Dourados – MS quarta, 17 de abril de 2024
21º
Artigo

Gestão de resíduos eletroeletrônicos e eletrodomésticos: uma necessidade urgente

02 Abr 2024 - 16h00Por Marina Dias
Gestão de resíduos eletroeletrônicos e eletrodomésticos: uma necessidade urgente -

O descarte responsável de equipamentos eletroeletrônicos e eletrodomésticos desempenha um papel fundamental na redução do impacto ambiental negativo e na preservação dos recursos naturais para as gerações futuras. De acordo com uma pesquisa da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), projetava-se que o faturamento do setor alcançaria a cifra de R$ 204,2 bilhões ao finalizar o ano de 2023. Isso reforça a necessidade premente da gestão adequada desses tipos de resíduos.  

Produtos eletroeletrônicos e eletrodomésticos, como notebooks, micro-ondas, celulares, geladeiras, entre outros, contêm substâncias nocivas. Quando descartados de forma inadequada, podem contaminar o solo, a água e o ar, resultando em danos irreversíveis ao meio ambiente e à saúde humana. A negligência na disposição desses materiais contribui para a poluição, perda de biodiversidade e degradação dos ecossistemas. 

Portanto, é imprescindível que a sociedade adote práticas de descarte responsável. A reciclagem surge como a melhor abordagem, permitindo a redução da demanda por matéria-prima virgem. Para resíduos específicos, como eletroeletrônicos e eletrodomésticos, existem pontos de recebimento dedicados, e é possível encontrar o local mais próximo no site da ABREE – Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos. É fundamental que os cidadãos se informem sobre esses pontos e os utilizem regularmente, evitando assim o descarte irregular e a contaminação ambiental. 

A conscientização e a educação ambiental desempenham um papel fundamental na promoção do descarte responsável. É essencial que as pessoas compreendam os impactos negativos do descarte inadequado e se sintam motivadas a adotar comportamentos sustentáveis em seu cotidiano.  

Além disso, os governos e legisladores têm o papel de criar políticas públicas que incentivem o descarte responsável, estabelecendo normas e regulamentações que promovam a coleta seletiva, a reciclagem e a destinação apropriada de resíduos. Incentivos fiscais, programas de estímulo à reciclagem e medidas de fiscalização são algumas das ferramentas que podem ser empregadas para promover a sustentabilidade ambiental. 

O descarte responsável de produtos é uma questão essencial para a preservação do meio ambiente e o bem-estar da sociedade. Por meio da conscientização, da participação ativa e da implementação de políticas adequadas, podemos reduzir o impacto negativo dos resíduos e construir um futuro mais sustentável para todos. 

*Helen Brito – Gerente Relações Institucionais da ABREE — Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos.  

Sobre a ABREE:   

Fundada em 2011, a ABREE – Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos – é uma entidade gestora sem fins lucrativos, que define e organiza o gerenciamento da implementação do sistema coletivo de logística reversa de produtos eletroeletrônicos e eletrodomésticos, promovendo economia de grande escala. Com 53 associados que representam 169 marcas, a ABREE é responsável pelo gerenciamento através da contratação, fiscalização e auditoria dos serviços prestados por terceiros, além de contribuir com informações para todos os envolvidos da cadeia, responsáveis pela viabilização da logística reversa de eletroeletrônicos e eletrodomésticos no país. Para mais informações, acesse http://abree.org.br/ 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Debatedores defendem aprimorar projeto que institui o Estatuto do Pantanal
Senado

Debatedores defendem aprimorar projeto que institui o Estatuto do Pantanal

16/04/2024 23:00
Debatedores defendem aprimorar projeto que institui o Estatuto do Pantanal
Alerta Laranja: 45 cidades com perigo de rajadas de vento de até 100 km/h em MS
Meio ambiente

Alerta Laranja: 45 cidades com perigo de rajadas de vento de até 100 km/h em MS

16/04/2024 09:30
Alerta Laranja: 45 cidades com perigo de rajadas de vento de até 100 km/h em MS
Rede UniSustentável debate sobre sustentabilidade a partir dos saberes dos povos indígenas
UFMS

Rede UniSustentável debate sobre sustentabilidade a partir dos saberes dos povos indígenas

16/04/2024 07:15
Rede UniSustentável debate sobre sustentabilidade a partir dos saberes dos povos indígenas
Brasil deve recuperar 25 milhões de hectares de vegetação nativa
Meio Ambiente

Brasil deve recuperar 25 milhões de hectares de vegetação nativa

15/04/2024 12:30
Brasil deve recuperar 25 milhões de hectares de vegetação nativa
Fazendeiro utiliza Agente Laranja para desmatar parte do Pantanal e causa destruição ambiental
Meio ambiente

Fazendeiro utiliza Agente Laranja para desmatar parte do Pantanal e causa destruição ambiental

15/04/2024 09:00
Fazendeiro utiliza Agente Laranja para desmatar parte do Pantanal e causa destruição ambiental
Últimas Notícias