Dourados – MS quarta, 30 de setembro de 2020
Dourados
40º max
23º min
Atenta

Riscos da aglomeração

25 Jun 2016 - 06h00
Como infelizmente o governo não consegue imunizar a todos contra o H1N1, restam as orientações para higienizar bem as mãos, de preferência com álcool gel e evitar aglomerações. Todo o controle social já está mobilizado sobre a necessidade de se evitar aglomeração de pessoas. Igreja, associações, todos estão fazendo sua parte, já que o governo não faz a dele, que é de vacinar geral contra o H1N1.


##### Boletim local


O último Boletim epidemiológico da gripe divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), aponta que Dourados tem 59 notificações e 28 confirmações da gripe influenza H1N1. Oficialmente três pessoas morreram em decorrência da doença em Dourados. A situação é critica no Mato Grosso do Sul. O mesmo Boletim aponta que em apenas uma semana mais 10 pessoas morreram em decorrência do vírus H1N1 em Mato Grosso do Sul, registrando em apenas um período aumento de 31% em relação à semana passada. Oficialmente o número de mortes já passa de cincoenta.

##### Contatos sociais


Para diminuir a circulação dos vírus da gripe é recomendada a higienização das mãos, utilização de lenço descartável para higiene nasal, cobertura do nariz e boca quando espirrar ou tossir, higienização das mãos após tossir ou espirrar, evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, não partilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal, evitar aperto de mãos, abraços e beijo social, reduzir contatos sociais desnecessários e evitar, dentro do possível, ambientes com aglomeração.

##### Sem sucesso


E foi por causa do vírus da H1N1 e do Zika Vírus que tentaram, sem sucesso adiar as olimpíadas no Brasil, pois olimpíadas é sinônimo de turistas estrangeiros se aglomerando aos brasileiros, importando ainda mais doenças e agravando ainda mais a situação do Brasil que perde a batalha para um vírus e um mosquito.

##### É zika


Já que não conseguiram cancelar as olimpíadas no Brasil por conta de uma série de doenças, o País assume suas consequências, principalmente diante da ameaça do zika vírus. Para os mais de 170 cientistas signatários de uma carta que alerta a Organização Mundial da Saúde sobre os riscos, a doença poderá se espalhar para lugares inesperados do planeta.

##### Difusão do vírus


"A consequência mais clara é que aumenta o risco de difusão do vírus e da enfermidade. Com meio milhão de pessoas indo ao Rio para os Jogos e não se trata de visitantes habituais, e sim que vêm de cada canto do mundo, se abre a possibilidade de que uma pessoa de qualquer lugar se contamine.

##### Mosquitos locais


Ao retornar ao seu país, os mosquitos locais podem transmitir a doença". É o que Amir Attaran, catedrático de Epidemiologia e Saúde Pública da universidade local. Ele é um dos autores e o primeiro signatário da carta, dirigida tanto à OMS quanto ao Comitê Olímpico Internacional, organismo que insiste na realização dos Jogos, entre 5 e 21 de agosto. Os autores pedem que o evento seja adiado até que a ameaça do vírus desapareça, ou que se cogite transferir a sede da Olimpíada para outra cidade.

##### Novas epidemias


A OMS não deu ouvidos ao pedido dos cientistas. Attaran considera que o organismo não está atento aos riscos: "Poderiam surgir novas epidemias em outros lugares. É preciso salientar que o vírus do Brasil é diferente do que existe em muitos outros países. Por isso, lá vemos, por exemplo, casos de microcefalias que não ocorriam com o zika nessa mesma zona antes desta epidemia", afirma Attaran.

##### Zonas de risco


Por esse motivo, o risco é maior para quem visitar a cidade a partir de locais propensos à difusão do vírus na sua variedade brasileira. "Não me preocupa, exceto pelos casos de transmissão sexual, que os atletas do Canadá ou da África do Sul para citar dois exemplos de países fora das zonas de maior risco retornem aos seus países com o vírus, porque os mosquitos locais desses países não transmitem a doença. Mas pensemos por um momento em países como a Índia ou os da África Central, onde os mosquitos locais de fato poderiam espalhar o vírus."

##### Vias de contágio


O maior evento esportivo do mundo criará novas vias de contágio, segundo o pesquisador: "Quantos etíopes visitam normalmente o Brasil? Muito menos, certamente, do que quando os Jogos Olímpicos acontecem ali". Sua conclusão é clara: "É preciso adiar a Olimpíada: o zika vírus se espalhará por vias insuspeitas". Attaran considera que as medidas para o controle do mosquito adotadas pelo Brasil são insuficientes, e que seria preciso esperar até que o mosquito transmissor, o Aedes aegypti, seja erradicado.

##### Segunda Guerra


O problema é que as medidas de controle da praga no Brasil não estão tendo sucesso". O epidemiologista cita de forma positiva dois casos em que o Brasil conseguiu erradicar o Aedes aegypti: pouco depois da Segunda Guerra Mundial e no final dos anos noventa.

##### Saúde pública


Outro dos quatro redatores da carta, Lee Igel, especialista em eventos esportivos da Universidade de Nova York, também alerta sobre os riscos das olimpíadas 2016 no Brasil: "Um mega-acontecimento em meio a uma enorme crise de zika numa cidade que enfrenta problemas econômicos, sociais e políticos representa um problema de saúde pública muito significativo."

##### Em tempo


Depois do norte-irlandês Rory McIlroy, o zika vírus espantou outra estrela do golfe, o sul-africano Branden Grace, número 11 do mundo, que anunciou ontem sexta-feira sua decisão de não participar dos Jogos Olímpicos do Rio.

##### Séria reflexão


Grace, de 28 anos, é o terceiro golfista da África do Sul a desistir de viajar para o Rio de Janeiro, em agosto. Depois de uma séria reflexão, lamento anunciar que decidi desistir a da competição olímpica por causa do zika vírus" explicou o atleta em um comunicado.

##### Que frase!


"Não tenhais, sobretudo, medo do povo, ele é mais conservador do que vós". (Napoleão Bonaparte).

Deixe seu Comentário

Leia Também

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Recreação

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos

25/09/2020 07:23
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Condenação

Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida

21/09/2020 16:57
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
Turismo

MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados

21/09/2020 10:36
MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
O julgamento de Deus
Artigo

O julgamento de Deus

17/09/2020 08:51
O julgamento de Deus
Professor de Medicina explica sobre a qualidade do sono
Saúde

Professor de Medicina explica sobre a qualidade do sono

13/09/2020 10:11
Professor de Medicina explica sobre a qualidade do sono
Últimas Notícias