Dourados – MS terça, 22 de setembro de 2020
Dourados
27º max
14º min
Informe C

Teve de tudo na ‘visita’ da tocha

28 Jun 2016 - 06h00
Teve de tudo na ‘visita’ da tocha -
Além do protesto dos professores e servidores administrativos em greve, de lideranças indígenas pedindo a demarcação de terras e estudantes da UFGD protestando contra o governo Temer, para um cidadão que conhece da saúde pública, "fechar a rua do Hospital da Vida para a passagem do revezamento da Tocha" foi um ato insano e nem vou falar do desperdício de dinheiro público em uma cidade onde falta sonda de aspiração que custa em torno de R$ 1 a unidade". Outro inconformado sugeriu que "deveriam passar com a tocha dentro do HV... daí poderia existir a possibilidade de resolver os problemas do hospital". Em Maracaju cidadão tentou apagar a tocha com um balde de água e em Campo Grande choveu cópias de dólares na passagem e um pixuleco.


##### No nosso lombo


O ex-secretário estadual de Fazenda, Mario Sérgio Lorenzetto em sua coluna no Campo Grande News nos conta: "Era 2009. O Brasil governado por Lula e o Paraguai, pelo padre, apóstolo da esquerda, Fernando Lugo. Lula assinou um acordo que aumentaria os ganhos paraguaios pela fatura da energia de Itaipu de um acréscimo de R$ 700 milhões anualmente. A megalomania tomava conta do governo brasileiro. Pertence a essa época a infeliz decisão de concorrermos para sediar as Olimpíadas. Despesas absurdamente elevadas para um país que mal respirava algum bem estar. Os cofres federais secaram. A crise está instalada. Não há dinheiro para pagar o Paraguai e centenas de outros compromissos. Viramos caloteiros. A conta recairá diretamente nos bolsos de todos os brasileiros. Até 2023 teremos um adicional na fatura individual de energia de pouco menos de 1% que irá para os cofres do governo paraguaio."

##### Escuridão


Na MS 156 – Dourados/Itaporã, estão apagadas as luminárias de 66 postes. A conta é do servidor estadual Antonino Rebeque que passa diariamente pela rodovia. A reclamação foi feita no programa Espaço Aberto, da Grande FM. Segundo o jornalista Eduardo Palomita o governo do Estado teria passado a manutenção da iluminação pública da rodovia para as prefeituras de dois municípios. Mas não se sabe se isso foi oficializado no papel, razão pela qual as cobranças de manutenção são feitas à Agesul.

##### No brete


Para o ex-deputado federal e ex-empresário em Dourados, Waldir Guerra, "você deve estar se perguntando até quando vai durar esta crise política no Brasil. Também fico me perguntando isso, mas posso afirmar que, assim como você, todos nós estamos com o saco cheio disso tudo. Praticamente todos os políticos estão encurralados assim como gado em mangueiro e sendo empurrados para dentro do brete da Lava Jato. É um salvem-se quem puder – e não estão escapando nem mesmo as vacas sagradas."

##### Bastidores


Os pré-candidatos (as) a prefeito (a) em Dourados trabalhando debaixo do maior quieto alinhavando alianças com partidos. Quanto mais legendas ao seu lado, mais cabos eleitorais e, por consequência, mais votos em outubro. Com, pelo menos, quatro candidaturas colocadas as negociações correm à solta nos bastidores. Aí é a hora de quem pode mais, chora menos.

##### Goela abaixo


A Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande informou ontem que está procurando vacinas para comprar e atender à ordem judicial de 16 de junho que determina a imunização de 10 mil professores da rede municipal. O trâmite para aquisição das doses já está adiantado, mas é aguardada resposta do Instituto Butantan sobre a quantidade de vacina disponível. A decisão da Justiça decorre de ação movida pelo Sindicato Campo-grandense dos Profissionais de Educação  Pública.


### BATE REBATE



O prefeito de Anastácio, Douglas Figueiredo (PSDB), em seu segundo mandato, disse que as discussões sobre eleição devem ser feitas nas convenções dos partidos. "Se alguém falar de política agora, vai ser escorraçado pela população", avaliou o tucano.

O presidente interino, Michel Temer (PMDB), pretende aumentar a idade mínima de aposentadoria da próxima geração. Segundo o jornal O Globo, uma fonte ligada ao governo afirmou que a ideia é estabelecer, à curto prazo, a idade de 65 anos e, a longo prazo, a de 70 a ser aplicada daqui a 20 anos.

A bandeira tarifária que será aplicada nas contas de energia elétrica em julho será a verde, ou seja, não haverá acréscimo para os consumidores.

Para quem reclamou das chuvas, não há previsão de mais água essa semana.

O PMDB douradense está tocando, com reuniões, o seu projeto "Participa Dourados", capitaneado pelo vice prefeito Odilon Azambuja e o deputado estadual Renato Câmara.


### INFORME CURURU


Diante do preço do carioquinha, tem lentilha se achando feijão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

“Festival Mba’e Porã” em prol dos Guarani e Kaiowá começa nesta sexta-feira (7)
Cultura solidária

“Festival Mba’e Porã” em prol dos Guarani e Kaiowá começa nesta sexta-feira (7)

07/08/2020 09:15
“Festival Mba’e Porã” em prol dos Guarani e Kaiowá começa nesta sexta-feira (7)
Últimas Notícias