Dourados – MS sexta, 07 de agosto de 2020
Dourados
31º max
15º min
Campanha Parcelamento Conta
Atenta

Tá explicado

03 Jun 2016 - 06h00
Por meio de sua assessoria, o secretário de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, o "Barbosinha", entrou em contato com a coluna ontem para justificar sua ausência na solenidade de comemoração dos 19 anos de criação do Departamento de Operações de Fronteira (DOF). Barbosinha justificou que o evento estava marcado para às 9h, porém ele desembarcou em Campo Grande, vindo de Brasília, de madrugada. Viria a Dourados se tivesse condições pelo menos de tomar outro avião até Dourados, mas por causa do tempo chuvoso não houve condições de voar por falta de teto da capital para Dourados. Barbosinha deixa claro que se tivesse tempo suficiente viajaria de carro de Campo Grande até Dourados mesmo desembarcando em Campo Grande na madrugada. Tá explicado.

##### Política nacional


Barbosinha participou de uma reunião em Brasília onde a pauta de discussões incluiu segurança na fronteira e a necessidade da construção de uma política nacional voltada aos estados que fazem divisa com outros países.

##### Com Temer


Da reunião em Brasília, que discutiu o Plano Nacional de Segurança Pública, participaram além de Barbosinha, secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, o presidente Michel Temer, o ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes e secretários de todo o País.

##### Da União


"Destacamos a importância de termos o apoio da União para criarmos estratégias de combate ao crime organizado, com a utilização de equipamentos de ponta", afirmou Barbosinha. Diante de estatística apresentada, onde são registrados no Brasil 60 mil homicídios por ano, Barbosinha solicitou proteção na fronteira para os mais de 1.500 quilômetros e 500 quilômetros de fronteira seca (divisa entre Brasil e Paraguai) e cobrou mais investimento da União. "Como se fossem 10 torres gêmeas por ano", comparou Barbosa em referência ao atentado ocorrido nos Estados Unidos em 2001.

##### Papéis invertidos


Durante reunião, Barbosinha alertou para os papéis invertidos. "A Polícia Federal (PF) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) assumem papéis que caberiam à União", ponderou. Outro assunto apontado pelo secretário de Justiça foi o sistema carcerário.

##### Estado falencial


"Se encontra em estado falencial o sistema carcerário. Precisamos de políticas voltadas a este sistema. Sentimos falta da presença da União no que se diz respeito à questões e problemas que o Estado não consegue superar".

##### Hora extra


Como solução, a fim de agilizar o policiamento sem a necessidade de novas contratações, uma das alternativas é auxiliar o Estado ao regime diário, medida já adotada em alguns estados. "A maioria dos policias acaba fazendo hora extra para complementar a renda, já que trabalham 24h por 72h", justificou Barbosinha.

##### No exterior?


O prefeito de Dourados Murilo Zauith foi visto no final de tarde fria de quarta-feira tomando um café em uma lanchonete que fica anexa a sua Universidade, a Unigran e comendo um pão de queijo da hora, saindo fumaça. Depois, sorriu, cumprimentou algumas pessoas e saiu faceiro no seu potente veículo HB-20. Murilo, ainda tem seis meses de mandato e promete deixar a vida pública a partir de 2017. Dizem que ele pretende morar no exterior, assim que acabar seu mandato.

##### Bolsa Família


Um levantamento feito pelo Ministério Público Federal apontou suspeitas de fraudes no pagamento do programa Bolsa Família que podem chegar a R$ 2,5 bilhões e atingir 1,4 milhão de beneficiários.

##### Sem CPF


Entre as possíveis irregularidades encontradas pelo órgão há saques realizados por pessoas que já morreram, indivíduos sem CPF ou com CPFs múltiplos, além de pessoas que estariam recebendo o benefício sem ter direito, como servidores públicos e doadores de campanhas políticas.

##### Receita Federal


Os dados foram levantados a partir do cruzamento de informações do cadastro de beneficiários com dados da Receita Federal, TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e Tribunais de Contas.

##### O prazo


Essas irregularidades foram identificadas em pagamentos feitos entre 2013 e 2014. O Ministério Público deu prazo de trinta dias para que o Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário informe quais providências serão tomadas diante de inconsistências identificadas.

##### Fraudes do programa


O levantamento fez parte de um projeto lançado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, em junho do ano passado, e tem como objetivo de combater as fraudes do programa.

##### Na conta dela


Em nota, o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário afirmou que "não ignora a possibilidade das irregularidades terem ocorrido na gestão anterior", isto é, da presidente afastada Dilma Rousseff.

##### Para quem precisa


O texto também diz que a "pasta está empenhada em aperfeiçoar o controle e os mecanismos de fiscalização dos beneficiários do Bolsa Família" e que integrantes do ministério entraram em contato com o Ministério Público Federal para tratar do assunto e criar um comitê de controle "para depurar e garantir que o Bolsa Família seja destinado para quem mais precisa".

##### Para cinco


Méritos para senadora Simone Tebet (PMDB-MS) que conseguiu acelerar o processo de impeachment contra a presidente afastada Dilma Rousseff (PT). Como integrante da comissão que analisa o caso no Senado, ela sugeriu a redução de 15 para cinco dias no prazo para as alegações finais da defesa e acusação, alternativa acatada pelo senador Raimundo Lira (PMDB-PB), presidente do grupo.

##### A redução


Simone alegou que a redução do prazo, vai acelerar o fim desta etapa no processo. Ela citou o artigo 404, do Código de Processo Penal, que define em cinco dias (prazo) para alegações finais.

##### Que frase!


"O segredo para se andar sobre as águas é saber onde estão as pedras". (Provérbio Chinês).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Especialista ensina como organizar a casa em tempos de pandemia
Dourados

Especialista ensina como organizar a casa em tempos de pandemia

04/08/2020 13:00
Especialista ensina como organizar a casa em tempos de pandemia
Justiça se adapta para manter processos de adoção durante pandemia
Adoção na Pandemia

Justiça se adapta para manter processos de adoção durante pandemia

03/08/2020 16:25
Justiça se adapta para manter processos de adoção durante pandemia
Agosto Lilás:  Mulheres sofrem "pandemia da violência"
Mulher

Agosto Lilás: Mulheres sofrem "pandemia da violência"

03/08/2020 10:03
Agosto Lilás:  Mulheres sofrem "pandemia da violência"
Branding em Arquitetura
Variedades

Branding em Arquitetura

30/07/2020 14:38
Branding em Arquitetura
Jonir Figueiredo expõe mandalas de luz
Exposição

Jonir Figueiredo expõe mandalas de luz

30/07/2020 14:35
Jonir Figueiredo expõe mandalas de luz
Últimas Notícias