Dourados – MS sexta, 10 de julho de 2020
Dourados
26º max
10º min
Economia

Fiems viabiliza mão de obra para Chile

21 Mar 2011 - 19h12
Governadora de Atacama, Ximena Matas Quilodrán, reuniu-se com o diretor-corporativo Jaime Verruck - Crédito: Foto : DivulgaçãoGovernadora de Atacama, Ximena Matas Quilodrán, reuniu-se com o diretor-corporativo Jaime Verruck - Crédito: Foto : Divulgação
DOURADOS - O Sistema Fiems e o Governo de Atacama, no Chile, iniciaram, ontem, durante reunião no 6º andar do Edifício Casa da Indústria, as negociações para firmar uma parceria de qualificação de mão-de-obra para atender a demanda da região chilena nas áreas de mineração e energia renovável. O diretor-corporativo da Fiems e diretor-regional do Senai, Jaime Verruck, explicou que nos próximos anos o Estado de Atacama vai receber quase US$ 20 bilhões em investimentos em mineração e produção de energia renovável e necessita de profissionais capacitados para atender as empresas que vão operar nessas duas áreas de atuação na região.

Segundo Jaime Verruck, a ampliação da questão comercial de Mato Grosso do Sul com Atacama esbarra na necessidade por mão-de-obra qualificada por parte dos chilenos. “Na reunião de hoje (ontem), iniciamos com a governadora Ximena Matas Quilodrán a negociação para que o Senai possa atuar na formação de profissionais nas áreas de mineração, energia renovável e de saúde e segurança do trabalho.

Estamos otimistas na consolidação dessa parceria com a região de Atacama”, disse, completando que o encontro com representantes dos segmentos de açúcar e álcool, alimentos, metalmecânica, construção civil, vestuário e turismo também serviu para abrir uma possibilidade para as empresas do Estado irem ao Chile participar dos projetos de expansão.

Já a governadora Ximena Quilodrán reforçou que Mato Grosso do Sul tem qualidades bastante significativas do ponto de vista do interesse de desenvolvimento da região de Atacama. “Está sendo muito importante ter contato com Mato Grosso do Sul porque temos importantes possibilidades de negócio”, avaliou, destacando que existem tratados de livre comércio entre os dois países que permitiriam exportações em condições favoráveis. “Entre 2011 e 2014, a nossa região receberá investimentos da ordem de US$ 17,3 bilhões”, detalhou, informando que hoje à tarde vai a Corumbá visitar o CetecSenai, enquanto amanhã, ainda na cidade, conhecerá a Vale Mineração e, na quarta-feira (22/03), irá até Dourados conhecer a Usina de Açúcar e Álcool Monte Verde.

#####Exportações

Ela ainda aproveitou para ressaltar que o Estado de Atacama tem 280,5 mil habitantes e foi responsável por exportar US$ 5,6 bilhões em 2010, sendo o terceiro maior exportador do Chile. “Os nossos principais produtos são minérios, agroindústrias e produtos do mar e os mercados compradores são China, Japão, Europa, Estados Unidos e Brasil, que é o principal sócio-comercial de Atacama na América Latina”, pontuou.

Para o superintendente do Sebrae/MS, Cláudio Mendonça, que também participou a reunião na Casa da Indústria, Mato Grosso do Sul tem muitas empresas interessadas em investir no Chile. O presidente do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico do Estado (Simemae/MS), Irineu Milanesi, também considerou a reunião com a governadora de Atacama produtiva.

#####Intercâmbio

Além da reunião com representantes da Fiems e do empresariado local, a governadora Ximena Quilodrán também se encontrou com o governador André Puccinelli, que estava acompanhado pelos secretários estaduais Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias (Desenvolvimento Agrário, Produção, Indústria, Comércio e Turismo) e Carlos Alberto Menezes (Meio Ambiente, Planejamento, Ciência e Tecnologia).


Em um resumo dos projetos estratégicos de desenvolvimento que o atual governo defende para Mato Grosso do Sul, André Puccinelli mostrou ao grupo chileno a condição privilegiada do Estado e de Campo Grande em relação ao continente, destacou a grande população no entorno desse epicentro, mostrou em mapas a atual estrutura dos modais de transporte disponíveis e as novas obras que estão sendo feitas ou planejadas, inclusive a complementação da rota bioceânica, que passa por Bolívia e chega ao Chile.


Com relação ao intercâmbio educacional pretendido pelo Governo do Atacama, ele disse é possível por meio de parceria entre o Governo do Estado e a Fiems, citando o potencial das duas universidades públicas e três universidades privadas existentes no Estado.


O governador ainda incumbiu a Secretaria Estadual de Educação de discutir mais detalhadamente as possibilidades de promover essa interação entre Mato Grosso do Sul e Atacama. O grupo chileno também é composto por Pedro Céspedes Cortés, chefe de gabinete do Governo de Atacama, Celso Arias, reitor da Universidade de Atacama, Rafael Figueroa, diretor de extensão da Universidade de Atacama, Juan Alberto Noemí, diretor da Zona Norte de Pro-Chile, Francisco García, encarregado de comunicação do Governo de Atacama, Jorge Villagra, assessor do Governo de Atacama, e Leny Nuñez Salinas, encarregada regional de unidade de assuntos internacionais do Governo de Atacama.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Nascidos em maio podem sacar primeira parcela de auxílio emergencial
Economia

Nascidos em maio podem sacar primeira parcela de auxílio emergencial

há 54 minutos atrás
Nascidos em maio podem sacar primeira parcela de auxílio emergencial
Governo economiza quase R$ 200 milhões com trabalho remoto
Economia

Governo economiza quase R$ 200 milhões com trabalho remoto

09/07/2020 11:30
Governo economiza quase R$ 200 milhões com trabalho remoto
Donos de academias, bares e conveniências protestam contra novo decreto
DOURADOS

Donos de academias, bares e conveniências protestam contra novo decreto

09/07/2020 09:57
Donos de academias, bares e conveniências protestam contra novo decreto
Indústria laticínia reajusta preço do leite em 18% no Estado devido à pandemia
ECONOMIA

Indústria laticínia reajusta preço do leite em 18% no Estado devido à pandemia

09/07/2020 09:31
Indústria laticínia reajusta preço do leite em 18% no Estado devido à pandemia
Nascidos em abril podem sacar primeira parcela de auxílio hoje
ECONOMIA

Nascidos em abril podem sacar primeira parcela de auxílio hoje

09/07/2020 07:35
Nascidos em abril podem sacar primeira parcela de auxílio hoje
Últimas Notícias