Dourados – MS domingo, 28 de novembro de 2021
Dourados
34º max
19º min
Cassems - Rede Amo
Dia-a-Dia

Com loteamentos, região oeste se torna referência na expansão imobiliária

24 Jun 2015 - 06h00
Região oeste de Dourados abriga mais seis loteamentos privados que serão lançados em breve. - Crédito: Foto: Chico LeiteRegião oeste de Dourados abriga mais seis loteamentos privados que serão lançados em breve. - Crédito: Foto: Chico Leite
Com mais seis loteamentos em preparação para lançamento nos próximos meses, a região oeste de Dourados se consolida como a número 1 em expansão imobiliária. São mais 5.753 lotes, de tamanhos a partir de 200 m² até 360 m². Esses novos residências serão suficientes para abrigar uma população de quase 20 mil pessoas, utilizando uma média 3 pessoas por habitação.


Mesmo com o país enfrentando uma forte crise econômica, em Dourados os negócios imobiliários continuam aquecidos. Um dos novos bairros a serem lançados em breve é o Jardim Cristhais II, com 457 lotes, localizado entre o Jardim Cristhais I e o Anel Viário Norte. Será aberto inclusive um novo acesso pela Avenida Guaicurus.


O empresário Cláudio Iguma, da Imobiliária Continental, de Dourados, conta que mesmo antes do lançamento já há um número grande de consulta de pessoas interessadas na aquisição de lotes do Cristhais II. O Cristhais I, ao lado da Guaicurus, com 500 lotes, lançado no ano passado já está todo vendido e em construção de moradias.


Será um loteamento de padrão médio-alto, com lotes de 300 m², com asfalto, galerias de água pluvial e pontos de ligação de água, energia e esgoto em cada lote. Os lotes podem ser financiados. “A procura por terreno continua aquecida em Dourados. Nossa cidade é um grande centro educacional, médico e comercial”, afirma Cláudio Iguma. “Dourados continua em forte expansão econômica”, acrescenta o empresário.


A São Bento Incorporadora lança em julho o loteamento Cidade Jardim I, com 1.749 lotes, com tamanhos a partir de 200 m². Numa outra etapa a empresa lançará o Cidade Jardim II, com a mesma quantidade de lotes do primeiro. A primeira etapa já está aprovada na Prefeitura e a segunda encontra-se em tramitação. Os loteamentos ficam na região do Clube Indaiá, próximo ao Condomínio Moradas Dourados, construído pela Rodobens.


O Cidade Jardim também tem toda a infraestrutura urbana. Os lotes podem ser financiados em 144 parcelas, com 10% de entrada. A segunda etapa será uma continuidade da primeira com e no mesmo sistema. A São Bento é uma empresa de Naviraí que iniciou os investimentos em Dourados com o loteamento de alto padrão Green Ville, em frente a Embrapa no ano passado.


A nova expansão imobiliária em Dourados foi facilitada por uma medida tomada pelo prefeito Murilo em 2011, logo após assumir a Prefeitura, ao criar um projeto de lei instituindo os loteamentos sociais. Isso permitiu que as empresas fracionassem as áreas em lotes a partir de 200 m², ante os 300 m² permitidos anteriormente.


A partir da visão desenvolvimentista e estratégica do prefeito, mais pessoas puderam ter acesso aos terrenos e construir suas casas. Os loteamentos populares são vendidos em sistemas de financiamento com prestações de pouco mais de R$ 200 na parcela. Isso permitiu um novo “boom” imobiliário, que está ajudando Dourados a se manter firme durante o período de crise.


Nessa mesma região oeste, ao lado do Clube Indaiá, a VGM, incorporadora de Dourados, lança o loteamento Flor de Lotus, com 509 lotes. A empresa já lançou em Dourados os loteamentos Flor de Maio e Flor de Lis. No seu site, a empresa informa que o lançamento será em breve e que a infraestrutura será completa, com rede de água, rede de luz e rede de esgoto.


No extremo oeste, a Engepar, empresa com sede em Campo Grande, que investe em Dourados desde 2009, inicia a venda em breve de mais dois loteamentos, o Vila Toscana II com 404 lotes e o Vila Roma II, com 885 lotes. O gerente da empresa em Dourados, Carlos Simões, informa que serão lotes de tamanhos variados, a partir de 200 m². A empresa também venderá casas já construídas nesta região.


A expansão imobiliária na região oeste começou em 2009 justamente com a Engepar, que lançou a Vila Toscana e o condomínio de apartamentos Arezzo. A empresa também constrói um condomínio de iniciativa pública de 800 apartamentos, o Roma. “A Engepar já vendeu quase 3 mil unidades habitacionais nessa região e a tendência é vender muito mais. Há uma tendência de que a maior fatia do crescimento imobiliário em Dourados ocorra na região oeste, segundo avaliação das imobiliárias”, afirma Simões.


Nesse mesmo período, a Rodobens implantou o Moradoras Dourados nas proximidades do Clube Indaiá, com 700 casas já construídas e entregues. Com a nova expansão da região, há uma tendência de que a cidade se expanda rapidamente fechando toda a região de confluência do Anel Viário Norte com a BR-463 e encontrando-se com os residenciais Campinas Verde.

Deixe seu Comentário