Dourados – MS sexta, 23 de outubro de 2020
Dourados
32º max
21º min
Influx
Cidades

O PROGRESSO ingressa no 61º ano de fundação

20 Abr 2011 - 05h45
Direção do jornal O PROGRESSO: Adiles Torres e as filhas Blanche e June
Foto: Hédio Fazan
 - Direção do jornal O PROGRESSO: Adiles Torres e as filhas Blanche e June Foto: Hédio Fazan -
DOURADOS – Folhear as páginas de O PROGRESSO é entrar em contato com a história de Dourados e sua gente. O jornal mais antigo do Estado de Mato Grosso do Sul, ingressa no 61º ano de circulação ininterrupta, em consonância com a primeira manchete que anunciava em 1950: “Vertiginosa: A marcha de Dourados para o progresso\".

Em 1920, na cidade de Ponta Porã, O PROGRESSO nascia do sonho do advogado José dos Passos Rangel Torres e renasceu no coração do filho, o também advogado Weimar Torres, em 1951. O jornal é patrimônio da família Amaral Torres e hoje é administrado pela matriarca Adiles Torres, viúva do fundador Weimar. Antes disso, a empresa também foi administrada pelo pai de Adiles, Vlademiro Mülller do Amaral.

Adiles conta que Weimar Torres chegou à cidade para exercer a profissão de advogado, formado pela Universidade Nacional do Rio de Janeiro. Foi vereador, deputado estadual e deputado federal. Weimar \"reviveu\" em Dourados, O PROGRESSO, fundado pelo pai, que após ser nomeado promotor público fechou a empresa com sede em Ponta Porã. Em 1951, Weimar ajudou a custear a vinda do gráfico Naurestides Brandão, que instalou na cidade a Gráfica Nossa Senhora Aparecida.

Em 21 de abril de 1951, foi publicada a primeira edição do O PROGRESSO em Dourados que além de pioneiro no Estado, foi o primeiro do interior do Centro-Oeste a entrar para a era da Internet e a ser impresso em cores.
Os primeiros exemplares eram impressos letra por letra no sistema de linotipo. As matérias retratavam o modo de vi-ver da então pacata Dourados. A publicação de fotografias só veio aparecer para os leitores a partir das edições de 1954. Naquela época, as páginas levavam até três dias para ficarem prontas.

Ao retornar de uma viagem a Brasília, como deputado federal, Weimar Torres morreu aos 47 anos, vítima de um aci-dente de avião, que caiu no Horto Florestal em Londrina (PR), no dia 14 de setembro de 1969.
Após a morte de Weimar Torres, a empresa passou a ser dirigida por Vlademiro do Amaral, com o apoio de Adiles. No final de 1982, ela assumiu o comando da empresa e, a partir de 1985, passou a assinar como diretora-presidente de O PROGRESSO.

A filha Blanche Torres, que também é produtora cultural, exerce o cargo de diretora-superintendente do jornal. A outra filha de Adiles e Weimar, June Torres, também sócia-proprietária, já atuou como diretora executiva mas deixou o cargo para atuar como fisioterapeuta.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Decreto estabelece que visitantes no cemitério devem usar máscara e ter distanciamento
Finados

Decreto estabelece que visitantes no cemitério devem usar máscara e ter distanciamento

22/10/2020 18:13
Decreto estabelece que visitantes no cemitério devem usar máscara e ter distanciamento
MS

Mulher é esfaqueada e arrastada por marido após crise de abstinência de droga em MS

22/10/2020 16:28
Passageira vítima de acidente com morte deverá ser indenizada
Indenização

Passageira vítima de acidente com morte deverá ser indenizada

22/10/2020 13:27
Passageira vítima de acidente com morte deverá ser indenizada
Polícia recupera veículo e prende autor de furto em Naviraí
Naviraí

Polícia recupera veículo e prende autor de furto em Naviraí

22/10/2020 13:02
Polícia recupera veículo e prende autor de furto em Naviraí
Com apreensão de caminhão com quase três toneladas de maconha, DOF mais que dobra o volume de drogas apreendido em 2020
Mato Grosso do Sul

Com apreensão de caminhão com quase três toneladas de maconha, DOF mais que dobra o volume de drogas apreendido em 2020

22/10/2020 09:49
Com apreensão de caminhão com quase três toneladas de maconha, DOF mais que dobra o volume de drogas apreendido em 2020
Últimas Notícias