Dourados – MS sexta, 25 de setembro de 2020
Dourados
35º max
19º min
Pets

Prefeitos vão enfrentar reeleição sem financimento privado

05 Jan 2016 - 07h00
Prefeito Silas José, de Água Clara,  enfrenta dificuldades por causa da Câmara Municipal. - Crédito: Foto: DivulgaçãoPrefeito Silas José, de Água Clara, enfrenta dificuldades por causa da Câmara Municipal. - Crédito: Foto: Divulgação
Com problemas estruturais em seus municípios, dívidas de monta e tempo curto para se organizarem, os prefeitos de Mato Grosso do Sul têm um grande desafio este ano, quando vão tentar a reeleição, que é participar da primeira eleição municipal, sem financiamento privado de campanha.


A falta de verbas não é o único entrave das eleições municipais deste ano. As novas regras do sistema eleitoral proíbem as doações de campanha por entidades privadas. Assim, o pleito será financiado exclusivamente por recursos de pessoas físicas e pelos repasses do Fundo Partidário, usado para a manutenção dos partidos e abastecido com dinheiro público.


Os candidatos — prefeitos e vereadores — estão impedidos de receber doações diretamente a eles. Os recursos devem ser repassados aos partidos, que, por sua vez, redistribuem o dinheiro entre as diversas candidaturas da legenda.


Em setembro de 2015, a Câmara dos Deputados, durante votação da reforma política, derrubou, por 317 votos a 162, uma decisão do Senado que proibia o financiamento privado das campanhas políticas. Na semana seguinte, o STF (Supremo Tribunal Federal) julgou e determinou a questão inconstitucional — seguindo orientação do Supremo, a presidente Dilma Rousseff vetou o ponto aprovado pela Câmara em decreto publicado no fim de setembro, portanto, um ano antes das eleições deste ano.


Ao mesmo tempo em que terão de se preocupar com a campanha, os gestores públicos ainda dependem de verbas federais para equacionar a contabilidade das prefeituras, colocar a casa em ordem e tocar as obras paralisadas.


Em entrevista recente à imprensa o presidente da CNM (Confederação Nacional de Municípios), Paulo Ziulkoski, garantiu que há 64 mil empenhos do governo federal que estáo em dívida com os municípios, o que segundo ele, faz um total de R$ 36 bilhões empenhados.


“Não estou falando de coisa prometida, como as viagens que Dilma faz com governadores sobrevoando enchentes”, criticou o presidente da CNM, da qual a Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) é filiada.


Balanço da CNM mostrou uma queda de pelo menos 15% nos repasses financeiros às cidades. De acordo com a entidade, o governo mandou para as prefeituras 15% menos do que foi previsto e orçado nos repasses do FPM (Fundo de Participação dos Municípios).


“Eram esperados R$ 91,3 bilhões para o Brasil inteiro, mas o valor fechou em R$ 84,2 bilhões, algo em torno de R$ 7 bilhões a menos. Isso falando só de repasse do fundo, que é uma transferência constitucional, republicana”, disparou. 


Por conta disso, vários administradores correm contra o tempo em busca de se manter no cargo e dar prosseguimento ao seu projeto nas cidades. Alguns até pretendem desistir da reeleição, alegando dificuldades, enquanto outros não têm mais essa preocupação, como é o caso do prefeito de Dourados, Murilo Zauiht (PSB), porque não vão participar da disputa por estarem encerrando o segundo mandato consecutivo.


Candidato à reeleição, o prefeito de Água Clara, Silas José (PSDB), enfrenta problemas na Câmara de Vereadores.


Silas acusa os cinco vereadores que fazem oposição a sua administração de prejudicar a população ao impedir a aprovação de projetos que previam a doação de lotes para construção de casas populares no município, distante 193 quilômetros de Campo Grande.


Ele conta que tinha por objetivo adquirir uma área de 15 alqueires e fracioná-la em terrenos de 10 x 25 m cada para distribuir à população carente da cidade, o que também foi rejeitado pelos vereadores de oposição.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Prefeitura arcará com castração e vacinas de gatos e cães acolhidos
Em MS

Prefeitura arcará com castração e vacinas de gatos e cães acolhidos

17/09/2020 09:23
Prefeitura arcará com castração e vacinas de gatos e cães acolhidos
Projeto obriga síndico a comunicar maus-tratos de animais em condomínios
Brasil

Projeto obriga síndico a comunicar maus-tratos de animais em condomínios

15/09/2020 11:33
Projeto obriga síndico a comunicar maus-tratos de animais em condomínios
“Muita gente desconta no animal, como se ele tivesse culpa”, diz criadora de abrigo
Cães abandonados

“Muita gente desconta no animal, como se ele tivesse culpa”, diz criadora de abrigo

13/09/2020 09:05
“Muita gente desconta no animal, como se ele tivesse culpa”, diz criadora de abrigo
Senado aprova aumento de pena para agressores de cães e gatos
Maus-tratos

Senado aprova aumento de pena para agressores de cães e gatos

10/09/2020 13:38
Senado aprova aumento de pena para agressores de cães e gatos
Tutores de animais de estimação devem ficar atentos a produtos de limpeza
Pets

Tutores de animais de estimação devem ficar atentos a produtos de limpeza

03/09/2020 12:03
Tutores de animais de estimação devem ficar atentos a produtos de limpeza
Últimas Notícias