Dourados – MS terça, 27 de outubro de 2020
Dourados
28º max
19º min
Influx
Variedades

Saab anuncia acordo com distribuidora chinesa de veículos

16 Mai 2011 - 16h10
Saab ainda enfrenta problemas financeiros
 - Crédito: Foto: DivulgaçãoSaab ainda enfrenta problemas financeiros - Crédito: Foto: Divulgação
A Spyker Cars, grupo holandês proprietário da sueca Saab, anunciou nesta segunda-feira (16) que a maior distribuidora chinesa de veículos Pangda Automobile é quem vai assumir o investimento de médio prazo para a recuperação da marca. O acordo está avaliado em 110 milhões de euros e, de acordo com a Spyker, irá garantir a retomada da produção nos próximos dias.

Com o fechamento do negócio, a Saab vai receber imediatamente da Pangda 30 milhões de euros com a compra de veículos destinados à venda na China. Após essa primeira tapa, mais 15 milhões de euros serão disponibilizados para novos carros.

De acordo com comunicado do CEO da Spyker Cars e da Saab, Victor Muller, isso permitirá restituir os fornecedores, que haviam parado de abastecer as linhas da companhia, após não receberem pagamento. A fábrica da Saab, em Trollhatten, já está parada há mais de um mês.

Com o negócio, a Pangda, que levantou quase US $ 1 bilhão em sua primeira oferta pública no mês passado, também comprará 24% de participação de capital na Spyker, o que soma 65 milhões de euros ou 4,19 euros por ação.

O negócio é a segunda tetativa de acordo com um grupo chinês. O primeiro foi a parceria com o Hawtai Motor Group Company Limited, também fabricante de veículos, firmada no início deste mês. O negócio incluía um empréstimo de 30 milhões de euros dos asiáticos para a marca e a venda de 30% da Saab aos novos parceiros, por 120 milhões de euros. No entanto, o negócio ruiu na semana passada.

Desta vez, segundo Muller, o fato de a Pangda ser um distribuidor, e não um fabricante de veículos, significa que não houve a necessidade de aprovações do governo chinês para fechar a parceria.

Joint-venture

Muller disse ainda que a Pangda e a Spyker vão criar uma joint venture. A nova marca levaria dois anos para começar a produzir carros na China.

A Pangda é administrada pelo empresário chinês Pang Qinghua, de 55 anos, que começou sua carreira em uma empresa estatal de máquinas. Hoje, ele está entre os 100 mais ricos da lista da Forbes dos chineses multimilionários e tem patrimônio líquido de US$ 1,1 bilhão. A empresa também trabalha na distribuição de veículos das marcas Mercedes-Benz, Audi, Subaru, Volkswagen, Honda, Toyota, Hyundai, Auman, Jiefang, Wuling, Hafei e Jiabao.

A Saab foi vendida pela General Motors à holandesa Spyker Cars em fevereiro do ano passado, após um ano de negociações. A GM, que vivia sua pior crise, chegou a ameaçar encerrar as atividades da marca caso não encontrasse um comprador com uma oferta razoável.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua
Água na Lua

Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua

26/10/2020 16:27
Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua
Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados
Biketerapia

Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados

26/10/2020 13:20
Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados
Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
Selo internacional

Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC

04/10/2020 11:13
Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Recreação

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos

25/09/2020 07:23
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Condenação

Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida

21/09/2020 16:57
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Últimas Notícias