Dourados – MS terça, 15 de junho de 2021
Dourados
27º max
11º min
Ponta Porã

Destino do Castelinho será debatido em audiência pública

04 Mai 2016 - 06h00
Revitalização do Castelinho começa a se tornar realidade no município de Ponta Porã. - Crédito: Foto: Eder RubensRevitalização do Castelinho começa a se tornar realidade no município de Ponta Porã. - Crédito: Foto: Eder Rubens
A Secretaria de Estado de Cultura, Turismo, Empreendorismo e Inovação de Mato Grosso do Sul (Sectei) realiza no dia 10 de maio uma audiência pública para ouvir a população sobre os anseios a respeito do Castelinho, prédio histórico de Ponta Porã construído na década de 20.


"A intenção é dar voz à comunidade, valorizar a identidade cultural da região e despertar o sentimento de pertencimento para que a população se aproprie do espaço", enfatiza o secretário de cultura, turismo, empreendedorismo e inovação de Estado, Athayde Nery.


O prédio do Castelinho, que hoje é de responsabilidade do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, deve ser transformado em um espaço cultural a ser definido em parceria com a população.


A Sectei pretende também realizar oficinas de memória e história oral com o objetivo de documentar os relatos e informações dos moradores, registros que compõem parte do patrimônio intangível da cidade, conseguindo assim dar início a criação de uma cervo cultural que irá estar disponível publicamente nas futuras instalações.


Conhecido como "Castelinho" por suas características arquitetônicas de fortificação, o edifício é um exemplo de arquitetura militar. Construído durante o governo de Mário Correia, foi sede em 1943 do governo do novo Território Federal de Ponta Porã, conforme o decreto lei de Getúlio Vargas, sendo gabinete do então presidente.
O prédio foi tombado como patrimônio histórico pelo decreto 3.940, de 04 de Novembro de 1996. Para o secretário Athayde Nery, o castelinho " é um dos grandes símbolos do desenvolvimento de Mato Grosso do Sul".


Na audiência será distribuído um questionário aos presentes sobre as ideias para o espaço. Elas também servirão como um instrumento de registro e inventário dos personagens e agentes históricos locais, assim como famílias e pessoas que possuam algum acervo de importância para a constituição da história regional.


Os interessados que desejam participar com propostas ou perguntas durante a Audiência Pública do Castelinho poderão realizar sua inscrição de forma antecipada nos seguintes locais:Câmara Municipal de Vereadores, Fundação da Cultura de Ponta Porã e Ministério Público Estadual.As inscrições devem ser feitas no horário de funcionamento das citas instituições.


A Audiência Pública do castelinho segue mais uma etapa prevista, após liminar concedida pela juíza Liliana de Oliveira Monteiro, titular da 3ᵃ Vara Cível da Comarca de Ponta Porã, determinando que o governo estadual deveria providenciar a recuperação deste patrimônio histórico. E inclusive estabeleceu prazos para que a obra seja feita.


A decisão judicial é resultado de uma ação civil pública proposta pelo Ministério Público Estadual. De acordo com o Promotor de Justiça Gabriel da Costa Rodrigues Alves, a ação foi proposta no começo do ano passado com base em investigação prévia realizada pela 1ª Promotoria de Justiça de Ponta Porã.


No inicio de abril deste ano foi realizado a etapa de escoramento do Castelinho, pela equipe da Agência Estadual de Empreendimentos (AGESUL), obedecendo a determinação judicial.


A restauração do Castelinho é um antigo anseio da população de Ponta Porã, diversos segmentos artísticos e culturais se mobilizam para participar da Audiência objetivando um efetiva contribuição para o bom uso do espaço após sua revitalização.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul isenta de IPVA vítima de apropriação indébita
Isenção

Mato Grosso do Sul isenta de IPVA vítima de apropriação indébita

há 4 horas atrás
Mato Grosso do Sul isenta de IPVA vítima de apropriação indébita
Vacina

Dourados aguarda novas doses para ampliar calendário de vacinação

há 5 horas atrás
Lockdown

Após Lockdown, Dourados registra redução de 48,6% na taxa de óbitos

há 6 horas atrás
Geraldo Resende lamenta descumprimento de acordo e regras do ‘Prosseguir’ pelo prefeito de Campo Grande
Saúde

Geraldo Resende lamenta descumprimento de acordo e regras do ‘Prosseguir’ pelo prefeito de Campo Grande

há 8 horas atrás
Geraldo Resende lamenta descumprimento de acordo e regras do ‘Prosseguir’ pelo prefeito de Campo Grande
Pandemia

Em nota oficial, governo de MS 'alerta' municípios para que 'assumam a responsabilidade sobre seus atos'

há 10 horas atrás
Últimas Notícias