Dourados – MS domingo, 25 de outubro de 2020
Dourados
32º max
21º min
Influx
Variedades

São sacos e sacos, todos cheios!

10 Jul 2011 - 06h28
José Alberto Vasconcellos




São sacos e sacos cheios. Tenho muitos deles, todos cheios até a boca, abarrotados! É estocagem de material – letras e letras, de todos os tamanhos e formas – que imagino necessárias para uso, a qualquer tempo.



Todos sabemos a vantagem da prevenção, todavia somente algumas pessoas a levam a sério, embora recomenda-nos com veemência o velho ditado: “Prevenção é sabugo no bornal, meu filho; o futuro é incerto e as vontades traiçoeiras.” Possuir o que se pode precisar, no momento em que se precisa, é a troca do incerto pela certeza, fator que gera a tranqüilidade.

Vencido o inesperado e improrrogável sufoco, explica-se o desabafo: — Eu sabia!

A expressão involuntária, desbragada e honesta do sujeito previdente, que tinha consigo os sabugos, é a consagração do ditado. Assimilou?

Prevenção e cautela, quando usadas na medida, aplainam a estrada que demanda o amanhã. Elimina surpresas, garante o sucesso, sacramenta a vitória e traz alegria.

Os imprevidentes, via de regra, são vitimados pelas exigências dos variados humores da vida. Para navegar tranqüilo com a proa safa, é indispensável mapear o trajeto, e manter um olho no farol e outro no mar.

Uma pessoa previdente, com toda certeza, vai sempre navegar com segurança em mar aberto.

É recompensado o discípulo sempre atento aos velhos ditados, – bússolas – que orientam a humanidade na sua incansável marcha.

Com as letras formam-se as palavras, e essas palavras se montadas harmoniosas com os ditados, ganham mais credibilidade. Ditados que traçam princípios, indicam caminhos, orientam opiniões, cobram detalhes e impõem regras para relato dos fatos, que interessam à sociedade.

As recomendações mais conhecidas entre nós, catalogadas como “velhos ditados”, são: “Quem muito fala, dá bom dia a cavalo “Não coloque todos os ovos num cesto só!”; “Cautela e caldo de galinha não fazem mal a ninguém!”; “Cachorro picado por cobra tem medo de lingüiça!” ; “Quem tem boca vai a Roma!”; “Macaco velho não mete a mão em cumbuca!”. E o mais lembrado: “Nem só de pão vive o homem!”


Presentemente vem ocupando lugar de destaque, um ditado dos tempos modernos: “Não finja de sonso, para meter o dinheiro na cueca, alguém pode estar filmando!”

Com a parcimônia de um avarento, gastarei sem pressa, o estoque de letras que possuo. Combinando-as, com a engenhosidade de um arquiteto, contarei estórias e histórias, registrando para todos os tempos, a odisséia de cada um desses políticos que gravitam em torno do Erário: – honestos e corretos alguns – relapsos e larápios muitos!

Para os políticos corretos, é bom que se tenha um considerável estoque de letras, dada a grandiosidade do tema. Para os ímprobos, também conhecidos como ladrões, peculatários e bandidos, poucas letras porque nos dias atuais, por força da tecnologia, já se constatam mudanças que inibem o desbragado exercício da mentira e da falsidade.


Bandidos já não mais podem negar, distorcer ou acobertar as ações ilegais. O som e a imagem, têm mostrados a face repulsiva da corrupção. Já são inseguros os negócios escusos e fraudulentos.


Embora gravada a execução do crime, para desmentir a estória do velhaco flagrado, este refugia-se no foro privilegiado, mostrando-nos que em nosso país sempre fica aberta uma porta, para a fuga. A polícia e o judiciário têm braços curtos para alcançá-los, mas a história dessas estórias, fica escrita.

Escrita e registrada por aqueles que possuem letras em estoque. Arquivados os registros, fica preservado o conhecimento para a posteridade.

Nos dias atuais, a gravação da imagem de uma cueca suspeita, destrói qualquer argumento e desarma a defesa, mas o brasileiro não tem tido a satisfação de ver o ladrão na cadeia.



######*Membro da Academia Douradense de Letras, com assento na Cadeira Titulada ao Visconde de Taunay.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
Selo internacional

Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC

04/10/2020 11:13
Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Recreação

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos

25/09/2020 07:23
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Condenação

Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida

21/09/2020 16:57
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
Turismo

MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados

21/09/2020 10:36
MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
O julgamento de Deus
Artigo

O julgamento de Deus

17/09/2020 08:51
O julgamento de Deus
Últimas Notícias