Dourados – MS quarta, 22 de maio de 2024
20º
Dourados

Operação Honey & Meat desarticula rede de venda ilegal de produtos impróprios

Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, visando apurar a venda clandestina de mel e carne de origem duvidosa

13 Abr 2024 - 09h45Por Comunicação Polícia Civil
Operação Honey & Meat desarticula rede de venda ilegal de produtos impróprios - Crédito: Divulgação/Polícia Civil Crédito: Divulgação/Polícia Civil

Na quinta-feira (11), uma operação conjunta envolvendo a Polícia Civil do Mato Grosso do Sul, por intermédio da Delegacia Regional de Dourados, Delegacia Especializada Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros (GARRAS), Coordenadoria Geral de Perícias e Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra as Relações de Consumo (DECON), além do apoio do Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (IAGRO), Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV) e Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON) do Mato Grosso do Sul, resultou na desarticulação de uma rede de comerciantes que vendiam produtos impróprios para consumo na região.
Na ação, denominada Operação Honey & Meat, três comerciantes foram presos vendendo itens contaminados, alguns deles apresentando resíduos de insetos e corpos estranhos. Além disso, outros sete estabelecimentos foram fiscalizados durante a operação.
Entre os produtos apreendidos, destacam-se medicamentos, cigarros eletrônicos, cigarros paraguaios e outros itens contrabandeados, cujo consumo é proibido no Brasil. A DECON e o IAGRO iniciaram a operação após receberem denúncias de moradores locais sobre a venda irregular de produtos.
Após investigações, foi identificado que 14 estabelecimentos estavam envolvidos na comercialização ilegal. Três proprietários foram presos em flagrante por expor à venda alimentos impróprios (podres, contaminados) e por colocar em risco a vida dos consumidores, incluindo o comércio clandestino de botijões de gás.
Os demais comerciantes receberam orientações para adequar-se à legislação, uma vez que os produtos vendidos não ofereciam riscos à saúde pública, apenas precisavam estar em conformidade com as normas vigentes. Ao todo, aproximadamente 6000 kg de produtos sem condições de consumo foram apreendidos e descartados pelo IAGRO, seguindo a legislação ambiental.
Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, visando apurar a venda clandestina de mel e carne de origem duvidosa, em tese, os abates de bovinos e suínos ocorreriam a poucos quilômetros da cidade e seriam vendidos nos comércios em que ocorreram as prisões. A Polícia Civil, através da DECON, aguarda os resultados das perícias realizadas nos locais e nos dispositivos eletrônicos apreendidos para dar continuidade às investigações.
As informações serão encaminhadas ao Ministério Público e ao Judiciário para análise da participação dos envolvidos nos crimes identificados durante a operação.

  

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Empresa de uniforme em Dourados é alvo de operação que investiga desvios no futebol de MS
Policia

Empresa de uniforme em Dourados é alvo de operação que investiga desvios no futebol de MS

21/05/2024 14:15
Empresa de uniforme em Dourados é alvo de operação que investiga desvios no futebol de MS
Operação "Cartão Vermelho" cumpre mandados de busca e apreensão na Capital, Três Lagoas e Dourados
GAECO/MPMS

Operação "Cartão Vermelho" cumpre mandados de busca e apreensão na Capital, Três Lagoas e Dourados

21/05/2024 11:00
Operação "Cartão Vermelho" cumpre mandados de busca e apreensão na Capital, Três Lagoas e Dourados
Operação que investiga lavagem de dinheiro cumpre mandado na federação de futebol de MS
Policia

Operação que investiga lavagem de dinheiro cumpre mandado na federação de futebol de MS

21/05/2024 10:15
Operação que investiga lavagem de dinheiro cumpre mandado na federação de futebol de MS
Passageiro é preso em aeroporto de MS com 128 cápsulas de cocaína no estômago
Policia

Passageiro é preso em aeroporto de MS com 128 cápsulas de cocaína no estômago

20/05/2024 10:30
Passageiro é preso em aeroporto de MS com 128 cápsulas de cocaína no estômago
Policiais penais da máxima estavam sendo monitorados por criminosos durante atentado
Policia

Policiais penais da máxima estavam sendo monitorados por criminosos durante atentado

20/05/2024 10:00
Policiais penais da máxima estavam sendo monitorados por criminosos durante atentado
Últimas Notícias