28.700.

Uma análise feita pela Receita apontou que muitos contribuintes deixaram de incluir em suas declarações grande parte de seus rendimentos. Por outro lado, registrou-se casos de inclusão de deduções irreais, como despesas médicas inexistentes. A intenção dos contribuintes com isso, segundo a Receita, é de diminuir o valor do imposto a pagar ou aumentar o valor do imposto a restituir.

No caso das fraudes com despesas médicas, a Receita está com um novo instrumento chamado Declaração de Serviços Médicos (Demed), que possibilita o cruzamento dos dados. Fazendo isso irá detectar ou não se o contribuinte está dizendo a verdade.

Toda essa investigação, segundo o chefe de fiscalização da Receita em Dourados, Marcelo Rodrigues de Brito, está sendo feita em razão do cruzamento de informações de várias fontes. Ele diz que a órgão identificou omissões de rendimentos e de redução da base de cálculo do imposto declarado em um grande número de contribuintes.

Somente em Dourados 600 pessoas estão sendo chamadas para prestar mais informações sobre declarações prestadas no ano passado. Os erros mais comuns, segundo Marcelo Brito, são os gastos das despesas médicas declaradas. Outros casos se referem quando a pessoa não comunica toda a sua renda ou não informa a compra de um determinado patrimônio. Neste último caso a renda do contribuinte deve comprovar que ele tem condições de adquirir o bem.

#####Grupos investigados

– De acordo com a receita, os principais grupos de contribuintes que serão investigados são: profissionais liberais com indícios de omissão de rendimentos recebidos de seus clientes; aplicadores em Bolsa de Valores; contribuintes que receberam rendimentos de forma disfarçada de planos de previdência privada; grandes produtores rurais que não declaram imposto de renda ou omitem rendimentos; contribuintes com lucro na venda de imóveis e sem pagamento de imposto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política

Câmara recebe proposta orçamentária para 2022 e receita de Dourados é de R$ 1.2 bilhão

16/10/2021 14:00
Deputados aprovam projeto de combate ao crime stalking em MS
Política

Deputados aprovam projeto de combate ao crime stalking em MS

15/10/2021 10:00
Deputados aprovam projeto de combate ao crime stalking em MS
Faltam investimentos para a educação infantil em Dourados
Política

Faltam investimentos para a educação infantil em Dourados

10/10/2021 10:00
Faltam investimentos para a educação infantil em Dourados
Mato Grosso do Sul completa 44 anos sendo um dos mais competitivos
Política

Mato Grosso do Sul completa 44 anos sendo um dos mais competitivos

10/10/2021 09:00
Mato Grosso do Sul completa 44 anos sendo um dos mais competitivos
Aprovado projeto de Marçal que garante parto humanizado
Política

Aprovado projeto de Marçal que garante parto humanizado

10/10/2021 08:00
Aprovado projeto de Marçal que garante parto humanizado
Últimas Notícias