Dourados – MS sexta, 03 de julho de 2020
Dourados
20º max
min
Política

Ministro Lobão prevê falta de etanol

06 Jun 2011 - 22h29
Ministro Edison Lobão diz que pode faltar etanol no país - Crédito: Foto : Valter Campanato – AbrMinistro Edison Lobão diz que pode faltar etanol no país - Crédito: Foto : Valter Campanato – Abr
São Paulo - O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse ontem que podem ocorrer novos problemas de abastecimento de etanol no país. Segundo ele, assim como ocorreu neste ano, pode haver falta do combustível em postos durante a próxima entressafra da cana-de-açúcar, que ocorre nos primeiros meses do ano. Esse problema poderia causar novamente uma alta no preço do produto.



“Este ano, tivemos algumas dificuldades e estamos prevendo para o próximo ano também algumas dificuldades”, afirmou Lobão, após participar da cerimônia de abertura de um congresso sobre etanol realizado em São Paulo. “Temos preocupação com a próxima safra.”


Lobão disse que, devido à possibilidade de escassez do etanol, o governo vem conversando constantemente com empresários do setor sucroalcooleiro para projetar o abastecimento de etanol para o ano que vem. Segundo ele, caso falte combustível, a mistura de etanol na gasolina pode ser reduzida para manter o preço do produto.

“Estamos conversando com os produtores para que tenhamos uma produção maior, evitando a elevação de preços”, disse ele. “Se isso não for possível, reduziremos aquilo que o governo não quer reduzir, que é mistura [de etanol na gasolina], de 25%, para 22%, para 20%.”

Em abril deste ano, durante a entressafra da cana, o governo alterou o percentual mínimo de álcool misturado à gasolina. A quantidade mínima obrigatória, que variava de 20% e 25%, passou a variar entre 18% e 25%.

Plano

O ministro Edison Lobão afirmou ontem que o governo federal trabalha em um plano decenal para aumentar a produção de açúcar e álcool no país. O plano, segundo ele, está em fase final de preparação e deve ser anunciado em breve.

O ministro disse que o plano vai traçar metas para a produção do setor sucroalcooleiro para os próximos dez anos. Essas metas serão estabelecidas projetando a demanda nacional dos produtos derivados da cana-de-açúcar.

“O plano decenal é um planejamento de demanda, de produção e de financiamento para que se obtenha os resultados desejados”, explicou o ministro, após participar da abertura de um congresso sobre etanol, em São Paulo. “Ele [o plano] está sendo concluído e acredito que, dentro de muito pouco tempo, vamos lançá-lo”.

######(Agência Brasil – ABr).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bolsonaro escolhe Renato Feder para ser novo ministro da Educação
POLÍTICA

Bolsonaro escolhe Renato Feder para ser novo ministro da Educação

03/07/2020 12:10
Bolsonaro escolhe Renato Feder para ser novo ministro da Educação
Denize Portolann assina Termo de Recondução ao mandato de vereadora
Dourados

Denize Portolann assina Termo de Recondução ao mandato de vereadora

01/07/2020 15:54
Denize Portolann assina Termo de Recondução ao mandato de vereadora
Câmara pode votar hoje proposta que adia eleições deste ano
Eleições

Câmara pode votar hoje proposta que adia eleições deste ano

01/07/2020 13:00
Câmara pode votar hoje proposta que adia eleições deste ano
Projeto

Projeto proíbe incluir nome de novo cônjuge em certidão de divórcio

01/07/2020 12:34
Publicado decreto que torna sem efeito nomeação de Decotelli
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

Publicado decreto que torna sem efeito nomeação de Decotelli

01/07/2020 09:40
Publicado decreto que torna sem efeito nomeação de Decotelli
Últimas Notícias