Dourados – MS quarta, 26 de fevereiro de 2020
Dourados
25º max
19º min
Variedades

Produção de veículos cresce 14,3% em 2010 e bate novo recorde

06 Jan 2011 - 16h15
Produção de veículos bate novo recorde no Brasil
 - Crédito: Foto: ReutersProdução de veículos bate novo recorde no Brasil - Crédito: Foto: Reuters
A indústria automobilística nacional fechou o ano de 2010 com um novo recorde de produção: 3.638.390 unidades fabricadas. O volume representa alta de 14,3% sobre o ano de 2009, quando saíram das linhas das montadoras 3.182.923 veículos (automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus). Os dados foram apresentados nesta quinta-feira (6) pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), um dia após a divulgação de recorde de vendas no ano pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

De acordo com a entidade, somente de automóveis e comerciais leves foram produzidas 3.401.190 unidades em 2010, expansão de 12,4% em relação ao ano passado, quando 3.024.775 foram fabricadas.

Alta de 54% para caminhões
O segmento de caminhões foi o que apresentou a maior alta na produção anual: 54,7%, em relação a 2009, que registrou 123.633 unidades. É um novo recorde ao segmento: ao todo, a produção chegou 191.321 unidades.Também com números históricos, o segmento de ônibus encerrou o ano com 45.879 unidades produzidas, aumento de 32,8% sobre o ano anterior quando haviam sido fabricadas 34.535.

O resultado confirma as projeções anunciadas anteriormente pela Anfavea, que já considerava o contínuo aquecimento do mercado interno e a dificuldade de recuperar as exportações em relação ao período pré-crise.

Com os resultados positivos de 2010, as projeções de produção são de crescimento de 1,1%, com total de 3,68 milhões de unidades fabricadas, segundo o presidente da entidade, Cledorvino Belini. Paras as vendas no mercado interno houve reajuste das expectativas para cima, para 3,69 milhões de veículos licenciados, ou seja, crescimento de 5% sobre 2010.

#####Exportações

Com o mundo se recuperando da crise, o Brasil conseguiu vislumbrar uma realidade melhor em 2010. Ao todo, foram vendidos no mercado externo 765.680 veículos. O volume representa crescimento de 61,1% sobre o total exportado em 2009, de 475.325 unidades.

Isso significa que a crise que abalou os principais compradores de veículos nacionais já não ameaça mais as exportações brasileiras. Para a Anfavea, porém, a indústria não é suficientemente competitiva para manter o crescimento nas exportações. Como comparação, em 2008 haviam sido exportadas 734,6 mil unidades. Para resolver o problema, a Anfavea desenvolve um estudo, que apresentará ainda este ano ao governo brasileiro, com alternativas que favoreceriam as exportações.

Em valores, o crescimento foi de 54,7% na comparação com 2009. De janeiro a dezembro do ano passado, as montadoras exportaram US$ 12,9 bilhões; em 2009, foram US$ 8,3 bilhões. No entanto, em 2008 as exportações em valores foram maiores: US$ 13,93 bilhões em veículos e máquinas agrícolas. Ou seja, o valor agregado nos produtos caiu para as fabricantes não perderem clientes no exterior.

\"Em 2010, tivemos saldo negativo na balança comercial de US$ 5,7 bilhões\", destaca o presidente da Anfavea sobre a queda das exportações e o aumento das importações. \"Estamos com a luz amarela acesa para a evolução desses números.\"

#####Recorde confimado em vendas

Assim, as montadoras nacionais continuam dependendo do mercado interno. Os licenciamentos de veículos novos no país somaram 3,51 milhões de unidades, segundo a Anfavea, confirmando o recorde anunciado pela Fenabrave. O volume supera em 11,9% as 3,14 milhões de unidades registradas no ano anterior. Somente de veículos importados foram 660.141 unidades. Destas, 657.290 são de automóveis e comerciais leves (picapes e utilitários esportivo). Com o resultado, as importações atingiram crescimento de 35% em 2010 sobre 2009, de 488.874 unidades.

Para 2011, a expectativa da Anfavea é de que as exportações de veículos montados e desmontados (CKD) caia 4,7%, de 766.000 unidades para 730.000. Por outro lado, as exportações em valores devem subir 1,6% neste ano, de US$ 12,9 bilhões para US$ 13,1 bilhões.

#####Produção cai em dezembro

A produção em dezembro sofreu queda de 10,3% sobre novembro. Ao todo, foram para os pátios das fábricas 283.873 veículos, contra as 316.331 unidades no mês anterior. A queda é justificada pelo período de férias coletivas, quando as montadoras aproveitam para fazer ajustes nas linhas. A fabricação de automóveis e comerciais leves caiu 10,2%, por exemplo, para 265.755 unidades. Já a de caminhões teve retração de 9,2% para 15.789 unidades. O segmento que sofreu maior queda foi o de ônibus, de 24,5%, de 3.085 para 2.329 unidades.

De acordo com Belini, o estoque em dezembro ficou em 21 dias de vendas, com 254.878 unidades nos estoques das indústrias e das concessionárias. Em novembro, o volume era de 292.216 unidades, o que corresponde a 27 dias de vendas.

#####Fenabrave questiona vendas no mês

De acordo com os dados da Anfavea, dezembro de 2010 foi o melhor mês da história da indústria automobilística nacional em termos de vendas. Ao todo foram emplacadas 381.552 unidades de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus, segundo a entidade. A Fenabrave já havia divulgado nesta quarta-feira que dezembro havia batido recorde, mas afirmou que o aumento foi artificial. Para o presidente da federação, Sérgio Reze, esse número está mascarado por uma prática chamada rapel, que consiste no emplacamento do veículo sem ele ter sido vendido de fato.

Reze afirmou que essa prática é forçada às concessionárias por parte das montadoras, que têm como objetivo atingir a meta de vendas da fabricante e aumentar a participação no mercado. Com os carros emplacados, os lojistas são obrigados a vendê-los como usados.

Questionado sobre essa prática, o presidente da Anfavea afirmou que não tem acesso à estratégia de vendas de cada montadora, por isso não poderia falar sobre o assunto. \"Não cabe à Anfavea explicar essa declaração, cabe ao Reze.\"

#####Empregos

O ano de 2010 encerrou com 136.103 pessoas empregas diretamente pelas fabricantes de veículos e máquinas agrícolas. O número é 0,2% superior ao de novembro, de 135.824 funcionários contratados. Em relação a dezembro de 2009, o aumento das contratações diretas chegou a 9,3%, já que naquele ano estavam contratadas 124.748 pessoas. O nível está entre os maiores de, pelo menos, os últimos 10 anos.

#####Carros flex

Do total de automóveis licenciados, 86% foram com motores flex. De 2003, ano do lançamento dos modelos bicombustíveis, a 2010, as vendas acumuladas de veículos desse tipo atingiram a marca de 12,5 milhões de unidades. Nos anos anteriores a 2010, as participações do flex no licenciamento total de carros foram as seguintes: 2003, 4%; 2004, 22%; 2005, 50%; 2006, 78%; 2007, 86%; 2008, 87%; 2009, 88%.

A queda na participação no ano passado em relação a 2009 é justificada pelo aumento da importação de veículos, que normalmente não possuem essa tecnologia. A participação dos carros importados no licenciamento chegou a 18,8% em 2010.

(Autoesporte.com)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil tem 4,9 mil crianças e adolescentes para a adoção; saiba como adotar
Família

Brasil tem 4,9 mil crianças e adolescentes para a adoção; saiba como adotar

24/02/2020 06:44
Brasil tem 4,9 mil crianças e adolescentes para a adoção; saiba como adotar
Carnaval: Corpo de Bombeiros orienta para um feriado de festa em segurança
Feriadão

Carnaval: Corpo de Bombeiros orienta para um feriado de festa em segurança

20/02/2020 11:15
Carnaval: Corpo de Bombeiros orienta para um feriado de festa em segurança
Cronogramas e convocações dos concursos da PM e Bombeiros são publicados no Diário Oficial
Concursos

Cronogramas e convocações dos concursos da PM e Bombeiros são publicados no Diário Oficial

19/02/2020 13:45
Cronogramas e convocações dos concursos da PM e Bombeiros são publicados no Diário Oficial
Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 170 milhões
Mega-Sena

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 170 milhões

19/02/2020 13:00
Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 170 milhões
Carnaval: Médico diz como doença do beijo pode ser evitada
SAÚDE

Carnaval: Médico diz como doença do beijo pode ser evitada

13/02/2020 10:50
Carnaval: Médico diz como doença do beijo pode ser evitada
Últimas Notícias