Dourados – MS domingo, 13 de junho de 2021
Dourados
24º max
11º min
Variedades

Sempre haverá uma saída

23 Nov 2015 - 08h23Por globo esporte
Sempre haverá uma saída -



Para aqueles que amam ao Senhor e dele se tornam servos, sempre haverá uma saída para qualquer que seja o problema, dificuldade, ou, projetos. Eis aqui uma tremenda vantagem para quem acredita em Deus. Viu como é bom?!

Para aqueles que confiam em Deus, em seu poder e, principalmente, em seu amor e misericórdia, vale a pena saber que em todos os momentos alguém estará protegendo suas vidas e direcionando seus caminhos.
Enfim, para aqueles que acham que falar de Deus ou escrever sobre sua presença em nossas vidas, é algo que beira ao fanatismo ou lampejos de ignorância, vai aqui um recado: Melhor com Ele do que sem Ele, em qualquer que seja a circunstância de suas vidas.

Um dia, em momento de profunda dor, percebi o quanto Deus é ciumento dos seus. Na história bíblica, essa verdade é axiomática. Lembramos de Abraão com apenas um filho, Isaac. Talvez, o filho estivesse ocupando maior espaço no coração de Abraão do que o próprio Deus, então, Ele pergunta a seu servo: “Abraão, você me ama mais do que tudo”? Ao responder afirmativamente, Deus ordena: “Toma agora teu filho; o teu único filho, Isaac, a quem amas; vai à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre um dos montes que te hei de mostrar”. Tenho certeza de que ao aceitar a determinação de Deus, Abraão sabia que haveria uma saída para a sobrevivência de seu filho, pois antes de subir o monte indicado por Deus para sacrificá-lo, em holocausto, ao encontrar alguns de seus empregados, ele disse: “Nós voltaremos”.

Aprendi também que não é fácil ser amante de Deus. A cobrança é sempre no limite de nossas forças. São suas estas palavras: “Aqueles a quem amo eu disciplino. Aos que recebo como filhos eu os açoito”. Hb 12,6. Também sei que a recompensa para todos os que resistam até o fim, é esplendorosa e indescritível. “Olhos nenhum viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam”. 1Cor. 2-9.

Recordo-me, com muita satisfação, o dia em que pela primeira vez adentrei uma comunidade religiosa, formada apenas por homens, que se reuniam todas as segundas-feiras, na Igreja São Francisco. Depois de quatro anos de inúmeros convites, acabei vencido pela necessidade. Vitimado por problemas que se multiplicavam em minha vida e ao meu redor, aceitei o chamado para uma daquelas reuniões. Dentro de mim havia uma certeza: Se não valesse a pena, de tal sorte que, os problemas que me aguçavam não fossem debelados ou, pelo menos, amenizados, não voltaria mais. Pura e explícita infantilidade espiritual, mas, é assim que aconteceu.

Aquela reunião transcorria normalmente, com uma preletora que nunca mais a vi. De verdade, aquela foi sua única vez, pelo menos ali. Passados uns quinze minutos, ela parou a preleção, fitou os olhos com ar solene como que circundando a todos os presentes e disse: “Quem veio aqui pensando que vai livrar-se de seus problemas, errou o caminho”. Repetiu a frase. Fiquei atônito, como se eu tivesse contado para alguém o motivo de minha ida àquela reunião, e este alguém tivesse batido com a língua nos dentes. Não havia dito nada a ninguém. Depois de haver repetido a frase ela complementou, afirmando em tom maternal: “..., no entanto, posso afirmar a todos vocês que é melhor sofrer com Jesus do que sozinho”.

Poderia alguém atrevidamente dizer: “Mas quem não sabe disso”? Claro que todo mundo sabe, contudo, naquele momento, aquele chamamento tocou profundamente meu coração e impactou minh’alma. Com certeza absoluta, foi ali que Deus iniciou a minha preparação para que um dia viesse a aceitar o trágico passamento de minha filha e outras perdas. Já não me importaria tanto o saber os “por que” da vida, mas, o “para que” acontece aquilo que não esperamos.

Aliás, faço presente aqui um texto que li em algum lugar:
“Impossível atravessar a vida... Sem que um trabalho saia mal feito; sem que uma amizade cause decepção; sem padecer com alguma doença; sem que um amor nos abandone; sem que ninguém da família morra; sem que a gente se engane em um negócio”.

Melhor, de fato, é estar com Deus, pois isso acontece, diuturnamente, com todos. Alguns com maior freqüência e intensidade. Por isso a saída para cada um desses momentos desagradáveis é a presença de Deus como refúgio e alento. Senão, vejamos o que o salmista Davi nos relata no Salmo 91: “Ele te livrará do laço do passarinheiro e da peste perniciosa; cobrir-te-á com as suas penas e, sob suas asas, estarás seguro...” E continua: “Não te assustarás do terror noturno, nem da seta que voa de dia e nem da peste que se propaga nas trevas, nem da mortandade que assola ao meio dia; caiam mil ao teu lado e dez mil à tua direita, tu não serás atingido”, por isso podes dizer: “O Senhor é meu refúgio e minha fortaleza...”.

É importante, no entretanto, que saibamos esperar a hora de Deus. O seu relógio não funciona como o nosso. O seu calendário é muito diferente do nosso. O seu tempo pode ser a nossa angústia quando, ansiosamente, nossa impaciência vier nos atormentar. Se soubermos esperar e confiar, com certeza entenderemos a razão da afirmação: SEMPRE HAVERÁ UMA SAÍDA.
Bom dia!

Melhor semana, com certeza, se continuarmos confiando em Deus.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sul-mato-grossense é eleita Miss Universo Plus Size
MERECIDO

Sul-mato-grossense é eleita Miss Universo Plus Size

30/04/2021 14:59
Sul-mato-grossense é eleita Miss Universo Plus Size
Últimas Notícias