Dourados – MS terça, 20 de outubro de 2020
Dourados
32º max
20º min
Influx
Queimadas

Com controle do fogo no Amolar, combate aos focos ocorre na fronteira com a Bolívia

30 Set 2020 - 16h05
Com controle do fogo no Amolar, combate aos focos ocorre na fronteira com a Bolívia - Crédito: Sílvio de Andrade Crédito: Sílvio de Andrade

Após uma semana de combate aos focos de calor na região da Serra do Amolar, 20 bombeiros de Mato Grosso do Sul e do Paraná conseguiram controlar os incêndios que ameaçavam propagar pela morraria e no entorno da comunidade da Barra do São Lourenço, situada próxima ao Parque Nacional do Pantanal e da divisa do Estado com Mato Grosso.

Os bombeiros, no entanto, mantêm monitoramento durante 24h na área crítica, deslocando-se da base montada na sede da reserva Eliezer Batista por uma longa distância de 8 quilômetros, usando trator e quadriciclo e caminhando um trecho do acesso.

Com a linha negra (contrafogo) construída por três quilômetros, entre as baias Mandioré e Taquaral, o fogo em direção à serra foi contido, contudo outros focos surgiram em direção ao Sudoeste de Corumbá, chegando à fazenda Santa Tereza, onde, entre maio e junho, milhares de hectares foram queimados.

Neste ponto, o combate está sendo feito por brigadistas do Prevfogo e da propriedade, que fica localizada na fronteira com a Bolívia.

“O balanço que fazemos é que conseguimos êxito em nossas missões, primeiramente protegendo os ribeirinhos do fogo que se aproximou de suas casas, nas margens do Rio Paraguai, e na sequencia foram deslocados para o vale da Serra do Amolar, onde isolamos a área para que os incêndios não chegassem à serra”, disse o tenente Jonatas Lucena, do Corpo de Bombeiros de Corumbá. “Se o fogo atingisse a serra seria um desastre ainda maior. ”

No período da tarde desta quarta-feira, com a redução da fumaça, o helicóptero da Polícia Militar de Minas Gerais decolou do aeroporto internacional de Corumbá e realizou um sobrevoo na serra e seu entorno para reconhecimento.

O segundo helicóptero em operação, o do Ibama, conseguiu realizar lançamentos de água em focos que ainda ocorrem no Parque Nacional do Pantanal. O avião Air Tractor aguarda melhor visibilidade para operar.

A temperatura na região da Serra do Amolar atingiu 40 graus às 15h, com sensação térmica de 42 graus, e umidade relativa do ar em 22%. A fumaça se dissipou, já é possível enxergar a morraria, e a navegação de pequenas e grandes embarcações foi retomada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Domingo de céu nublado e chuva isolada de fim de tarde
Tempo

Domingo de céu nublado e chuva isolada de fim de tarde

18/10/2020 07:07
Domingo de céu nublado e chuva isolada de fim de tarde
Entidade que reúne órgãos ambientais do país orienta candidatos sobre Agenda Urbana do Clima
Meio Ambiente

Entidade que reúne órgãos ambientais do país orienta candidatos sobre Agenda Urbana do Clima

17/10/2020 16:04
Entidade que reúne órgãos ambientais do país orienta candidatos sobre Agenda Urbana do Clima
Incêndios no Pantanal: subprocurador diz que administração pública estava focada na Amazônia
Meio Ambiente

Incêndios no Pantanal: subprocurador diz que administração pública estava focada na Amazônia

17/10/2020 15:03
Incêndios no Pantanal: subprocurador diz que administração pública estava focada na Amazônia
Pescador é autuado após divulgação de fotos e vídeos de pesca predatória nas redes sociais
Meio Ambiente

Pescador é autuado após divulgação de fotos e vídeos de pesca predatória nas redes sociais

17/10/2020 14:08
Pescador é autuado após divulgação de fotos e vídeos de pesca predatória nas redes sociais
PMA de São Gabriel autua infrator em R$ 10 mil por degradação de nascentes
MS

PMA de São Gabriel autua infrator em R$ 10 mil por degradação de nascentes

16/10/2020 14:16
PMA de São Gabriel autua infrator em R$ 10 mil por degradação de nascentes
Últimas Notícias