Dourados – MS sexta, 10 de julho de 2020
Dourados
26º max
10º min
Dia-a-Dia

TJ/MS empossa novo desembargador

26 Fev 2016 - 08h59Por Marcelo Humberto Do Progresso
Paulo Alberto de Oliveira é empossado pelo presidente do TJMS, João Maria Lós. - Crédito: Foto: Elvio LopesPaulo Alberto de Oliveira é empossado pelo presidente do TJMS, João Maria Lós. - Crédito: Foto: Elvio Lopes
O presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), desembargador João Maria Lós, empossou, na tarde-noite de quarta-feira, o procurador de Justiça Paulo Alberto Oliveira no cargo de desembargador, para a 31ª vaga da instituição, preenchida pelo quinto constitucional. A próxima vaga será por indicação da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional do MS (OAB-MS).


Com o plenário lotado, Paulo Alberto de Oliveira fez um discurso de gratidão, iniciando com uma prece, agradeceu as palavras generosas dos que antecederam sua fala e pediu licença para falar com o coração. Citou os 27 anos no Ministério Público, lembrou que foi empossado como promotor de Justiça e procurador-Geral de Justiça neste mesmo plenário. Demonstrou gratidão pelas vezes em que foi bem recebido no tribunal, mencionando nominalmente muitos desembargadores.


Paulo Alberto rememorou o tempo em que trabalhou no Poder Judiciário, no início da carreira e comemorou a presença da ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Nancy Andrighi, corregedora Nacional de Justiça, a quem chamou de jurista completa, por transitar majestosamente em todas as áreas do Direito.


“Tudo tem um propósito na vida e é nas provações que temos a oportunidade de nos tornar mais fortes, pois a lapidação humana vem nas lutas e nas provas. A vontade de Deus é soberana e inegociável, portanto, eis aqui a minha redenção”, concluiu.


O momento mais emocionante da cerimônia ocorreu quando sua mãe, Maria Bernardes da Cunha Oliveira, acompanhada da ministra Nancy e da procuradora Irma Vieira de Santana e Anzoategui, colocou-lhe a toga – simbologia que traduz autoridade, prestígio e respeito.


A posse de Paulo Alberto foi uma consequencia da composição entre o Tribunal de Justiça do MS, o Ministério Público do MS e a OAB/MS que possibilitou destravar as vagas do quinto constitucional, permitindo que a mais alta corte da justiça sul-mato-grossense passe a ter mais um integrante.


O discurso de boas-vindas foi proferido pela desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges, que afirmou ter acolhido com profunda alegria a missão que lhe foi conferida. “Impossível não falar de quão honrosa é esta missão e igualmente prazerosa em função dos fraternos laços de amizade que nos unem há anos, facilitada, também, pela bela trajetória de vida que ostenta o nosso empossado”, destacou.

Deixe seu Comentário