Dourados – MS sexta, 30 de outubro de 2020
Dourados
26º max
18º min
Influx
Variedades

Tragédia mobiliza nipônicos em MS

11 Mar 2011 - 22h07
Sul-mato-grossenses ficam em região que não teve tantos estragos, segundo Associação. - Crédito: Foto: João GarrigóSul-mato-grossenses ficam em região que não teve tantos estragos, segundo Associação. - Crédito: Foto: João Garrigó
Flávio Verão

DOURADOS – O terremoto que abalou o Japão na madrugada de ontem mobilizou a comunidade nipônica de MS. Uma central de informações foi montada em Campo Grande para centralizar a transmissão de dados e a busca de contato com pessoas do Estado que estão no Japão. Pelo menos 11 mil sul-mato-grossenses moram no país asiático.

O forte tremor de magnitude 8,9 atingiu a costa nordeste do Japão, gerando um tsunami de até dez metros de altura que varreu a costa do país, matando centenas de pessoas e causando destruição. A embaixada do Brasil em Tóquio não confirmou até o final da tarde de ontem se havia algum brasileiro morto.


O fotógrafo e empresário douradense Jorge Yamashita tem três filhas residentes no Japão. Ele recebeu a notícia de que o país havia sido atingido pelo terremoto por volta das 6h, por uma das filhas que ligou. “Eu recém tinha levantado quando recebi o telefonema. Essa minha filha mora na região de Tóquio, que não foi tão atingida com o tremor”, conta o empresário.


No entanto, ele disse que por medidas de segurança o governo japonês transferiu a filha dele e centenas de pessoas para uma área mais segura. “Isso aconteceu porque essas pessoas, assim como minha filha, moram próximos a uma refinaria que pegou fogo”, relata. As duas outras filhas de Jorge vivem na região sul do país, local onde foi registrado tremores de menores intensidades.

O recrutador de nipônicos para trabalhar no Japão, Arlindo Hirose, disse ao O PROGRESSO que a maioria dos brasileiros recrutados vão para cidades localizadas nas regiões centro e sul, onde estão concentradas as indústrias japonesas. “Nestes locais tem mais emprego, daí a concentração de brasileiros é bem maior”, explicou.


As regiões de maior concentração de brasileiros é Tóquio, Nagoya e Yokoama. O epicentro do terremoto foi a 400 quilômetros de Tóquio, no norte e nordeste. Grande parte dos nipônicos que estão no Japão moram há mais de dez anos. “Hoje em dia é difícil recrutar pessoas. Antigamente o Japão precisava de mão de obra. Agora não mais”, comentou o recrutador.


De acordo com a embaixada do Brasil no Japão, André Amado, moram atualmente cerca de 254 mil brasileiros no país asiático. A embaixada em Tóquio está em regime de plantão de emergência para prestar esclarecimentos e informações. É lá que a comunidade nipônica sul-mato-grossense mantém contato. O dilema é que há problemas na comunicação por telefone e internet em várias regiões do Japão.


O metrô, os trens e os aviões não funcionam. Os aeroportos estão fechados.
A embaixada brasileira no Japão disponibilizou um telefone para as pessoas que têm parentes no Japão conseguirem mais informações: 00 81 3 3404 5211. Contatos também podem ser obtidos pelo e-mail [email protected]

Deixe seu Comentário

Leia Também

Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua
Água na Lua

Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua

26/10/2020 16:27
Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua
Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados
Biketerapia

Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados

26/10/2020 13:20
Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados
Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
Selo internacional

Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC

04/10/2020 11:13
Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Recreação

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos

25/09/2020 07:23
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Condenação

Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida

21/09/2020 16:57
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Últimas Notícias