Dourados – MS segunda, 19 de outubro de 2020
Dourados
34º max
21º min
Influx
Variedades

Primeiras impressões: Ford Ka 2012

04 Jul 2011 - 14h10
Ford Ka 2012 teve o para-choque redesenhado - Crédito: Foto: DivulgaçãoFord Ka 2012 teve o para-choque redesenhado - Crédito: Foto: Divulgação
Fonte: autoesporte


Discreto. Assim pode ser classificado o Ford Ka 2012, que chega às concessionárias em agosto com poucas novidades no design, melhorias no acabamento interno e nenhuma modificação mecânica de impacto. As principais atrações do hatch que continua sendo ofertado apenas na configuração duas portas – algo que a própria montadora reconhece ser um limitador de mercado para o carro – são o preço da opção de entrada, que agora parte de R$ 24,5 mil, e o advento da configuração Sport, única equipada com motor 1.6 Flex.

O Ka nas versões Pulse – topo de linha entre as equipadas com bloco 1.0 – e Sport 1.6 pelas ruas e avenidas de São Paulo. E o trajeto comprovou que a dinâmica do compacto não mudou em nada.

Com 72 cavalos de potência a 6.000 rpm e 9,2 mkgf de torque a 4.750 rpm quando abastecido com álcool, o motor 1.0 Flex vai bem na cidade. As acelerações e retomadas são satisfatórias para a proposta do veículo de apenas 936 quilos. Em termos de desempenho, o hatch vai de 0 a 100 km/h em 14,8 segundos e a velocidade máxima é de 162 km/h. Os índices de consumo, de acordo com a marca, são de 10,2 km/l (álcool) e 15,2 km/l (gasolina).

A transmissão manual de cinco velocidades tem engates curtos, precisos e consegue extrair boas respostas do bloco. O silêncio no interior do habitáculo também agrada. A manobrabilidade do Ka é honesta. Nas curvas, o comportamento é previsível em virtude da suspensão firme e bem calibrada.

A ergonomia, no entanto, deixa a desejar. Mesmo a versão topo de linha, que traz ar-condicionado, direção hidráulica, rodas de liga leve de 14 polegadas, travas e vidros elétricos, não disponibiliza ajuste de altura e profundidade da coluna de direção. O banco também não tem regulagem de altura, o que acaba por prejudicar a visibilidade dos condutores de menor estatura.

Acabamento e espaço

O interior do Ka 2012 tem novos revestimentos para os bancos e painel das portas, nada, porém, que salte aos olhos. As peças plásticas estão presentes em boa parte do painel central e console. Os encaixes são precisos, mas algumas peças apresentam pequenas rebarbas. Destaque para o painel de instrumentos com novo grafismo – e iluminação – e o console central que traz dois porta-copos.

Com apenas 3,83 metros de comprimento (2,45 metros de distância entre os eixos), o Ka não é um carro para uma família de ‘grandalhões’. Quem viaja no banco traseiro pode sofrer com os joelhos caso o motorista tenha pouco mais de 1,80 metro de altura.

Sport

Com visual mais arrojado que o Ka ‘comum’ – que ganhou novos para-choques (dianteiro e traseiro) e configuração dos faróis -, o Sport oferece a mais rodas de liga leve de 15 polegadas escurecidas, spoiler dianteiro, ‘saias’ laterais e aerofólio traseiro. Juntamente com as faixas duplas que percorrem o capô, o teto e a tampa do porta-malas (inspiradas no Ford Mustang), o design do ‘pseudoesportivo’ agrada. Oferecido em cinco cores, destaque para o laranja Ibiza.

“A preocupação era dar apenas uma roupagem mais esportiva ao Ka. E acho que conseguimos”, avalia João Marcos Ramos, chefe de designer da Ford.

Internamente, as diferenças do Sport para as demais versões são pequenas. O grafismo do painel é diferenciado e os bancos têm uma pegada mais esportiva estilo ‘concha’ – longe, porém, dos bancos dos ‘bólidos’ de competição ou dos superesportivos. O G1 avaliou a versão equipada com airbag, opcional que custa R$ 1.000.

Além do desenho, o motor é outra atração do Ka. O bloco 1.6 de 107 cavalos de potência a 5.500 rpm e torque máximo de 15,2 mkgf a 4.250 rpm torna a condução divertida, já que a relação peso potência é de 9 kg/cv. Assim, o hatch da Ford manteve seu estilo ‘kart’ de condução. A velocidade máxima é de 181 km/h e a aceleração de 0 a 100 km/h acontece em 11,2 segundos. O consumo é de 9,8 km/l (álcool) e 13,8 km/l (gasolina), segundo dados da montadora.

Perfil do cliente

O perfil do comprador do Ford Ka é bem diversificado. De acordo com Eduardo Basso, gerente de marketing de produto, 52% dos compradores deste veículo são mulheres (48% homens), 50% tem o terceiro grau de escolaridade completo e 48% tem menos de 35 anos. Um dado interessante é que 75% dos clientes financiam a compra.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
Selo internacional

Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC

04/10/2020 11:13
Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Recreação

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos

25/09/2020 07:23
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Condenação

Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida

21/09/2020 16:57
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
Turismo

MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados

21/09/2020 10:36
MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
O julgamento de Deus
Artigo

O julgamento de Deus

17/09/2020 08:51
O julgamento de Deus
Últimas Notícias