Dourados – MS sexta, 24 de setembro de 2021
Dourados
36º max
19º min
Institucional - Setembro
Pets

Servidores do HU aderem à greve em Dourados

27 Jun 2011 - 22h00
Técnicos administrativos lotados no HU decidiram aderir à paralisação nacional - Crédito: Foto : divulgaçãoTécnicos administrativos lotados no HU decidiram aderir à paralisação nacional - Crédito: Foto : divulgação
DOURADOS – Metade dos 500 funcionários administrativos do Hospital Universitário (HU) decidiram ontem aderir à greve por tempo indeterminado, em escala de revezamento, a partir desta quarta-feira. A decisão foi tomada durante a assembléia da categoria realizada no HU. Com isso, pelo menos 50% dos serviços do hospital devem funcionar parcialmente, segundo o comando de greve.

Antes de decidir pela paralisação a categoria apresentou uma proposta que seria entregue ontem para a reitoria da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e direção geral do HU.



Um dos representantes do comando de greve local, Fraz Maciel explicou que a legislação determina que pelo menos 30% dos serviços sejam mantidos, no entanto, o comando de greve propôs a redução de 50% dos serviços e não 70% como de direito.

Serão mantidos em sua totalidade os serviços da maternidade, o Centro Obstétrico, a UTI neonatal, a Unidade de Cuidados Intermediarios (UCI) e Unidade Intensiva (UI). Médicos não aderiram à greve segundo comando do movimento.

Vão funcionar parcialmente UTI pediatrica, UTI adulto, Centro de Controle Infecção Hospitalar (CCIH), laboratório, farmácia, imagem, recepção, entre outros setores.

GREVE

A greve dos técnicos administrativos da UFGD começou no último dia 15 em Dourados. Primeiro atingiu pelo menos 200 servidores da universidade. Em cada setor, os técnicos estão revezando durante os turnos, de forma a não paralisar 100% as atividades.

A greve faz parte da mobilização nacional por reivindicação de melhores salários.

Na UFGD o quadro de técnicos administrativos é composto por servidores da área administrativa e não envolve nenhum professor. Entretanto, a paralisação dos técnicos pode influenciar diretamente no andamento letivo, principalmente nas aulas práticas onde os laboratórios são administrados pelos técnicos administrativos.

Como forma de chamar a atenção da sociedade sobre o movimento grevista nacional das universidades federais, os técnicos administrativos da UFGD prepararam duas ações sociais. A primeira delas aconteceu na semana passada, com a doação de sangue no Hemocentro de Dourados.

Nesta terça-feira os grevistas pretendem fechar Avenida Guaicurus em protesto pela duplicação. A próxima será realizada na praça Antônio João.
De acordo com Franz Maciel a proposta é levar uma série de atendimentos à população que passar pela praça. Como o quadro de servidores é composto por profissionais de diferentes áreas do conhecimento, haverá, segundo ele, atendimento na área de saúde e educação, por exemplo. Outra atividade será na área de informática. Essa ação já está confirmada. Os técnicos da UFGD estarão formatando computadores, tudo de graça.

DIREÇÃO HU

Ontem, no final da tarde, a direção do HU confirmou ter recebido do comando de greve a proposta de paralisação. Segundo a assessoria de imprensa do hospital, a direção vai se reunir hoje com a Secretaria Municipal de Saúde para definir o que será feito diante da decisão dos técnicos administrativos em aderir à paralisação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Rússia produz primeiro lote de vacina contra covid-19 para animais
Ciência e Medicina

Rússia produz primeiro lote de vacina contra covid-19 para animais

30/04/2021 11:30
Rússia produz primeiro lote de vacina contra covid-19 para animais
Últimas Notícias