Dourados – MS quinta, 21 de novembro de 2019
Dourados
37º max
22º min
Dourados

Polícia Federal faz operação na Prefeitura e ex-secretário de Saúde, Renato Vidigal é preso

A investigação apura desvios de verbas públicas federais na área da saúde, na contratação de serviços de transporte e de serviços de informática para a Funsaud

06 Nov 2019 - 08h43Por Redação
Policiais deferais fazem busca e apreensões na Secretaria de Saúde - Crédito: DivulgaçãoPoliciais deferais fazem busca e apreensões na Secretaria de Saúde - Crédito: Divulgação

A Policia Federal está cumprindo neste momento dois mandados de prisões e oito de buscas e apreensões na Secretaria Munipal de Saúde de Dourados. Pelas primeiras informações, o ex-secretário de Saúde e atual coordenador do Samu (Serviço Móvel de Urgência), Renato Vidigal foi preso. Não se sabe o objetivo da detenção ou se foi apenas colher depoimento para as investigações. Existe também um segundo  mandado de prisão direcionado a outro servidor, cujo nome não foi revelado. Este não foi possivel efetuar a prisão, pois estaria viajando.

A Operação da Policia Federal denominada de Operação Purificação 2, está investigando o desvio de mais de R$ 2 milhões de recursos federais destinados a Saúde do município, mais especificamente na contratação de serviços de transporte para Secretaria Municipal de Saúde e de serviços de informática para a Fundação de Serviços de Saúde de Dourados (Funsaud). . 

O trabalho da Policia Federal é desenvolvido em conjunto com a Controladoria Geral da União, o Ministério Público Federal e o Ministério Público Estadual. 

Investigação

A investigação teve início em setembro de 2018, sendo que no curso das investigações restaram demonstrados indícios de que uma empresa, a qual fornecia refeições via contrato público através de dispensa de licitação para a Secretaria Municipal de Saúde, seria de propriedade de um ex-Secretário de Saúde e de outro servidor público municipal.

Também estão sendo investigadas fraudes em certame licitatório onde foram descobertos indícios de direcionamento para contratação de determinada empresa para o serviço de transporte da Secretaria Municipal de Saúde. Outro vértice da investigação trata do direcionamento, em razão de dispensa de licitação, para contratação de empresa de informática para realização de serviços na FUNSAUD de Dourados.

Os dados constantes da investigação apontam até o momento para indícios de desvios de verba pública, prática de crimes tipificados na Lei de Licitações e na Lei de Organização Criminosa. Estão sendo cumpridos dois mandados de prisão preventiva e oito mandados de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara Federal de Dourados/MS, no próprio município de Dourados e em Presidente Epitáfio/SP.

O nome desta fase da operação faz referência ao trabalho conjunto das diferentes Instituições, as quais estão atentas ao desvio de verbas públicas, visando ao bem estar da sociedade.

 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Quadrilha que fraudava benefícios do INSS é alvo de operação da PF
Operação

Quadrilha que fraudava benefícios do INSS é alvo de operação da PF

20/11/2019 12:07
Quadrilha que fraudava benefícios do INSS é alvo de operação da PF
“Capital” por três dias, Dourados recebe investimentos de R$ 900 milhões
Investimentos

“Capital” por três dias, Dourados recebe investimentos de R$ 900 milhões

20/11/2019 12:00
“Capital” por três dias, Dourados recebe investimentos de R$ 900 milhões
Justiça quebra sigilo e revela que marmitaria de fachada era usada para desvios na Saúde
Operação Purificação II

Justiça quebra sigilo e revela que marmitaria de fachada era usada para desvios na Saúde

20/11/2019 09:59
Justiça quebra sigilo e revela que marmitaria de fachada era usada para desvios na Saúde
Trânsito de Dourados registra 685 acidentes 7 mortes
Estatística

Trânsito de Dourados registra 685 acidentes 7 mortes

20/11/2019 07:00
Trânsito de Dourados registra 685 acidentes 7 mortes
Lava Jato cumpre mandados em Ponta Porã e ex-presidente do Paraguai, Horácio Cartes é alvo
Lavagem de dinheiro

Lava Jato cumpre mandados em Ponta Porã e ex-presidente do Paraguai, Horácio Cartes é alvo

19/11/2019 09:55
Lava Jato cumpre mandados em Ponta Porã e ex-presidente do Paraguai, Horácio Cartes é alvo
Últimas Notícias