Dourados – MS sábado, 26 de setembro de 2020
Dourados
38º max
21º min
Atenta

Rumos diferentes

22 Mar 2016 - 06h00
O vice-prefeito Odilon Azambuja (PMDB) disse ontem a atenta que o partido agora tomou rumos diferentes após a saída do deputado federal Geraldo Resende. "Não quero aqui fazer juízo de valor, mesmo porque passado é passado, é preciso que pensemos no futuro do PMDB e tudo vem sendo muito bem planejado e organizado para que tenhamos um partido a altura de disputar as eleições municipais", disse o vice-prefeito.

##### Candidatura própria


Com a saída de Geraldo Resende assumiu a presidência do partido o empresário e suplente do Senado, Celso Dal Lago. Ele era o primeiro vice-presidente do partido. O segundo vice-presidente é o deputado estadual Renato Câmara. Segundo Odilon o PMDB terá candidatura própria que será definida na convenção do partido.

##### Na disputa


A disputa da convenção do partido ficará entre o deputado estadual Renato Câmara e o secretário de saúde Sebastião Nogueira. "O Sebastião já trabalha há algum tempo neste sentido e nos últimos dias vejo o Renato empenhado nesta disputa interna", informou Odilon Azambuja.

##### De saída


Segundo ele o fato de quatro vereadores terem ingressado no partido no último final de semana já demonstra um avanço importantíssimo na recomposição de quadros. "O prestígio de Renato Câmara foi imprescindível para a vinda destes vereadores, até pouco tempo o partido contava apenas com uma vereadora e que estava de saída do PMDB", disse Odilon.

##### Outros partidos


Os vereadores Juarez de Oliveira, Raphael Mattos, Aguilera e Pastor Cirilo, agora integram o PMDB douradense. "O PMDB também está disposto ao diálogo com outros partidos, vamos dialogar com outras lideranças, perdemos um possível candidato a prefeito, mas o PMDB é maior do que isso tudo, tanto que perdemos um e hoje temos dois nomes para disputar a convenção e destes dois nomes aquele que perder apoia a outro, então, tudo está na mais perfeita sintonia e o partido caminha democraticamente no desejo de administrar Dourados a partir do ano que vem", encerrou Odilon.

##### A verdade


Em nome da retomada do desenvolvimento econômico do País, em nome da tranquilidade, da paz e do bem, a presidente Dilma deveria se tocar e renunciar ao mandato e o efeito desta renúncia varreria dos arredores do Palácio do Planalto o ex-presidente Lula e todos aqueles que atrapalham o País e as investigações que procuram tão somente esclarecer a verdade, nada mais que a verdade.

##### Foro especial


Por falar nisso deputados federais estariam preparando uma emenda constitucional para garantir foro especial por prerrogativa de função a ex-presidentes da República, determinando que só sejam julgados pelo Supremo Tribunal Federal.

##### A vigência


Inicialmente, o texto não contemplaria o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, investigado pela "lava jato", mas abarcaria Dilma e os futuros mandatários, já que a vigência da medida se daria a partir da data de promulgação da PEC.

##### Altamente provável


O senador José Serra afirmou em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo que o impeachment de Dilma é "altamente provável" e, por isso, o vice-presidente Michel Tremer deve assumir compromissos com a oposição e com o país.

##### Reconstrução Nacional


Serra tem conversado com interlocutores como os ex-ministros Nelson Jobim e Armínio Fraga, o deputado Roberto Freire (PPS) e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. O senador é apontado como provável ministro de Temer e está ajudando o vice nas primeiras conversas sobre o Plano de Reconstrução Nacional.

##### Governo de união


"Eu acho altamente provável que o impeachment se materialize", diz Serra. "Seria melhor para o país, para a política e para ela própria que a presidente Dilma renunciasse". Com o afastamento de Dilma e Temer no comando, o senador afirma que ele deveria trabalhar para formar um governo de união e de reconstrução nacional.

##### Não retaliar


Além disso, para Serra, o vice-presidente também deverá firmar alguns compromissos como não disputar uma possível reeleição em 2018, não interferir nas eleições municipais desse ano e nas estaduais de 2018, além de não retaliar as investigações do ministério público e da justiça.

##### Caso de PF


Nos próximos 30 dias o governo deve anunciar um novo nome para assumir a diretoria-geral da Polícia Federal. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o atual diretor, Leandro Daiello, no cargo desde 2011, perdeu a confiança do Planalto depois da divulgação de gravações telefônicas envolvendo a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula, que foram feitas pela PF com autorização do juiz Sergio Moro, do Paraná.

##### "classe especial"


A missão de encontrar um novo nome para assumir a Polícia Federal está com o novo ministro da Justiça, Eugênio Aragão. O novo diretor-geral deve fazer parte do mais alto quadro de delegados da PF, chamado de "classe especial". Depois de escolhido por Aragão, o substituto passará pelo crivo da presidente Dilma Rousseff, a quem cabe nomear de fato o indicado para o comando da PF.

##### Troca de comando


Ainda segundo apuração do jornal Folha de S. Paulo, o governo sabe das críticas que vai sofrer caso se confirme a troca de comando na polícia, mas avalia que é fundamental ter alguém de confiança no seu controle. O atual diretor tem sofrido críticas do governo, do ex-presidente Lula e usará estes 30 dias de prazo para também procurar outro setor da instituição para atuar. O período de transição, porém, pode ser mais curto se o governo encontrar mais rapidamente um novo diretor para a Polícia ou, ainda, se Daiello pedir para deixar o cargo antes do previsto.

##### Segundo nome


Em pouco mais de um mês, Daiello deve ser o segundo nome a perder o cargo devido às ações da Polícia Federal contra o governo. O primeiro foi o ex-ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, agora deslocado para a Advogacia-Geral da União.

##### Que frase!


"Quanto mais brilhante você for, mais terá o que aprender." (Don Herold)

Deixe seu Comentário

Leia Também

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Recreação

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos

25/09/2020 07:23
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Condenação

Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida

21/09/2020 16:57
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
Turismo

MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados

21/09/2020 10:36
MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
O julgamento de Deus
Artigo

O julgamento de Deus

17/09/2020 08:51
O julgamento de Deus
Professor de Medicina explica sobre a qualidade do sono
Saúde

Professor de Medicina explica sobre a qualidade do sono

13/09/2020 10:11
Professor de Medicina explica sobre a qualidade do sono
Últimas Notícias