Dourados – MS quinta, 21 de outubro de 2021
Dourados
31º max
18º min
Política

Assembleia terá autonomia para indicar novo conselheiro

03 Mar 2011 - 22h00
André diz que Assembleia terá autonomia para indicar novo conselheiro do TC - Crédito: Foto : Rachid WaquedAndré diz que Assembleia terá autonomia para indicar novo conselheiro do TC - Crédito: Foto : Rachid Waqued
CAMPO GRANDE - O governador André Puccinelli (PMDB) afirmou ontem pela manhã que a Assembleia Legislativa terá autonomia para indicar o substituto de Celina Jallad no TCE (Tribunal de Contas do Estado).

\"Disse para o presidente da Assembleia que ele terá toda autonomia para conduzir este processo, assim que ele retornar de viagem\", comentou, durante entrega de viaturas no pátio da governadoria, referindo-se ao deputado Jerson Domingos (PMDB).

Após o falecimento da conselheira, no início da semana, alguns nomes começaram a ser cogitados para o cargo, como o do presidente Jerson Domingos, e de seus colegas Antônio Carlos Arroyo (PR) e Júnior Mochi.

Nos bastidores, também cogitou-se uma inversão na ordem de indicação. Assim, o procurador-geral de contas do TCE, Ronaldo Chadid, ocuparia a vaga agora, ficando para a Assembleia a próxima indicação. O governador negou a manobra.

\"Na época da indicação do conselheiro Cabral (José Ricardo) saiu uma decisão na Justiça determinando que a ordem de indicação deve ser obedecida\", detalhou.

Na quarta-feira, Chadid foi procurado para comentar o assunto, mas preferiu não se pronunciar.

#####ACORDO

Na prática, a indicação teria de ser feita pelo Legislativo, e o mais cotado para o cargo seria o presidente Jerson Domingos. Entretanto, o acordo para a indicação de Chadid, negado pelo governador, prevê que a vez seja passada à Procuradoria e que a próxima indicação seja feita pela Assembleia.

Isso deveria ocorrer ainda este ano, a partir da aposentadoria do conselheiro Paulo Saldanha, o mais antigo do TCE.
Em 2009, houve disputa entre auditores e procuradores para ocupar a vaga destinada ao corpo técnico, aberta a partir da aposentadoria de Ronald Albanese.

Nesta época, Chadid tentou ser indicado, mas a cadeira acabou sendo ocupada pelo auditor Iran Coelho das Neves.

Pela ordem, um integrante da procuradoria só teria vez após a indicação da Assembleia Legislativa. A reportagem procurou Chadid para comentar o possível acordo, mas ele não quis se pronunciar, conforme sua secretária.


Sua assessoria informou que ele já havia deixando o prédio do TCE e que participaria ontem de um Congresso, só podendo conversar com a reportagem após o Carnaval.

Se ocorrer algum contratempo e o acordo não prosperar, Jerson é o mais cotado para o cargo. Neste caso, o artigo 28 do Regimento Interno prevê a convocação de nova eleição apenas para o cargo vago.

Ainda conforme o regimento, logo após a renúncia, a Casa tem cinco sessões para promover a nova eleição.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Relatório de Renan Calheiros pede 68 indiciamentos
CPI da Pandemia

Relatório de Renan Calheiros pede 68 indiciamentos

21/10/2021 08:00
Relatório de Renan Calheiros pede 68 indiciamentos
Política

STF rejeita ação contra atos e falas do presidente durante a pandemia

19/10/2021 11:00
Política

CPI terá dia dedicado a ouvir parentes de vítimas da covid-19

18/10/2021 16:30
CPI da Energisa será retomada semana que vem em MS
Política

CPI da Energisa será retomada semana que vem em MS

17/10/2021 08:00
CPI da Energisa será retomada semana que vem em MS
Câmara perde recurso e vereadores terão que devolver R$ 4 milhões
Política

Câmara perde recurso e vereadores terão que devolver R$ 4 milhões

17/10/2021 07:00
Câmara perde recurso e vereadores terão que devolver R$ 4 milhões
Últimas Notícias