Dourados – MS quinta, 24 de setembro de 2020
Dourados
33º max
17º min
Cidades

Novembro azul: Ponta Porã intensifica Campanha

19 Nov 2015 - 09h04
Secretaria Municipal de Saúde desenvolve trabalho voltado à 
saúde do homem. - Crédito: Foto: Lucho RochaSecretaria Municipal de Saúde desenvolve trabalho voltado à saúde do homem. - Crédito: Foto: Lucho Rocha
Novembro é marcado pela campanha de prevenção e orientação à saúde do homem em todo país. Ponta Porã cidade com 86 mil habitantes, fronteira com Pedro Juan Caballero, Paraguai, vem intensificando as atividades buscando a redução do preconceito da população masculina em relação a cuidar de sua própria saúde.

Com objetivo de orientar a população masculina, a Secretaria Municipal de Saúde, vem desenvolvendo atividades dentro da campanha Novembro Azul, levando informações importantes, através de palestras que vêm sendo proferidas, desde o início do mês, em todos os postos de saúde do município.

Na terça-feira, o Posto de Saúde Central e do Centro Integrado de Saúde (CIS), recebeu uma palestra ministrada pela coordenadora da campanha, Patrícia Vieira, com o apoio da coordenadora da Saúde do Homem, Elis Oliveira e da coordenadora do CIS, Karine Araújo.

Segundo a coordenadora da Saúde do Homem, infelizmente a população masculina só procura orientação médica quando está no limite, com dor ou mal estar insuportáveis. “Ainda é muito complicado fazer com que os homens realmente se preocupem com a própria saúde”, apontou Elis Oliveira, “mas, estamos realizando as palestras, como é possível ver, para uma maioria feminina, na esperança de que elas levem para seus cônjuges estas informações importantes e o aconselhamento para que façam os exames necessários de prevenção a uma série de doenças”, completou.

Segundo pesquisa sobre hábitos de vida dos brasileiros realizada pelo Ministério da Saúde, os homens em sua maioria não procuram ajuda ou exame médico por livre e espontânea vontade, mesmo para um checape de rotina.

Agora, está sendo concluído um estudo sobre a saúde da população masculina que analisa as cinco principais causas de internação e mortalidade entre eles. Com esses dados, o governo pretende fortalecer a campanha de conscientização para a saúde do homem, como já fez com mulheres, crianças, adolescentes e idosos.

Cuidar da saúde é uma questão cultural. Enquanto as mulheres aprendem, desde cedo, que é preciso ir regularmente ao ginecologista – e, depois, quando se tornam mães, que é preciso levar os bebês ao pediatra –, os homens não são criados com esse hábito.

Como o papel de provedor ainda é bastante forte na cultura atual, o sexo masculino não pode se fragilizar e comprometer esse papel familiar. É considerado como o sexo forte e acredita ser mais resistente às doenças. Essas crenças dificultam a incorporação de medidas preventivas e a mudança de estilo de vida. O fato é que, por essa questão cultural, os homens sofrem com mais doenças que poderiam ser evitadas caso houvesse atitudes preventivas.

Dados recentes apontam que no Brasil, os problemas cardiovasculares estão entre as principais causas de morte – e entre os homens a incidência é maior. Isso se reflete diretamente nos consultórios dos cardiologistas. Lá os homens são maioria, ainda que não esmagadora. O importante é que as doenças do coração e do sistema circulatório podem ser prevenidas.

A prevenção pode ser feita com checape periódico para controle dos fatores de riscos cardiovasculares, como sobrepeso, obesidade, diabetes, colesterol, hipertensão arterial, entre outros.

Mas, quando se fala em prevenção, não basta ir ao médico periodicamente. Se não houver mudança de hábitos, de nada vai adiantar fazer visitas regulares. Evitar o cigarro e o álcool em excesso, alimentar-se de forma saudável, reservar um tempo para o lazer, para o convívio com a família e para desenvolver a espiritualidade também fazem parte de uma atitude preventiva.

Um dos grandes desafios para o Ministério da Saúde, é erradicar o preconceitos existente entre os homens em relação a determinados exames. Como o que detecta câncer de próstata, outra das principais causas de morte. O diagnóstico traz boas chances aos pacientes, mas, para isso é preciso quebrar o tabu e realizar o exame de toque retal periodicamente. No caso dos homens que apresentam história familiar de câncer de próstata em primeiro grau, a prevenção deve começar a partir dos 40 anos.

Assim como os casados, os homens de mais idade passam a se preocupar mais com a saúde. As esposas realizam “forças-tarefas” para que haja visitas periódicas ao urologista, ao cardiologista ou ao clínico geral. Os idosos passam a se cuidar mais para prevenir doenças crônicas que aparecem com o tempo.

Exames essenciais

Para saber como está a saúde, vale acompanhar possíveis fatores de risco fazendo um checape anual. A história clínica e o exame físico devem nortear a solicitação de exames, que deve ser personalizada ao máximo.
Os principais exames do checape masculino, são: de sangue para verificar os níveis de colesterol total e frações, triglicérides, glicemia, avaliação de calcificação em coronária, função hepática, ácido úrico, câncer de próstata: dosagem da enzima PSA, câncer de cólon: colonoscopia, função pulmonar, indicada aos fumantes, raio X de tórax para avaliar os órgãos sólidos.

A campanha realizada em Ponta Porã orienta os pacientes sobre o sedentarismo, pedindo que seja realizadad uma caminhada diária de pelo menos 30 minutos por dia.

Além o exercício é necessário se alimentar de forma correta para controlar o sobrepeso, comendo de de cinco a seis pequenas refeições ao dia. Além de alimentação e exercícios os palestrantes orientam quanto ao stress diário, seja no trabalho ou na família.

Durante esse mês serão realizados diversos eventos alusivos a campanha ‘Novembro Azul’. Ontem (18) quem recebeu as ações foi o posto de saúde ESF Pedro Monteiro e o ESF Andreazza.

Programação

Quinta-feira (dia 19)
A partir das 8h, será realizado no ESF da Vila Áurea e no no ESF Estoril, palestra, aferição de pressão arterial, diabetes, consultas médicas e de enfermagem e odontologia.

Terça-feira (dia 24)
A partir das 8 horas, no ESF Sanga Puitã, será realizada palestras, aferição de pressão arterial, diabetes, consultas médicas e de enfermagem e odontologia. Além disso, será realizada uma palestra com urologista e Serviço Ambulatorial Especializado (SAE), no Hospital Regional e na Câmara Municipal.

Quinta-feira (dia 26)
A partir das 8 horas, na Praça Lício Borralho, será realizado um trabalho do setor de Vigilância em Saúde e no mesmo dia será feito um trabalho no ESF Alegrete e nas empresas da cidade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Garras deflagra operação e fecha bancas de jogo do bicho em Campo Grande
Black Cat

Garras deflagra operação e fecha bancas de jogo do bicho em Campo Grande

há 31 minutos atrás
Garras deflagra operação e fecha bancas de jogo do bicho em Campo Grande
Polícia Militar apreende maconha e munição sendo transportadas por ciclistas
Amambai

Polícia Militar apreende maconha e munição sendo transportadas por ciclistas

23/09/2020 18:01
Polícia Militar apreende maconha e munição sendo transportadas por ciclistas
Durante fiscalização, Iagro e DOF apreendem três caminhões com animais e guia de trânsito falsificada
MS

Durante fiscalização, Iagro e DOF apreendem três caminhões com animais e guia de trânsito falsificada

23/09/2020 16:44
Durante fiscalização, Iagro e DOF apreendem três caminhões com animais e guia de trânsito falsificada
População abre fronteira por conta própria; data oficial é dia 29
Fronteira

População abre fronteira por conta própria; data oficial é dia 29

23/09/2020 14:45
População abre fronteira por conta própria; data oficial é dia 29
Carro com registro de furto é apreendido pela PRF com 417 Kg de maconha
Guia Lopes da Laguna

Carro com registro de furto é apreendido pela PRF com 417 Kg de maconha

23/09/2020 14:02
Carro com registro de furto é apreendido pela PRF com 417 Kg de maconha
Últimas Notícias