Dourados – MS quarta, 20 de janeiro de 2021
Dourados
28º max
21º min
Gisele Além

O poder do grupo

O ser humano é um ser social, temos a necessidade de nos relacionarmos, todos nós sentimos a necessidade de pertencer a algum grupo, isso é inerente a todos.

08 Fev 2019 - 07h47

Muitos textos falam a respeito do poder da associação, você já deve ter ouvido falar da frase dita pelo empresário e palestrante americano Jim Rhon: "Você é a média das cinco pessoas que mais convive". Isso em alguns casos pode gerar um certo alívio e em outros preocupação, dependendo do seu círculo de convivência. Mas quando ele fala isso, está se referindo a lei da associação.

O ser humano é um ser social, temos a necessidade de nos relacionarmos, todos nós sentimos a necessidade de pertencer a algum grupo, isso é inerente a todos. Acontece que esses relacionamentos podem estar dizendo muito a respeito de você, dos seus resultados passados e futuros e dos seus comportamentos.

A lei da associação é citada em muitos cursos, livros e materiais de desenvolvimento humano. Não é à toa que grandes empresários, pessoas de sucesso possuem seus grupos de Master Minds onde podem trocar experiências e se desenvolver.

Uma das pistas para identificar o que há de errado com seus resultados, é dar uma boa olhada em seu grupo de convivência. As pessoas das quais você se relaciona, já alcançaram o resultado que você tanto almeja? Em uma roda de conversa com seus amigos, você é o que mais agrega para o grupo? São algumas perguntas que você pode fazer para identificar se precisa melhorar seus relacionamentos.

Trabalho com coaching em grupo para mulheres empreendedoras e percebo o quanto a troca e a convivência no grupo são ricas, e o quanto as mulheres se desenvolvem com essa convivência. Geralmente os grupos são heterogêneos, temos estudantes, empresárias, profissionais liberais, pequenas empreendedoras, mulheres jovens e outras mais maduras. Mas o interessante é percebermos o quanto o grupo se regula em alto nível, pois uma modela a outra na busca do crescimento do grupo, e isso é incrível. Me lembro do relato de uma das participantes que percebeu que apesar de ser a mais jovem do grupo, notou que mesmo empresárias experientes, sofrem das mesmas questões, e dessa forma ela conseguiu encontrar saídas maduras e inteligentes para problemas complexos.

Interessante também sabermos que a ciência explica essa troca através da descoberta dos neurônios espelho. Essa descoberta recente revolucionou os estudos sobre comportamento humano.

Por que sorrimos quando vemos alguém sorrir? Ou por que ficamos com olhos marejados quando a protagonista de um filme chora? Já reparou que nos retesamos quando vemos alguém com dor ou sentimos uma vontade incontrolável de bocejar quando alguém boceja? Afinal, o que nos leva a agir de acordo com o que as outras pessoas fazem? Isso acontece por que temos neurônios que se conectam com o das outras pessoas, e dessa forma temos como captar sentimentos, emoções e ações inconscientemente.

Isso explica muita coisa. Já notou que quando convivemos muito com alguém começamos a falar como essa pessoa, ou quando ficamos muito tempo em um lugar de sotaque, começamos a falar da mesma forma?

Concluímos então que realmente temos que puxar o nível de convivência para cima. Não digo que devamos excluir pessoas do nosso convívio, mas devemos pensar quais são as pessoas que nos fazem crescer e que alcançaram o sucesso na área que desejo alcançar, e iniciar uma convivência com elas.

Outra percepção é, o que seu grupo tem agregado para você, agora que você sabe que fica muito parecido com quem convive.

Lembre-se que você tem o poder da escolha nas mãos, e que agregar pessoas para crescer só depende de você.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Primeiros imunizados contra Covid-19 relatam emoção e encorajam população
Saúde

Primeiros imunizados contra Covid-19 relatam emoção e encorajam população

19/01/2021 17:50
Primeiros imunizados contra Covid-19 relatam emoção e encorajam população
Incidência de pedras nos rins aumenta 30% no verão, alertam médicos
Saúde

Incidência de pedras nos rins aumenta 30% no verão, alertam médicos

19/01/2021 17:16
Incidência de pedras nos rins aumenta 30% no verão, alertam médicos
Homens são presos após roubarem celular, carteira e colocar faca no pescoço da vítima
Dourados

Homens são presos após roubarem celular, carteira e colocar faca no pescoço da vítima

19/01/2021 16:45
Homens são presos após roubarem celular, carteira e colocar faca no pescoço da vítima
brasil

Projeto susta norma que dispensa comprovação documental para portar arma de fogo

19/01/2021 16:23
Região

Governo lança obras no valor de R$ 34 milhões para asfalto e recapeamento de duas rodovias de MS

19/01/2021 16:05
Últimas Notícias