Dourados – MS segunda, 26 de outubro de 2020
Dourados
28º max
20º min
Influx
Variedades

Presos fazem reféns durante rebelião

02 Mai 2011 - 22h18
CAMPO GRANDE - Uma tentativa de fuga frustada teria causado uma rebelião dentro do Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande. Os envolvidos teriam mantido reféns agentes, dentistas e professores. Um dos presos teria se apossado de uma pistola. Uma pessoa estaria ficado ferido.
O fato foi registrado na manhã de ontem, no raio 4, no setor de saúde.

Agentes penitenciários que ficam nas torres de segurança, teriam visto o momento que presos tentavam fugir do presídio e abortaram a fuga. O tenente coronel Salo Rodrigo, do Sigcoe comandou os trabalhos de negociação.

#####FALHAS

O diretor-presidente da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), Deusdete de Oliveira, admitiu falha na segurança e acredita que a arma, uma pistola semi-automática calibre 635, que estava de posse de um preso, possa ter entrado na visita do fim de semana. “No sábado e no domingo, cerca de 600 pessoas visitam os presos. Acredito que a arma possa ter entrado desmontada, em pedaços”, afirma.

A tentativa de fuga seguida de uma rebelião, aconteceu menos de uma semana depois de o presídio passar por um pente-fino. Depois da liberação dos reféns, representantes do sistema penitenciário, que participaram de entrevista coletiva, não souberam dizer como a arma entrou no estabelecimento penal. O presídio tem atualmente 1700 presos.

Agora, será aberto procedimento de investigação para saber como a pistola foi parar dentro da unidade prisional. A ação foi considerada como um ato isolado, pois os demais presos não aderiram a rebelião.

De acordo com informações divulgadas pelo site Campo Grande News, na versão oficial, os presos Carlos Henrique da Silva e Adilson Pereira saíram da cela porque pediram atendimento médico. Escoltado por um agente, eles foram levados do pavilhão 2 até o setor de saúde do presídio.

Porém, quando passavam pelo setor administrativo, Carlos Henrique teria se dirigido para o portão do presídio e ordenado que o agente o acompanhasse. O profissional disse que ia tomar água e, na cozinha, soou o alerta.
Em seguida, os presos, armados com uma pistola, levaram o agente para a área de saúde. Lá, um médico também foi rendido. Ao todo, dez servidores foram impedidos de deixar o local.

A versão inicial é de que os presos tentaram fugir e foram flagrados por policiais nas guaritas, dando início a troca de tiros. Em seguida, a dupla rendeu profissionais – psicólogos, professores e dentistas – que estavam no pátio. Os presos se renderam depois de duas horas. A esposa e o advogado de Carlos Henrique foram levados ao presídio. Ele foi um dos lideres da rebelião de 2006, realizada no Dias das Mães.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua
Água na Lua

Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua

26/10/2020 16:27
Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua
Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados
Biketerapia

Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados

26/10/2020 13:20
Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados
Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
Selo internacional

Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC

04/10/2020 11:13
Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Recreação

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos

25/09/2020 07:23
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Condenação

Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida

21/09/2020 16:57
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Últimas Notícias