Dourados – MS terça, 27 de outubro de 2020
Dourados
28º max
19º min
Influx
Variedades

Salão de Detroit mostra que não há futuro nos EUA sem carros elétricos

12 Jan 2011 - 13h25
Volvo C30 elétrico durante test-crash no Salão de Detroit - Crédito: Foto: ReutersVolvo C30 elétrico durante test-crash no Salão de Detroit - Crédito: Foto: Reuters
Os prognósticos estão feitos, e todos os \"gurus\" que foram a Detroit para o Salão Internacional do Automóvel da América do Norte (Naias) concordam que o ano de 2011 será bom nos Estados Unidos e que nenhuma fabricante mundial de automóveis pode dar as costas aos veículos elétricos.

Na última jornada para a imprensa do Salão do Automóvel de Detroit, a principal novidade apareceu das mãos do fabricante sueca Volvo (agora sob controle chinês depois que a Ford a vendeu em 2010 ao grupo Geely), que mostrou o modelo C30 elétrico e os testes impactos que realizou com o veículo.

A empresa disse que as características dos veículos elétricos representam algumas necessidades específicas em matéria de segurança e que tem a intenção de seguir sendo a líder nesse aspecto na nova categoria de automóveis.

Já o fornecedor alemão ZF confirmou no Salão de Detroit sua estratégia de expansão na América do Norte, onde já conta com 22 centros de produção e onde investiu US$ 1 bilhão apenas nos Estados Unidos nos últimos meses.

A ideia predominante entre os fabricantes é que neste momento de desenvolvimento dos sistemas elétricos as empresas que conseguirão se colocar em vantagem às concorrentes serão as que mais se beneficiarem do esperado crescimento do mercado de veículos híbridos e elétricos.

Por isso, o executivo-chefe da Ford, Alan Mulally, reconheceu que a companhia dirigida por ele \"está proporcionando o plano de produtos mais agressivo de sua história\".

A Ford anunciou em Detroit planos para produzir de forma imediata veículos híbridos, híbridos recarregáveis e elétricos, além de reforçar sua linha de veículos convencionais com motores de alto rendimento e reduzido consumo da família EcoBoost.

Os demais estão no mesmo barco: General Motors, Toyota, Honda, Nissan, Hyundai, Volkswagen, todos têm previstos produtos híbridos e elétricos para os próximos anos.

Em 2011, espera-se que no mercado americano sejam vendidos 13,3 milhões de veículos novos, quase 3 milhões a mais que em 2009.

Em nível mundial, as vendas do setor se situarão este ano em números recordes de entre 75 e 85 milhões de veículos, acima dos 72 milhões vendidos em 2010.

Mas a estratégia elétrica dos fabricantes também tem seus pontos fracos. Um estudo publicado nesta terça pelo gigante da informática IBM revelou que, embora muitos executivos achem que as vendas de automóveis convencionais alcançarão seu ponto alto em 2020 e que os automóveis elétricos são o próximo \"grande sucesso de vendas\" do setor, os consumidores podem ter outras ideias.

(autoesporte.com)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua
Água na Lua

Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua

26/10/2020 16:27
Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua
Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados
Biketerapia

Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados

26/10/2020 13:20
Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados
Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
Selo internacional

Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC

04/10/2020 11:13
Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Recreação

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos

25/09/2020 07:23
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Condenação

Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida

21/09/2020 16:57
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Últimas Notícias