Dourados – MS terça, 11 de maio de 2021
Dourados
30º max
17º min
Vacinação 2
Cidades

Rodada de Negócios gera R$ 65 milhões

26 Nov 2010 - 10h03
A Rodada de Negócios na cidade de Três Lagoas teve mais de 320 encontros
Foto:Luiz Henrique
 - A Rodada de Negócios na cidade de Três Lagoas teve mais de 320 encontros Foto:Luiz Henrique -
TRÊS LAGOAS - Num único dia de negociações, 323 encontros foram realizados entre as 97 empresas que participaram da Rodada de Negócios da Construção Civil, promovida pelo Sebrae e Prefeitura de Três Lagoas, no último dia 24. O resultado é a expectativa de que pelo menos R$ 65 milhões em negócios sejam gerados nos próximos 12 meses.

Às negociações, compareceram empresas de Mato Grosso do Sul, das cidades de Aparecida do Taboado, Aquidauana, Campo Grande, Cassilândia e Três Lagoas, e da BA, ES, PR, RJ, RS, SP e SC. Empresas âncoras, como a Fibria, Mabel, Cargill, Eldorado, Sitrel e Petrobras Fertilizantes estiveram em contato com empresas de micro, pequeno e médio portes.

A proposta foi organizar e promover o encontro da demanda com a oferta, segundo a gerente do Sebrae Regional Bol-são, Márcia Rocha. “A rodada é um momento para estar frente a frente com a empresa que se quer fazer negócio. Mas não acaba ali, outras oportunidades são geradas posteriormente”.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico do município, Marco Garcia de Souza, os participantes se surpre-enderam com as possibilidades de negociações. “Muitas empresas que estão se instalando em Três Lagoas não sabem que na cidade podem encontrar os fornecedores que precisam e acham que tem de trazer de fora. Ao se surpreenderem, aca-bam se interessando até mesmo em abrir filial por aqui. Este é outro resultado da rodada”, diz.

O gerente comercial da Paranasa Engenharia e Comércio, empresa sediada em Belo Horizonte (MG), Luis Eduardo Sottano, espera R$ 15 milhões em negócios nos próximos meses e conta com a parceria de empresas locais. “Vai depen-der dos projetos que fecharmos agora. Para isso precisamos ter gente que resolve aqui na cidade, mão de obra de confian-ça e qualificada. Já pedimos orçamentos a várias empresas que vieram à Rodada e poderão fornecer o que precisamos”.

“Este é tipo de negócio que estávamos precisando”, relata o técnico de suprimentos da Poyry Tecnologia, de São Paulo, Sérgio Rocha, após reunião com Adriano Pereira, diretor da Fas Multiserviços, de Três Lagoas, que atende na área de limpeza e jardinagem. “Há meses procurávamos empresa local pra este serviço e hoje conheci quem faz”, comple-menta.

Adriano também esteve em outros encontros durante a Rodada. “Esta é a terceira vez que participo, os eventos au-mentaram minha carteira de clientes, desde 2009, e pude passar de vendedor informal para microempresário”, afirma. Ele ainda aproveitou o evento para renovar contratos com clientes.

A paulista Eldorado Celulose e Papel é uma das indústrias em fase de implantação em Três Lagoas, com previsão de funcionamento a partir de outubro de 2012, de acordo com a consultora de suprimentos, Cinthia Marques. “Precisamos de todo tipo de serviço do setor e fornecimento de materiais e hoje conhecemos futuros parceiros para contratá-los con-forme demanda”, diz.

A Eldorado tem sede em São Paulo, com quase 30 filiais. “As perspectiva é que sejamos em pouco tempo a maior in-dústria de fibra curta do mundo, com a produção de 1,5 mil toneladas de celulose, ultrapassando a atual líder que fabrica 1,3 mil toneladas”, diz.

#####Pesquisa

Dentre os resultados da pesquisa realizada após o evento, 100% dos participantes disseram querer participar das pró-ximas rodadas de negócios e quanto aos benefícios destacaram a possibilidade de conhecer novos produtos e serviços.

Esta também é a opinião de Pedro Pessoa, diretor comercial da Serttenge, de Salvador (BA), com filiais no RJ, ES e em MS. “Aumenta a cadeia de relacionamento comercial, os fornecedores agregados, que irão facilitar nas cotações para o orçamento das obras. Já sei que podemos contar com parcerias pré-formadas”, expõe Pessoa. “Conseguimos também conversar com empresas âncoras e fortalecer a relação que já temos. Quem não é visto não é lembrado”, completa.

Augusto Raimundo Aléssio, da área de prospecção de negócios, da Soldamaq, de Campo Grande, disse que saiu com novas perspectivas de mercado a serem avaliadas. “A rodada permitiu uma aproximação com as pessoas certas na hora certa”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS volta a liderar o ranking nacional de vacinação contra Covid-19
Saúde

MS volta a liderar o ranking nacional de vacinação contra Covid-19

11/05/2021 14:00
MS volta a liderar o ranking nacional de vacinação contra Covid-19
Educação

Projeto prevê retomada gradativa de aulas presenciais em Dourados

11/05/2021 12:00
Governo do Estado repassa mais de R$ 23 milhões à saúde de Dourados para conter pandemia
Dourados

Governo do Estado repassa mais de R$ 23 milhões à saúde de Dourados para conter pandemia

11/05/2021 10:00
Governo do Estado repassa mais de R$ 23 milhões à saúde de Dourados para conter pandemia
Cidades

Detran-MS passa receber pagamentos de guias através do cartão de débito

10/05/2021 17:00
Tempo segue firme com temperaturas em elevação até o meio da semana
Tempo

Tempo segue firme com temperaturas em elevação até o meio da semana

10/05/2021 06:24
Tempo segue firme com temperaturas em elevação até o meio da semana
Últimas Notícias