Dourados – MS segunda, 20 de setembro de 2021
Dourados
40º max
24º min
Mundo

Príncipe de Mônaco e Charlene são declarados marido e mulher

01 Jul 2011 - 13h35
Albert II e a noiva, Charlene Wittstock, em show do The Eagles no estádio Louis II, em Mônaco, nesta quinta - Crédito: Foto: Benoit Tessier/ReutersAlbert II e a noiva, Charlene Wittstock, em show do The Eagles no estádio Louis II, em Mônaco, nesta quinta - Crédito: Foto: Benoit Tessier/Reuters
Fonte: G1


O príncipe Alberto II e Charlene Wittstock foram declarados marido e mulher nesta sexta-feira (1º), em uma cerimônia civil na Sala do Trono, em Mônaco. A ex-nadadora recebeu o título de Sua Alteza Sereníssima.

A breve cerimônia foi presidida por Philippe Narmino, presidente do Conselho de Estado do principado.

Albert II e a ex-nadadora sul-africana casam-se após cinco anos de namoro.

O casamento atraiu novamente a atenção da mídia ao pequeno país europeu às margens do Mar Mediterrâneo. A cerimônia religiosa vai ser realizada no sábado (2).


A cerimônia de casamento promete ser uma das mais marcantes na história da realeza de Mônaco desde o casamento de Grace Kelly e o pai de Albert, o príncipe Rainier, em uma suntuosa cerimônia em 1956.

Albert, soberano do principado de Mônaco, é o segundo filho da princesa Grace e o príncipe Rainier, ambos já falecidos. A imprensa internacional costumava destacar com frequência os supostos romances que ele já manteve com mulheres famosas, como Brooke Shields, Naomi Campbell e Claudia Schiffer. Ele tem uma irmã mais velha, Caroline, e outra mais nova, Stephanie.


Festa popular

Na tentativa de fazer do casamento de Estado um ato o mais popular possível, estão programadas ainda mais de 200 atrações durante os dois dias, com espetáculos de rua e musicais. Desde dias antes das cerimônias, já tremulavam no principado as bandeiras oficiais de Mônaco, da África do Sul e a do emblema oficial do casamento.

Para que ninguém perca nenhum detalhe das cerimônias em que Charlene será transformada em princesa de Mônaco, serão instalados oito grandes telas, duas delas na Praça do Palácio, uma em frente à catedral e três no píer Alberto I, transmitindo as cerimônias. Para que os cidadãos do principado não percam nada foi decretado feriado nos dois dias.

Horas antes da cerimônia, anunciada mais como uma festa popular que como um casamento real, turistas passeavam pela praça do Palácio. Para o ministro de Estado do Principado, Michel Roger, a família Grimaldi "tem há 700 anos um vínculo muito estreito com os cidadãos", e Albert II quis ressaltar esta relação convidando os súditos a compartilhar as festividades.

"É claro que existe glamour, luxo e qualidade, e estamos orgulhosos de tudo isso, mas queremos arredondar essa imagem com outra de abertura e amabilidade", afirmou nesta quinta-feira em entrevista coletiva o delegado geral de Turismo, Michel Bouquier.

A expectativa é que, nos dois próximos dias, cerca de 200 mil pessoas participem da festa, mas é justamente essa afluência em massa de visitantes a principal "ameaça" e fonte de hipotéticos problemas para o serviço de segurança.

Para os quiserem guardar uma lembrança não faltam opções disponíveis em um elegante catálogo de artigos, com preços que oscilam de 2 euros para moedas comemorativas a 480 euros no caso de um pingente com o emblema do casamento: as iniciais de Albert e Charlene, entrelaçadas em uma coroa.

Polêmicas

Albert e a noiva têm se esforçado para manter a impressão de tranquilidade, após a revista francesa "L'Express" ter informado que o casamento poderia não ocorrer. Sob o título "Albert-Charlene, Perigo sobre o casamento", a revista informa que os problemas do casal começaram na semana passada, o que levou Wittstock a partir precipitadamente de Mônaco em direção ao aeroporto de Nice, no sul da França, para subir em um voo "sem volta" para a África do Sul.

Albert os reconheceu oficialmente depois de sua chegada ao trono, mas, segundo a Constituição, eles não poderão sucedê-lo.

Convidados

Atletas, modelos e estilistas, assim como conhecidos empresários, ocupam, junto a chefes de Estado e representantes reais, um lugar destacado na lista de convidados da cerimônia religiosa.

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, assistirá à cerimônia, que espera contar também com a presença do rei Albert II da Bélgica e da família real sueca.

Para o casamento foi convidado também o conjunto de chefes de Estado dos países nos quais Albert II visitou oficialmente desde que assumiu o trono em 2005, assim como os dos países ligados à família soberana, como os Estados Unidos, Irlanda e África do Sul.

E em uma cidade tão ligada ao mundo da moda, do esporte e dos negócios, não podia faltar uma ampla representação de todos esses setores, como o presidente do COI, Jacques Rogge, e o da FIA, Jean Todt.

Atores como o escocês Gérard Butler e estilistas como Giorgio Armani, Karl Lagerfeld e Roberto Cavalli, além da modelo Naomi Campbell e Karolina Kurkova e de cantores como Andrea Bocelli são outras personalidades citadas.

Junto a elas, empresários como o presidente diretor-geral do grupo de luxo LVMH, Bernard Arnault e atletas como o jogador do Manchester United, Patrice Evra, e a ex-ginasta romena Nadia Comaneci também foram convidados para o evento.

Segurança

O diretor da Segurança Pública, André Muhlberger, declarou que já foram mobilizados 521 agentes do Principado e, em colaboração com as autoridades francesas, também está previsto o fechamento do espaço aéreo durante as cerimônias.

"Todo mundo se envolveu como se os noivos fossem de sua própria família", acrescentou o ministro de Estado, para quem os monegascos veem a futura princesa como alguém "sorridente" que já participa de atividades beneficentes e com potencial para ser uma grande embaixadora

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tripulação da Inspiration4 retorna à Terra neste sábado
Mundo

Tripulação da Inspiration4 retorna à Terra neste sábado

18/09/2021 16:00
Tripulação da Inspiration4 retorna à Terra neste sábado
Mundo

Mulheres afegãs protestam contra uso da burca

15/09/2021 17:00
Mundo

Pentágono: novo míssil norte-coreano ameaça comunidade internacional

13/09/2021 13:00
Mundo

Afeganistão: talibãs autorizam saída de 200 estrangeiros

09/09/2021 11:00
Mundo

Brasil concederá visto humanitário a afegãos

04/09/2021 17:00
Últimas Notícias