Dourados – MS sábado, 14 de dezembro de 2019
Dourados
34º max
23º min
Gisele Além

Devo ter um sócio?

04 Abr 2019 - 14h06

Cada vez mais brasileiros sonham em ser empreendedores. Alguns por oportunidade, vários por necessidade, mas uma coisa é fato, mais pessoas querem ter seu negócio próprio, seja para ter liberdade de horário, para ter sucesso financeira ou para suprir uma demanda do mercado.

Aí vem a grande questão: Devo ter um sócio? Nesse texto quero leva-lo a reflexão das vantagens e desvantagens de se ter um sócio ou parceiro em seu negócio.

Como já escrevi anteriormente comecei a empreender muito cedo, fui convidada por uma colega de trabalho para iniciarmos o sonho de sermos donas do nosso próprio negócio. Na época isso me pareceu uma oportunidade incrível, me lembro até hoje o dia que assinamos o contrato social da empresa, ela me disse: " Gi, nós nos casamos" . Eu pensei, meu Deus, é mesmo, nós nos casamos. E acredite, a sociedade é realmente um casamento, e demanda quase todas as necessidades de um relacionamento formal de matrimônio.

Minha sociedade, ou meu casamento de negócios durou 15 anos, nem tudo foram flores, tivemos muitas "DRs"  (discussão de relação) para que perdurasse tanto, mas considero uma relação saudável e que terminou com amizade e respeito. E acredito que muito disso se deu aos 3 fatores listados abaixo, que enxergo como primordiais dentro dessa relação.

DEFINIÇÃO DOS PAPÉIS DENTRO DA SOCIEDADE

Os papéis dentro desse relacionamento devem ser muito bem definidos, sendo que as partes prestem contas de suas responsabilidades. Se uma atribuição está definida a um dos sócios, a outra parte não deve de forma alguma interferir durante a execução desta atividade, apenas na prestação de contas.

ALINHAMENTO DOS OBJETIVOS

É muito importante que os objetivos estejam muito bem traçados e acordados, isso vai fazer com que a equipe não se sinta insegura e os sócios possam alinhar as expectativas de tempos em tempos para verificar se as estratégias estão tendo sucesso. Se os sócios não estão com seus objetivos muito bem alinhados, o fracasso é iminente, pois cada um vai levar a empresa para onde bem entender.


DIÁLOGO

Como em todo relacionamento o diálogo não pode faltar. Esse diálogo deve ser franco e aberto, sempre focado em solução. Assuntos delicados devem ser tratados sempre em reuniões de alinhamento onde apenas os sócios participem, e as partes devem sempre " falar a mesma língua". Um discurso bem alinhado traz segurança a equipe e não gera descrédito para nenhum dos sócios.

Agora, se você não quer prestar contas a ninguém de suas atividades, é muito independente nas suas tomadas de decisões e detesta o fato de ter que dividir suas funções com outra pessoa, repense se é o momento ou se tem perfil para ter um parceiro em seu negócio.

Muitos empreendedores buscam um parceiro por necessidade financeira, ou para agregar habilidades dentro do negócio, mas analise as questões acima e veja se consegue se adaptar a essa condição, por que uma sociedade mal conduzida pode ser a ruína de um negócio, por mais potencial que esse possa ter.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Atendimentos no SUS começam a ser monitorados em 2020
Saúde

Atendimentos no SUS começam a ser monitorados em 2020

13/12/2019 20:17
Atendimentos no SUS começam a ser monitorados em 2020
Educação

Bolsas de Assistência Estudantil para Mobilidade Acadêmica Internacional estão com inscrições abertas

13/12/2019 20:07
MS

Receita Nacional anuncia regularização de débitos de pequenos negócios

13/12/2019 19:58
UEMS abre inscrições para Pós-graduação em Coordenação Pedagógica em Dourados
Educação

UEMS abre inscrições para Pós-graduação em Coordenação Pedagógica em Dourados

13/12/2019 19:10
UEMS abre inscrições para Pós-graduação em Coordenação Pedagógica em Dourados
Liga dos Campeões chega às oitavas de final com 35 brasileiros na disputa
Esporte

Liga dos Campeões chega às oitavas de final com 35 brasileiros na disputa

13/12/2019 19:00
Liga dos Campeões chega às oitavas de final com 35 brasileiros na disputa
Últimas Notícias