Dourados – MS segunda, 27 de maio de 2024
13º
Brasil

Incaper apresenta características agronômicas de 600 genótipos de Coffea canephora

30 Jun 2022 - 13h30Por Embrapa Café
Incaper apresenta características agronômicas de 600 genótipos de Coffea canephora
 -

É por meio de um documento on-line que são apresentadas as mais de 30 características agronômicas, de forma detalhada, e o estudo da variabilidade genética de cada um dos genótipos de café conilon pertencentes ao Banco Ativo de Germoplasma (BAG) Conilon do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper).

O conteúdo traz características minuciosas relacionadas à caracterização da planta, hastes, ramo, folhas, fruto, semente, ciclo de maturação, reação a pragas e doenças e tolerância à seca, com base nos descritores de café.  Por exemplo, se o formato da folha é cilíndrico, cônico ou cilíndrico-cônico; se a cor da folha na fase jovem é verde, bronze, verde-bronze ou púrpura; se o formato do fruto é redondo, longo ou elípitico; se a largura da semente é estreita, média ou larga; e assim para todos os descritores.

“A manutenção dos genótipos com características de interesse e a sua caracterização, ao longo dos anos, é de grande relevância para os programas de pesquisa e de melhoramento da espécie, para que a variabilidade da espécie seja devidamente guardada e explorada em cruzamentos e, ou em seleções futuras”, explicou a pesquisadora do Incaper e da Embrapa Café, Maria Amélia Gava Ferrão.

Segundo a pesquisadora, verificou-se que os genótipos do tipo Conilon e Robusta concentram-se em agrupamentos diferentes, como esperado, em função de suas diferenças agronômicas. “Adicionalmente, observou-se que os clones componentes das dez cultivares clonais do Incaper apresentam variabilidade e estão distribuídos entre materiais do tipo Conilon e Robusta, o que caracteriza que muitos são oriundos de hibridações ocorridas ao longo dos anos”, disse.

Maria Amélia Ferrão também explicou que os cafés chamados “Conilon” caracterizam-se por apresentar plantas de hábito de crescimento arbustivo, caules ramificados, folhas alongadas, ciclo de maturação precoce a tardia, tolerância à seca e maior suscetibilidade a doenças. Já os cafés do tipo “Robusta” têm plantas com arquitetura maior, folhas e frutos de tamanhos maiores, maturação mais tarde, menor tolerância à seca e maior resistência a doenças.

A publicação é intitulada “Variabilidade Genética de Coffea canephora do Banco Ativo de Germoplasma do Incaper: Caracterização dos Acessos com Base em Descritores Mínimos” e encontra-se acessível na Biblioteca Rui Tendinha do Incaper.

O BAG Conilon do Incaper foi estabelecido a partir de 1997, por meio do Programa de Melhoramento Genético do Instituto, com o objetivo de manter os materiais genéticos com características de interesse. Com o passar dos anos, o número de acessos foi se ampliando, com a inclusão gradativa de novos genótipos selecionados ou introduzidos. “Paralelamente, foram realizadas avaliações e estudos relativos à variabilidade e divergência genética existente entre eles”, relembrou a pesquisadora.

Atualmente o BAG está presente em três locais representativos da cultura no Estado, com objetivo de garantir a guarda do patrimônio genético e avaliação mais adequada para reação a pragas, doenças, seca e outras características influenciadas pelas diferenças ambientais.  Assim, os seus acessos são mantidos nas Fazendas Experimentais de Marilândia, Sooretama e Bananal do Norte, localizadas nas regiões noroeste, nordeste e sul do Espírito Santo, respectivamente.

“Os genótipos estão replicados e avaliados nesses três ambientes, para que todos eles sejam caraterizados, considerando as diferenças para cada região do Estado. A manutenção dos acessos no campo nesses locais estratégicos da cultura, permite aos melhoristas o monitoramento contínuo dos genótipos com características agronômicas promissoras dentro do contexto de pressão de seleção advindas das mudanças climáticas”, reforçou Maria Amélia Ferrão.

A cafeicultura no Espírito Santo

O Espírito Santo destaca-se como maior produtor nacional de café Conilon e o terceiro de Arábica. No Brasil, o café Conilon foi introduzido pelo Estado em 1912, e o nome para este tipo de café originou-se da palavra “Kouillou”, porque durante uma expedição francesa, foi encontrado às margens do rio Kouillou, localizado no Congo, na África.

O cultivo de Coffea canephora concentra-se em regiões com menor altitude e de temperatura mais elevada, com média anual entre 22º e 26ºC, sendo que nos últimos anos observa-se a expansão da cultura para áreas também de maior altitude e de temperatura amena.

Para manter e ampliar a base genética dessa espécie de conilon no Estado é fundamental que no processo de formação das lavouras, os produtores utilizem o conjunto de clones de cada cultivar indicada e sempre que possível mais de uma cultivar, clonal e de semente. “Essas ações contribuirão para conservação da diversidade genética e sustentabilidade da atividade cafeeira frente aos novos desafios e demandas tecnológicas nos processos de desenvolvimento e de inovação da cadeia do café”, completou a pesquisadora.

Entre as instituições que apoiaram este trabalho, estão o Consórcio Pesquisa Café, a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) pelo financiamento da pesquisa e pela concessão de bolsas científicas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Com baixa capacidade adaptativa para desastres, municípios correm riscos
Alerta

Com baixa capacidade adaptativa para desastres, municípios correm riscos

26/05/2024 20:30
Com baixa capacidade adaptativa para desastres, municípios correm riscos
Rapper denuncia racismo ambiental no contexto da tragédia
Rio Grande do Sul

Rapper denuncia racismo ambiental no contexto da tragédia

26/05/2024 20:00
Rapper denuncia racismo ambiental no contexto da tragédia
STF prorroga cotas raciais em concursos até Congresso votar nova lei
Justiça

STF prorroga cotas raciais em concursos até Congresso votar nova lei

26/05/2024 19:30
STF prorroga cotas raciais em concursos até Congresso votar nova lei
Moraes nega recurso de Bolsonaro contra inelegibilidade
Justiça

Moraes nega recurso de Bolsonaro contra inelegibilidade

26/05/2024 19:00
Moraes nega recurso de Bolsonaro contra inelegibilidade
Número de mortes causadas pelas chuvas no RS sobe para 169
Enchentes

Número de mortes causadas pelas chuvas no RS sobe para 169

26/05/2024 16:30
Número de mortes causadas pelas chuvas no RS sobe para 169
Últimas Notícias